Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Resist

por josé simões, em 02.05.21

 

Kill-the-Bill-protest-in-London.jpg

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Dia do Trabalhador

por josé simões, em 01.05.21

 

 

 

 

 

O circo nunca acaba

por josé simões, em 04.05.20

 

1 (52).jpg

 

 

Marcelo, 71 anos de idade, ignorando o dever cívico do confinamento, depois de avisar as televisões desce alegremente o Chiado para ir às compras e para perorar sobre o distanciamento social na manif do 1.º de Maio.

 

[Imagem]

 

 

 

 

A favor: PS, PSD, BE, PAN e CDS

por josé simões, em 03.05.20

 

Decreto do Presidente da República n.º 20-A 2020.jpg

 

 

Portanto a CGTP, central sindical afecta ao partido que votou contra o prolongamento do estado de emergência - o PCP, organiza uma manif no Dia do Trabalhador com base no decreto presidencial aprovado no Parlamento com os votos a favor dos partidos que estavam contra a realização da manif. Confusos?

 

 

 

 

May Day

por josé simões, em 01.05.20

 

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

Dia do Trabalhador

por josé simões, em 01.05.20

 

 

 

 

 

Dia do Trabalhador

por josé simões, em 01.05.19

 

 

 

 

 

May Day

por josé simões, em 01.05.19

 

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

Dia do Trabalhador

por josé simões, em 01.05.18

 

 

 

 

 

Dia do Trabalhador

por josé simões, em 01.05.17

 

 

 

 

 

 

Dia do Trabalhador

por josé simões, em 01.05.17

 

setubalense.jpg

 

 

Na imagem a primeira página do trissemanário O Setubalense com o primeiro 1.º de Maio comemorado em liberdade.

 

 

 

 

 

||| Um ignorante

por josé simões, em 02.05.16

 

 

 

E que faz gosto em sê-lo. "Presidente do PSD não vê razões para celebrar 1º de Maio".


[Imagem de Luis Carregã]

 

 

 

 

||| A autocítica como um dos pilares fundamentais da Revolução Cultural de Mao

por josé simões, em 01.05.16

 

All are indebted to Chairman Mao and to the Commun

 

 

"Normalmente os membros do Governo gastam imenso tempo a desfazer ‘papões’ que ninguém criou a não ser o próprio Governo. Durante semanas o Governo faz chegar à comunicação social as informações mais dramáticas e depois aplica-se, nas semanas seguintes, a desmenti-las e acha que com isso ganhou imensa coisa"


O outro era a "reeducação pelo trabalho". Não remunerado. Não eram os manhosos do subsídio de desemprego nem os calaceiros do RSI mas o princípio é o mesmo. E o termo usado não era "papão" era "tigre de papel".


[Cartaz chinês de propaganda na imagem: "All are indebted to Chairman Mao and to the Communist Party"]

 

 

 

 

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 01.05.16

 

someone-erasing-drawing-human-brain.jpg

 

 

Na capital do Cavaquistão, se calhar em homenagem aos idos em que a UGT de Torres Couto erguia um cálice de Porto para celebrar com Cavaco Silva mais cortes em direitos em regalias, Carlos Silva reescreve a história dos últimos 5 anos com um delete ao consulado de João Proença. "Impostas" é o termo. A UGT nunca existiu.


"Enalteceu, a propósito, "a reversão de um conjunto de medidas [pelo actual Governo] que de uma forma muito liberal foram impostas nos últimos anos", como os cortes salariais, a valorização da concertação social e a reposição das 35 horas de trabalho semanal."


[Imagem]

 

 

 

 

||| Dia do Trabalhador

por josé simões, em 01.05.16

 

Diário de Lisboa.jpg