Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não explica tudo (*)

por josé simões, em 21.01.08

 

(*) mas ajuda a perceber:
 
José Sócrates inaugurou a nova biblioteca de Viana do Castelo projectada por Álvaro Siza Vieira. Aos jornalistas o Primeiro-ministro disse que cresceu a ouvir dizer da boca do pai – arquitecto – que, a arquitectura “era a chave para todos os problemas da humanidade”, e que na altura as palavras do progenitor lhe soavam como “uma visão totalitária do mundo”.
 
“Só as cidades mais bonitas, atraentes e com qualidade de vida é que têm dinamismo económico capaz de fazer progredir o país”; Sócrates dixit.
 
É impressão minha, ou isto está tudo ligado? Cidades novas, bonitas e atraentes; homens novos, saudáveis, sem vícios e adeptos do “mente sã em corpo são”.
 
Podia começar para aqui a dissertar sobre a arquitectura de Siza Vieira; fechada, linear, fria e despida de sentimento. Sobra a nova China, o seu novo homem e a suas novas cidades, construídas sobre os escombros das milenares, entretanto arrasadas.
Ou sobre a visão arquitectónica de Alber Speer e o seu papel no Reich.
 
Valem mais estas pequenas coisas que as reportagens nos Expressos e nas Visões, com fotos e tudo, sobre a infância e a intimidade do nosso Primeiro. Ai não que não valem!
 
(Foto de Craig Persel)