Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 27.03.15

 

crock.jpg

 

 

Ao dar de caras com a lista dos deputados do partido unipessoal do vice-primeiro-ministro que dá pelo nome de CDS-PauloPortas e que hoje na casa da democracia votaram contra «o voto de protesto apresentado pelos deputados do Bloco de Esquerda pela perseguição de que é alvo o jornalista Rafael Marques em Angola, alvo de 24 processos de difamação caluniosa pelo seu livro "Diamantes de Sangue - Corrupção e Tortura em Angola", onde denuncia flagrantes violações de direitos humanos na região do Cuango, onde as populações são mantidas em condições de quase escravatura, sendo alegadamente torturadas, assassinadas, roubadas e impedidas de manter quaisquer actividades de auto-subsistência» não posso deixar de recordar o então amigo do coração do carniceiro-genocída, ex-colaborador da polícia política do colonialismo salazarista e aliado da África do Sul do apartheid, Jonas Savimbi, em 24 de Fevereiro do ano da graça de 2002: «Haja pudor e decência», pediu Portas, criticando os que, este domingo, vão receber o presidente de Angola como se fosse um democrata, e como se não fosse o mandante de um crime e não dirigisse um país onde os dirigentes gozam de opulência, luxo e riqueza enquanto o povo está entregue à fome e à miséria».


Não ter a puta da vergonha na cara é isto.


[Imagem]

 

 

 

 

|| Constituição da República Portuguesa, Artigo 37.º - Liberdade de expressão e informação

por josé simões, em 08.03.13

 

 

 

Compreendo que faça muuuuuita confusão aos excelentíssimos senhores generais angolanos – contra o colonialismo e abaixo o imperialismo sempre sempre ao lado do povo – que haja países com uma constituição que garanta coisas tão banais como a liberdade de expressão e informação e que, coisa estranha, os habitantes desses países lhe tenham muita estima e lhe dêem muito valor, mas o que é que é que a gente há-de fazer? Deu muito trabalhinho e sofrimento, paciência…

 

[Ike & Tina Turner na imagem]