Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

A privatização das praias?

por josé simões, em 09.05.20

 

Coney-Island-1948-color-beach.jpg

 

 

Os concessionários de praias querem o aumento das áreas por causa das restrições Covid-19, áreas já exageradamente grandes em tempos de normalidade, comparativamente com, por exemplo, Espanha, aqui mesmo ao lado, com a vantagem da oferta na hotelaria, restauração, património cultural e histórico, ser muito mais barata que a nacional e onde, ao contrário da norma portuguesa, é permitido abrir chapéu de sol no areal frente à concessão. Muito bem, mas... e as pessoas da toalha e do chapéu de sol? As pessoas do "vai para fora cá dentro", sendo que "o vai para fora cá dentro" são as praias à porta de casa? Pessoas para quem as férias de verão mais exóticas foram uma ida de Setúbal à Praia da Rocha? Se isto não o princípio da privatização das praias...

 

[Imagem]

 

 

 

 

|| Cenas dos próximos capítulos

por josé simões, em 24.05.10

 

 

 

 

Por causa da irresponsabilidade de meia dúzia vai o Estado, que é como quem diz o contribuinte, pagar a vigilância das praias para que meia dúzia, que é como quem diz os concessionários, continuem a ter lucros fabulosos com os preços hiper-inflacionados e mais aluguer de toldos, barracas, sombrinhas, gaivotas e barcos a remos, em "estabelecimentos comerciais" instalados em terreno propriedade comum, na maioria das vezes ocupado ilegalmente há “buéeeees”, e de onde nunca mais saem por via dos direitos adquiridos. Oxalá me engane.

 

(Imagem de autor desconhecido)