Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Viva a Liberdade!

por josé simões, em 28.01.23

 

The_Forgotten_Prisoners_-_The_Observer_Newspaper_2

 

 

"Hoje presente em quase todos os países do mundo, a Amnistia Internacional (AI) foi fundada em 1961 pelo advogado britânico Peter Benenson. Inspirado pelo caso de dois estudantes portugueses presos por brindarem em público à liberdade, publicou o artigo "Os Prisioneiros Esquecidos" no jornal "The Observer""

 

Cuba Gritar "¡Libertad!" es un agravante para el tribunal que condenó por sedición a nueve cubanos del 11J. La Fiscalía acusó a los manifestantes de "alterar tumultuariamente el orden y la disciplina social"

 

 

 

 

O estado disto tudo

por josé simões, em 19.01.23

 

evidence.jpg

 

 

Os recentes casos a envolverem autarcas, ex-autarcas, secretários de Estado, ministros, políticos e empresários avulso, são a resposta, com um desenho, às duas perguntas que todos nós já colocámos uma vez na vida:

 

- Como é que aquele borra-botas, que não tem onde cair morto, todos os anos troca de topo de gama, vai passar férias ao fim do mundo, e janta em restaurantes que servem miniaturas ao preço do salário mínimo nacional?

 

- Como é que é possível tamanho atentado urbanístico e ambiental em zona histórica, em zona de reserva ecológica; quem é que autorizou a construção de semelhantes cagalhões arquitectónicos?

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"É tudo farinha do mesmo saco"

por josé simões, em 13.01.23

 

MickeyHitler.jpg

 

 

A vergonha e o pudor, daqueles que ainda o têm, pela previsível reacção da generalidade das pessoas que se pautam pela boa educação e formação, que não lhes permite assumir que, sim senhor, o ataque à casa da democracia em Brasília, pela horda de alucinados telecomandada à distância via WhatsApp e Telegram, foi uma coisa bonita de se ver, e que têm razão de sobra por se terem mal comportado daquela maneira, leva-os a equivaler quem luta por mais democracia e direitos com os outros, os que querem acabar com a democracia e classificam os direitos humanos como "esterco da vagabundagem". Esta manobra já tinha sido ensaiada por Trump, presidente, na defesa dos gangues Proud Boys e fanáticos MAGA nos confrontos com o movimento Black Lives Matter e  nos ataques às comunidades LGBT, e pelos minions de Bolsonaro, "ah e tal, as pessoas têm razões para o descontentamento". As redes estão pejadas destes sonsos, mais militantes ou apoiantes do Iniciativa Liberal que do partido da taberna, e vão todos beber a doutrina nas páginas do diário da direita radical, o online Observador. Curiosamente alguns actuais colunistas das falsas equivalências, do "é tudo farinha do mesmo saco, estiveram nas elegias, brochuras e demais literatura pulp, com a capa de ensaio político e sociológico, sobre o fabuloso destino de Trump na América dominada pela esquerda woke e da ideologia de género.   

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 19.12.22

 

Yuri Rybchinsky.png

 

 

Camaradas do maior bando de trolls no Twitter, logo a seguir aos ilusionistas liberais e aos adeptos do Foculporto - o PCP, a queixarem-se de atentado à democracia e liberdade de expressão, por contas temporariamente suspensas com a nova política de Elon Musk para a plataforma, eles, que todos os 26 de Dezembro lamentam o fim da URSS, essa pátria da democracia e da liberdade de expressão.
 
[Link na imagem]
 
 
 
 

"o que se impunha era o aperfeiçoamento do socialismo"

por josé simões, em 01.09.22

 

Post-Soviet visual. Magnetic Dress Up Lenin.jpg

 

 

"o que se impunha era o aperfeiçoamento do socialismo". Acabar com a polícia política, libertar os presos políticos e de delito de opinião; legalizar os sindicatos e instituir o direito à greve e à manifestação; autorizar o direito de associação; instituir o multipartidarismo e promover uma democracia parlamentar constitucional; autorizar a livre circulação de pessoas e bens entre repúblicas e para o estrangeiro. Não se sabe, nunca esclarecem, fazem lembrar a direita quando vem com a lengalenga das reformas necessárias. 

 

[Link na imagem "Magnetic Dress Up Lenin"]

 

 

 

 

O ataque à democracia

por josé simões, em 11.07.22

 

hitler mickey.jpg

 

 

Não é nenhum burro e muito menos um matacão, é licenciado em Direito, com 19 valores, e doutorado em Direito Público, sabe antecipadamente que os projectos que insiste em submeter a discussão serão vetados por manifesta inconstitucionalidade, mas insiste e insiste e insiste e voltará a insistir. O paladino da verdade e da justiça, interprete do sentir do povo, contra a corrupção e a imoralidade. Intruja e charlatão que é joga com a genuína indignação da iliteracia jurídica dos pobres de espírito, aqueles que acreditam piamente naquilo que apregoa. É um jogo jogado em duas frentes, a sua, a do conteúdo para atingir a forma, a dos aios e escudeiros, apenas meia dúzia de degraus acima da turba na capacidade de raciocínio e interpretação, mascarados de intelectualidade no chorrilho de salamaleques de escrita, no ataque à forma para destruírem o conteúdo.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

"por causa da intensificação da escalada belicista dos Estados Unidos, da NATO e da União Europeia" *

por josé simões, em 07.06.22

 

1920px-Flag_of_the_Kazakh_Soviet_Socialist_Republic.svg.png

 

 

A ex-República Socialista Soviética do Cazaquistão [link na imagem] decidiu, por referendo, a reforma da Constituição. Retirar poder ao chefe de Estado, perda do cargo honorário de "pai da nação" pelo antigo presidente, pôr fim à era "super-presidencial" do ex-Presidente Nursultan Nazarbaiev e dos seus apoiantes políticos, no poder há mais de 30 anos, abrir caminho para a democratização, permitir a cada cidadão participar directamente nas decisões e no futuro do país, limitar a autoridade do Presidente, fortalecer a defesa dos direitos humanos, restabelecer o Tribunal Constitucional e abrir caminho para a abolição da pena de morte. Uma democracia de tipo ocidental, resumidamente.

