Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Dia da Raça

por josé simões, em 10.06.20

 

continente variante da varzea setúbal.jpg

 

 

[A imagem é minha]

 

 

 

 

A quarentena fica-te tão bem...

por josé simões, em 26.03.20

 

covid-19-doormats.jpg

 

 

Ver Marcelo, com ar de sonso e olhar vazio, a falar com três meses de antecedência das comemorações do dia de Portugal, este ano em modo Cavaco Silva no 5 de Outubro, à porta fechada, e ainda a perorar sobre o 10 de Junho de 2021, em como vai falar com o seu sucessor, caso não seja candidato, ou com ele próprio, caso seja reeleito, sem ninguém lhe ter perguntado nada e sem que alguém esteja a ponta de um chavelho minimamente preocupado com isso. Foram quatorze dias de sossego em que quase se ouvia cantar os passarinhos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Sair melhor que a encomenda

por josé simões, em 12.06.19

 

streetartfrankey.jpg

 

 

Marcelo queria dizer coisas [é mais forte que ele] mas como não podia dizer as coisas que queria dizer industriou o Tavares para dizer o que ele, o Marcelo, não podia. Só que o Tavares padece do mesmo problema do Marcelo, tem de dizer coisas, em vox pop "tem gosto o burro em ouvir o seu zurro", também é mais forte do que ele e além disso é pago para dizer e se não disser é esquecido e deixa de poder dizer, ou passa a dizer anonimamente, o que vai dar no mesmo, e deixa de receber, a tal da meritocracia. E, neste circulo vicioso do Tavares dizer coisas que o Marcelo diz mas que não pode dizer, alguma vez o circuito havia de ser desmontado pela encomendado que saiu melhor. Apanha-se mais depressa um Marcelo, ou um Tavares, para o caso tanto faz, que um coxo.

 

João Miguel Tavares: “Se eu fui o Éder deste 10 de Junho, o Presidente Marcelo foi o meu Fernando Santos”

 

[Imagem]

 

 

 

 

Ainda o Dia da Raça

por josé simões, em 11.06.19

 

The Use of Books, Matthias Hübner and Brad Downey.jpg

 

 

Há uma coisa que não percebi no discurso do "mérito" do Comissário para o Dia da Raça: João Miguel Tavares acredita genuinamente que chegou onde chegou pelo mérito, que o "amiguismo lisboeta" não teve nem tem nada a ver com isso, ou só nos está a atirar areia para os olhos?

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Dia da Raça

por josé simões, em 10.06.19

 

tavares.jpg

 

 

Há um país que acha que o país que lhe deu a possibilidade de ser o que é  devia ser feito à sua imagem e semelhança. E di-lo. Pior ainda, di-lo constantemente e repete-se constantemente a dizê-lo. É a raça deles.

 

 

 

 

Dia de Portugal

por josé simões, em 10.06.19

 

Official Map Pointz Project.jpg

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

por josé simões, em 10.06.18

 

banco-angola-50-escudos-camoes.jpg

 

 

 

 

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

por josé simões, em 10.06.17

 

x.jpg

 

 

 

 

 

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

por josé simões, em 10.06.16

 

cartão de crédito.jpg

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| Mito urbano

por josé simões, em 10.06.15

 

UFO.jpg

 

 

«nunca vendi ilusões ou promessas falsas aos portugueses»


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

||| Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

por josé simões, em 10.06.15

 

China-Flag-.jpg

 

 

 

 

 

||| O Dia da Raça [deles]

por josé simões, em 08.06.15

 

Ordem_do_Infante_D_Henrique.jpg

 

 

Nuno Gama, estilista, na «Comissão de Honra da Candidatura à Presidência da República do Professor Aníbal Cavaco Silva», apresentada no dia 27 de Outubro no Porto, aquando do lançamento do Manifesto "As minhas ambições para Portugal".»

 

«Condecorações atribuídas pelo Presidente da República na Sessão Solene comemorativa do 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, em Lamego:


Ordens Nacionais


Nuno Gama, estilistaOrdem do Infante D. Henrique [Comendador]»


[Imagem]

 

 

 

 

||| A minha Pátria é o negócio da televisão do militante n.º1

por josé simões, em 04.06.15

 

Trent Parke-Magnum Photos.jpg

 

 

«O Brasil está também representado nas condecorações deste ano, com Roberto Irineu Marinho, presidente da Globo a receber a Grande-oficial.»


[Imagem de Trent Parke/ Magnum Photos]

 

 

 

 

|| O dia da raça deles

por josé simões, em 10.06.12

 

 

 

As comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas [e do Reino dos Alarves daquém mar] primaram este ano pela originalidade. Tivemos um discurso inteligente e um discurso modo reportagem sobre as cheias no Reguengo do Alviela ou sobre a neve na Serra de Estrela, está sempre actual, é só uma questão de acertar a data e ter cuidado para a película não ficar sépia, dá trabalho aos decifradores de hieróglifos de serviço e, acima de tudo, ocupa tempo televisivo até entrar o bloco publicitário. A que horas é que começa o futebol?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Um milhão de palavras

por josé simões, em 11.06.11

 

 

 

Os olhos que vêem. São os de José Sócrates que ficou na fotografia. São os de Pedro Passos Coelho que está por detrás da objectiva. Podia ter sido ele a tirar a foto. Não são os de Manuela Ferreira Leite. Não ousa sequer olhar, olhos nos olhos, o suserano na hora da saída do manso senhorial. São os de Cavaco Silva numa, e só numa direcção. Cada coisa a seu tempo, o seu tempo para cada coisa. Os olhos que vêem são os nossos. No dia de Portugal o sumário de mais de 30 anos da nossa história recente. Uma imagem vale um milhão de palavras. Missão cumprida.