Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O pantomineiro encartado e o jornalismo de qualidade

por josé simões, em 02.04.18

 

naperon.jpg

 

 

"O Governo aumentou a carga fiscal indirecta, por exemplo, uma pessoa vai ao restaurante e não se apercebe que paga o IVA". Que baixou precisamente na restauração. E Clara de Sousa calada.

 

Sem que ninguém no PSD de Rui Rio lhe dê a ponta de um chavelho de importância e sem que ninguém no Governo da 'Geringonça' lhe chibe aos ouvidos o "exclusivo" para a avença semanal que tem na televisão do militante n.º 1, Marques Mendes, reduzido à sua insignificância, limita-se a fazer o que melhor sabe: inventar, truncar, desinformar. Era dia 1 de Abril.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Jornalismo de qualidade

por josé simões, em 09.01.18

 

Dan Lydersen.jpg

 

 

Jornalismo de qualidade foi ver Clara de Sousa, sem nunca alterar o tom de voz nem desencostar as costas da cadeira, com meia dúzia de perguntas desmontar um saco de vento e anular o seu ponto forte - jogar com as palavras e enrolar conversa, de modo a fazê-lo sentir-se acossado e a reagir irritadíssimo, perder a compostura e andar literalmente à nora atrás do prejuízo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Jornalismo rasca

por josé simões, em 25.07.17

 

SIC Notícias.jpg

 

 

[Clicar na imagem].

Sábado o dia todo, domingo o dia todo, segunda-feira o dia todo, todo o santo dia à roda de uma suposta notícia na primeira página do Expresso de sexta-feira à meia-noite. A todas as horas certas em todos os telejornais "segundo o Expresso", "segundo o Expresso", "segundo o Expresso", "as listas que circulam nas redes sociais", "uma empresária que fez uma investigação". O verdadeiro jornalismo rasca neste momento tem casa no Expresso e na SIC e SIC Notícias, já que o Correio da Manha não tem pretensões a "jornalismo de referência".

 

[Gravação]

 

 

 

 

 

||| O maior da História recente de Portugal

por josé simões, em 15.07.15

 

human snot.jpg

 

Não é o Pedro Passos Coelho mentir, despudorada e continuamente, com quantos dentes tem na boca que impressiona. Não. O que impressiona é, na era da net e do Google, com os links que desmentem e confirmam à distância de um click, numa fracção de segundo com milhares de respostas, na era do Twitter, do Facebook, do Instagram, do Google Plus, do... , onde em menos de um fósforo a novidade se espalha literalmente pelo mundo inteiro, Pedro Passos Coelho continuar a mentir despudora, continua e compulsivamente, sem emenda. Pimenta na língua.


[Imagem]

 

 

 

 

||| #PorAcasoFoiIdeiaMinha

por josé simões, em 14.07.15

 

catroga.jpeg

 

 

"As contas estavam mal feitas e não fui eu que as fiz"


«[...] a negociação do programa de ajuda externa a Portugal "foi essencialmente influenciada" pelo PSD e resultou em medidas melhores e que vão mais fundo do que o chamado PEC IV»

 

 

 

 

|| Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo

por josé simões, em 13.09.13

 

 

 

A trafulhice "cheque-ensino" foi desmascarada logo nos primeiros minutos da entrevista ao ministro da Educação quando Clara de Sousa, inteligentemente, o confrontou com o caso [reportagem que antecedeu a entrevista] de um casal, aparentemente classe média alta, com 3 filhas, duas na escola pública, a terceira, a mais nova, num colégio privado por não haver vaga na primeira opção de escolha dos pais, a escola pública a 50 metros de casa, e obteve como resposta de Nuno Crato, sem se aperceber da evidente contradição, que com o cheque-ensino isso não vai acontecer porque permite aos pais escolher a escola que querem para os filhos.

 

Permite às escolas escolher os filhos dos pais que querem, à parte da engorda da conta bancária dos proprietários e/ ou accionistas.

 

[Imagem]