Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Rewind

por josé simões, em 16.01.19

 

 

 

Francisco Balsemão no 1.o congresso do PPD define o partido como "de esquerda".

 

[Daqui]

 

 

 

 

O futebol é que induca

por josé simões, em 07.03.17

 

Salazar.jpg

 

 

Gastar páginas inteiras de jornais e horas intermináveis em programas de opinião nas televisões por causa dos pintelhos [sic] do Catroga e fazer de conta que o bardamerda do querido líder não existiu.

 

O hooliganismo e o discurso do ódio legitimado nas urnas com o aval de pessoas ditas de esquerda. MA-RA-VI-LHO-SO.

 

["O futebol é que induca e o fado é que enstrói", dixote usado pelas gentes "do reviralho" para caracterizar a política educativa do senhor na foto]

 

 

 

 

 

Só 3 coisinhas

por josé simões, em 10.11.16

 

the sun.jpg

 

 

Só 3 coisinhas a propósito do alarido que Trump causou numa Europa a tomar balanço para um Geert Wilders e uma Marine Le Pen, com Viktor Orbán devidamente integrado, um Farage por agora retirado já que Theresa May dá conta do recado sozinha, e um Grillo a esfregar as mãos em Itália.


- "Há que ter cuidado e estar atento ao populismo e aos populistas", insistem nisto depois de quase 20 anos de Paulo Portas à frente do CDS e duas vezes ministro em governos de coligação com o PSD.


- "Há que ter cuidado e estar atento aos radicais e ao radicalismo", insistem nisto depois de quase 5 anos de Passos Coelho primeiro-ministro, com Vítor Gaspar e Maria Luís Albuquerque a meias na pasta das Finanças.


- "Há que ocupar o abandonado centro político como resposta aos radicalismo e aos extremismos", continuam com esta conversa depois do renascimento dos radicalismos e extremismos exactamente pela indiferenciação esqueda-direitra-esquerda depois da rendição da esquerda às políticas da direita, iniciada com Gerhard Schröder na Alemanha e com o apogeu na Terceira Via de Tony Blair.


Podem ir pondo as barbas de molho, vox pop, que com o mal dos outros posso eu bem, vox pop também, e porque a mulher dos outros é sempre melhor que a nossa, ainda vox pop.


[Na imagem a primeira página do populista The Sun]

 

 

 

 

Guardar

||| Tenham medo, muito medooo...

por josé simões, em 16.05.16

 

The_Scream.jpg

 

 

Diz a direita que, salvo raríssimas excepções, tem os espaços de comentário e opinião nas rádios e nas televisões todos ocupados em modo 'lugar cativo à sombra' e que, nas raríssimas  que cabem à esquerda, a grande maioria é esquerda no nome que no conteúdo podia muito bem integrar um qualquer Governo 'bloco central' ajudado pelo CDS;
diz a direita que orienta a linha editorial do Diário de Notícias, Correio da Manha [sem til], SIC Notícias, Jornal i, Jornal de Negócios, TVI 24, Diário Económico, Expresso, Correio da Manha TV [sem til], semanário Sol, que me perdoem os que ficaram esquecidos, e ainda passou o blogue O Insurgente a jornal digital O Observador;
diz a direita que a esquerda tem um blogue para "proteger o Governo" – a Geringonça, que pode muito bem vir a ocupar o lugar deixado em aberto pelo Câmara Corporativa que foi de 'licença sem vencimento' Agora é que vão ser elas.. Tenham medo, muito medooo...


[Imagem]

 

 

 

 

||| O palmómetro

por josé simões, em 11.03.16

 

 

 

O palmómetro – medidor do tempo de duração das palmas e da intensidade com que as mesmas são batidas, outrora detido pelos partidos comunistas para lá do Muro de Berlim, é agora propriedade da direita portuguesa.


A eleição da segunda figura do Estado – o presidente da Assembleia da República, aquele que exerce as funções presidenciais por ausência do Presidente ou pelo seu impedimento temporário, pelos deputados como manda a Constituição e não pelos directórios partidários em simpatia para com o partido com maior número de assentos parlamentares, não mereceu palmas das bancadas da direita e foi até tratada de um modo a roçar o insultuoso pelos líderes dos grupos parlamentares do PSD e do CDS.


Um primeiro-ministro de um Governo com mandato da casa da democracia – o Parlamento, para Governar, é um "primeiro-ministro vírgula", em tom insultuoso e várias vezes repetido, mostrando um total desrespeito pelo voto dos cidadãos e, na maioria dos casos, uma absoluta ignorância sobre o funcionamento do sistema parlamentar constitucional português pelos deputados eleitos pelo PSD e CDS.


Manter-se em silêncio e não aplaudir de pé o discurso da tomada de posse do Presidente oriundo do espaço político da direita, antes achincalhado pela direita e pela direita à direita da direita, com direito a alínea e tudo [!] na moção que a actual liderança do PSD levou a congresso, como exemplo do Presidente que, em caso algum devia ser Presidente, é crime de traição à Pátria no palmómetro partidário da direita ex-liberal-actual-social-democracia-sempre-e-Estado-social, e no spin dos paineleiros-comentadeiros televisivos arregimentados. Sim senhor.

 

 

 

 

||| O esquerdalho que antes de ser cata-vento foi do reviralho

por josé simões, em 11.01.16

 

cinto mocidade portuguesa.jpg

 

 

Por causa stôra de esquerda que o doutrinou e o livrou de andar com um S de Salazar como fivela de cinto nuns calções de caqui e que, decisivamente, contribuiu para que mais tarde o filho do ministro do Ultramar de Salazar e afilhado do Comissário Nacional da Mocidade Portuguesa se recusasse a combater na Guerra Colonial – Guerra do Ultramar [riscar o que não interessar] engrossando o número dos então refractários do reviralho traidores à Pátria, só absolvidos com a revolução de Abril de 1974.