 

Segundo o Presidente Tokaiev, a revisão constitucional visa abolir o actual regime "super-presidencial", há muito marcado pelo culto da personalidade de Nursultan Nazarbaiev, numa votação convocada pelo Presidente, após violentas manifestações no país, em Janeiro deste ano, que fizeram mais de 230 mortos.

 

Nas cenas dos próximos capítulos, o fascismo russo, por Vladimir Putin, vai fomentar uma república separatista qualquer, inventar um pretexto para intervir militarmente no país, e o partido político que em Portugal veste a roupa de defesa da constituição, da democracia representativa, e da recusa do culto da personalidade, vai afiançar que as violentas manifestações no Cazaquistão, que levaram à realização do referendo, foram orquestradas pelos 'amaricanos' e pela CIA, e que tudo isto se enquadra na "intensificação da escalada belicista dos Estados Unidos, da NATO e da União Europeia" e que é preciso respeitar a carta da ONU e a Acta Final de Helsínquia, aquela que consigna o direito dos estados escolherem as alianças que querem ou não integrar e o direito dos povos à auto-determinação e independência. Sonsice.

 

[Título do post]

 

 

 

 

Os donos da democracia

por josé simões, em 31.05.22

 

o grande ditador.JPG

 

 

Orbán, o homem de mão de Putin dentro da União Europeia, crescido e engordado pelo Partido Popular Europeu, da direita dona da democracia. Anos a fio com o comunismo, Cuba e a Venezuela, o esquerdismo e o 25 de Novembro, o totalitarismo comunista, rebéubéu pardais ao ninho, enquanto engordavam Orbán. Agora estamos reféns do Putin, pelas posições do camarada húngaro, e os donos da democracia nem um pio.

 

Anos a fio com a independência da magistratura, a separação dos poderes, o primado do direito e o respeito pelos direitos humanos, enquanto na Hungria, mesmo debaixo dos doutos e democráticos narizes, Orbán limpava o rabo a isso tudo e ainda à independência da comunicação social, para agora se ensaiar dentro de portas uma "via GOP" na tomada por dentro do Constitucional, com a indicação, pelos pares da direita dona da democracia, de um fanático que defende a punição do mensageiro - a comunicação social, no caso de fugas ao segredo de justiça, e cita como fonte científica experiências levadas a cabo pelos nazis em campos de concentração, tudo isto explicável e desculpável ao abrigo do princípio da "liberdade de expressão".

 

A direita, dona da democracia, tem um problema com a democracia.

 

 

 

 

Um partido de gente honesta

por josé simões, em 31.05.22

 

Sem Título.png

 

 

Um ex-deputado do partido que celebra Cuba, lamenta o fim da União Soviética e a queda do Muro de Berlim, não sabe se a dinastia norte-coreana é ou não uma democracia, e que no projecto de teses ao XVIII congresso escreve preto no branco "importante realidade do quadro internacional, nomeadamente pelo seu papel de resistência à 'nova ordem' imperialista, são os países que definem como orientação e objectivo a construção duma sociedade socialista - Cuba, China, Vietname, Laos e R.D.P. da Coreia". Viva então a República, 'camarada' António Filipe.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

5 anos

por josé simões, em 25.04.22

 

macron.jpeg

 

 

A contar de agora são 5 os anos que faltam para aparecer um candidato democrata capaz de impedir a vitória da extrema-direita não próximas eleições presidenciais. Cinco anos.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

25 de Abril sempre

por josé simões, em 23.03.22

 

25A.jpg

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Jogar o jogo da democracia

por josé simões, em 03.02.22

 

Franz Sedlacek.jpg

 

 

Um partido pejado de genuínos e convictos anti-democratas invoca a democracia para pressionar e condicionar o voto democrático de deputados eleitos em eleições livres e democráticas, as mesmas que permitem a eleição de genuínos e convictos anti-democratas cujo fim último é acabar com a democracia.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Da democracia na América

por josé simões, em 12.11.21

 

white power.jpg

 

 

Fifty Republican senators (and a couple of centrist Democrats) have been able to thwart most of Biden's legislative agenda, even though Democratic senators represent 41 million more Americans. The Supreme Court can block many of his executive actions, even though a majority of those justices were appointed by Republican presidents who came to office after losing the popular vote and were confirmed by senators representing a minority of the population.⁠⠀
⁠⠀

 

And more than 50 million Americans live in states like Wisconsin, where Republicans control the legislature despite getting fewer votes and will pass another round of gerrymandered maps and new restrictions on voting to entrench minority rule for the next decade.⁠⠀

 

This isn’t about which party wins elections, but whether democracy itself survives

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Noções Elementares de Democracia

por josé simões, em 25.08.21

 

 

 

Qualquer ser que apareça como o salvador da pátria é mau para a democracia, porque a democracia salva-se em conjunto com todos os actores do sistema democrático. Não é uma personagem que salva a democracia, porque isso cheira a outra coisa. Eu não quero ser essa pessoa.

 

 

 

 

Eles andam aí...

por josé simões, em 10.06.21

 

francisco mota.jpg

 

 

Francisco Mota, conselheiro nacional do CDS, ex líder da Juventude Popular, candidato a vereador na Câmara de Braga por abaixo-assinado, no Facebook apela a um golpe de Estado que ponha fim ao regime democrático.