«Marcelo assume-se candidato da "esquerda da direita"»


[Imagem]

 

 

 

 

||| "Sentido de Estado" e direitinh[a]o que nem um fuso

por josé simões, em 02.01.16

 

Sem título.png

 

 

Sem perceber que, onde isso aconteceu, as Frentes Nacionais e outros fascismos ocuparam o espaço. "Sentido de Estado" e direitinh[a]o que nem um fuso, o leque é grande e vai desde Cavaco Silva aos homenzinhos responsáveis da UGT, de Paulo Portas a António José Seguro, passando por Maria de Belém Roseira, Pedro Mota Soares ou Francisco Assis e um poster de Tony Blair na parede do gabinete.

 

 

 

 

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 30.11.15

 

clown.jpg

 

 

O homem que gastou o último mês da sua vida a arregimentar tropas numa cruzada contra um Governo do Partido Socialista suportado por uma maioria de esquerda no Parlamento.


«O eurodeputado socialista Francisco Assis defendeu hoje que só a candidata à presidência Maria de Belém pode unir toda a esquerda [...


[Imagem]

 

 

 

 

||| É uma questão de cultura, política. Ou de pequenino é que se torce o destino

por josé simões, em 22.11.15

 

today.jpg

 

 

"Eu não estive na Fonte Luminosa, mas estiveram os meus pais por mim. Não tinha idade suficiente para compreender o que estava em causa".


Eu sempre estive em todo o lado, e os meus pais comigo, porque sempre tive "idade suficiente para começar a compreender o que estava em causa". E a minha filha também sempre esteve em todo o lado comigo, a começar logo aos 6 anos nas manifs por Timor, porque também sempre teve "idade suficiente para começar a compreender o que estava em causa". E uns anos mais tarde o meu filho, nas descidas da Avenida no dia 25 de Abril ou, ainda em carrinho de bebé, na primeira gay pride que houve em Lisboa, quando só quem ia eram os paneleiros e as fufas, a maioria de cara tapada, porque também sempre teve "idade suficiente para começar a compreender o que estava em causa". E a "idade para suficiente para compreender o que está em causa" é como a idade suficiente para começar a andar ou a falar. É a diferença entre a cultura política de esquerda e a cultura política de direita. Depois admiram-se.


[Imagem]

 

 

 

 

||| 15 dias

por josé simões, em 30.10.15

 

Paul McMahon, “Have a Nice Day,” 1977, printed

 

 

O que estes 15 dias nos mostraram não foi a esquerda radical a entrar na marcha do arco e balão da governação 40 anos depois do 25 Novembro de 1975. O que estes 15 dias nos revelaram foi a verdadeira face, a face anti-democrática da direita radical, escondida em 40 anos a contar do 25 de Novembro.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Tão simples quanto isto

por josé simões, em 21.09.15

 

pencil.jpg

«Lembro-me de um proeminente político social-democrata que tinha orgulho em saber de cor todas as regras do Tratado Europeu. Ninguém questionou se as regras faziam sentido.»


[Imagem]

 

 

 

 

||| Magia

por josé simões, em 20.08.15

 

ilusionismo.jpg

 

 

E, em menos de um fósforo, passámos do "a esquerda, com o PS à cabeça, não sabe fazer contas" para o "as contas não interessam para nada, são tretas da esquerda, com o PS à cabeça" com a nuance ensaiada do "para que servem as contas se ninguém sabe como foram feitas?" e isto não tem resposta económica nem tampouco política, tem resposta humorística, a linguagem acessível que o eleitorado anónimo entende. Assim a esquerda, com o PS à cabeça, o percebam.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

||| Já paravam com isto

por josé simões, em 08.08.15

 

ferreira leite cavaco silva.jpg

 

 

Gente de esquerda que se esqueceu de Manuela Ferreira Leite ministra da Educação. Gente de esquerda que se esqueceu de Manuela Ferreira Leite ministra das Finanças. Gente de esquerda que se esqueceu de Manuela Ferreira Leite líder do PSD.


Gente de esquerda com fraca memória.

Gente de esquerda que não se dá ao respeito.
Gente de esquerda com falta de respeito por si própria.


Já paravam com isto, do Manuela Ferreira Leite disse. Ou vale tudo, na base do inimigo do meu inimigo meu amigo é?


Gente de esquerda que já esqueceu de que Manuela Ferreira Leite vota no PSD porque não é o nome do líder que vem no boletim de voto. Pedro Santana Lopes, outro que tal, não se deve ter esquecido disso.


[Imagem]

 

 

 

 

||| O estado da esquerda [III]

por josé simões, em 06.05.15

 

Natalie Krim.jpg

 

 

Há alguma espécie de empresário Jorge Mendes que coloca e distribui os paineleiros comentadeiros profissionais do fait-divers da política pelos vários canais de televisão entre o cabo e o sinal aberto a troco de uma comissão sobre as avenças recebidas?


[Imagem]


O estado da esquerda, [I] e [II]

 

 

 

 

||| “Porque é que todos os humoristas da rádio e da televisão são de esquerda?” [*]

por josé simões, em 05.05.15

 

 

 

«Passos conta que Portas se demitiu por sms na crise de 2013»


«[...] os centristas parecem não querer estragar o ambiente da coligação, formalizada há dez dias»


"Eu só escreverei as minhas memórias após março de 2016!"


«Sociais-democratas vão levar esta quarta-feira à comissão de Orçamento e Finanças uma proposta para que o documento dos economistas do PS possa ser avaliado pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental»


«Preocupado com a imagem de Portugal» Rui Machete comenta a greve na TAP no... Brasil.


[*] Vamos reformular a pergunta?