Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Propaganda vs. Realidade, Realidade vs. Propaganda

por josé simões, em 29.11.22

 

mix 2.jpg

 

 

Poster chinês de propaganda em 1976 versus primeira página do francês La Croix em Novembro de 2022, com imagem dos protestos de rua contra a política "covid zero" do governo chinês.

 

 

 

 

Covid oppression

por josé simões, em 29.11.22

 

vasco gargalo.jpg

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O Grande Espalhanço em Frente

por josé simões, em 24.11.22

 

China-Mao.jpg

 

 

Curioso que num partido que não era chinês, isso era coisa dos eme erres pê pês e dos eme-eles, avulso ou atacado, o novel secretário-geral recorrer do mesmo argumento que a direita radical e liberal recorre para elogiar a globalização capitalista, "a globalização capitalista veio tirar milhões da miséria", falso, meteu os miseráveis globalizados ao nível dos miseráveis globalizadores, versus "a China acabou com a fome", também depois dos milhões de vítimas do Grande Salto em Frente era o que mais faltava, logo a supressão do direito à greve e do sindicalismo livre é um mal menor e até aceitável. "És liberal e não sabias" ou, como dizem os 'amaricanos', what a time to be alive, os liberais que andam em polvorosa nas redes a espalhar o clip, "estão a ver? é mais do mesmo, um ditadorzeco em potência" sem se darem conta de que a base argumentativa é a mesma.

 

[Link na imagem]

 

Depois de Bernardino com a democracia na Coreia, da Rato com o desconhecimento do Gulag, o operário Raimundo com o Grande Espalhanço em Frente.

 

 

 

 

Um senhor imbróglio

por josé simões, em 23.11.22

 

papeis.jpg

 

 

De cada, e de todas as vezes, que há um assomo de protesto, revolta, contestação ao poder instituído nos "países que definem como orientação e objectivo a construção duma sociedade socialista - Cuba, China, Vietname, Laos e R.D.P. da Coreia, pelo seu papel de resistência à 'nova ordem' imperialista", e até mesmo na Arménia ou na Bielorrússia ou na Ucrânia, ficamos a saber, à quinta-feira no "a verdade a que temos direito", da mãozinha da CIA e do imperialismo 'amaricano' a manobrar atrás do arbusto, que no paraíso na terra não há razões para reviralhos, por oposição ao protesto, revolta, contestação ao poder instituído, em zonas do globo como a Palestina ou o Saara ocidental, aí sim, genuíno protesto de massas, de geração espontânea nas ruas e nas fábricas. O que nos transporta para os protestos na fábrica da iPhone em Zhengzhou, China, com a polícia a carregar indiscriminadamente sobre os trabalhadores, manobrados pela CIA e pelo imperialismo 'amaricano', mas por outro lado é o iPhone, o símbolo máximo do imperialismo 'amaricano'. E isto é um senhor imbróglio, não para os chineses, nem para a iPhone, que são muito mais práticos e pragmáticos a lidar com estas minudências, segundo o ponto de vista do capitalismo imperialista, claro, mas para quem constrói narrativas, teses ao congresso, e atribui cédulas de protesto genuíno aos povos, de forma a construírem uma realidade onde encaixar a ideologia e a peculiar visão do mundo.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

A coreografia ensaiada

por josé simões, em 24.10.22

 

Thomas Peter - Reuters.jpg

 

 

Três dias passados e continuam com "o que é que aconteceu, que coisa foi aquela no congresso do Parido Comunista Chinês?". Se o camarada Hu Jintao podia ter sido impedido de se sentar na tribuna antes da abertura da sessão, tirar a respectiva cadeira, compor o cenário, evitar toda a coreografia que se lhe seguiu, alegando posteriormente que a sua ausência se deveu a inesperados problemas de saúde? Podia, mas não era a mesma coisa, não tinha o mesmo efeito coreográfico. O que o camarada Xi quis passar para o mundo e para dentro do comité central, não obrigatoriamente por esta ordem e já que as imagens não passaram oficialmente dentro de portas, foi que quem manda ali é ele, que não restem quaisquer dúvidas, e que até se pode dar ao luxo de humilhar publicamente um camarada com provas dadas, ex secretário-geral do partido e ex presidente do país, um pouco à imagem do que acontecia com a exposição dos elementos "contra-revolucionários" e "desvios de direita" nas praças públicas pelos Guardas Vermelhos durante a Revolução Cultural, foi um aviso por antecipação. Voltando ao início, três dias passados e continuam com "o que é que aconteceu, que coisa foi aquela no congresso do Parido Comunista Chinês?" e quer-me parecer que vão continuar por muito mais tempo, para grande frustração do camarada Xi que nem com um desenho lhes conseguiu explicar.

 

[Link na imagem "Attendants serve tea for the delegates before the opening ceremony. Thomas Peter/Reuters" ]

 

 

 

 

Chancellor Adam Sutler

por josé simões, em 17.10.22

 

1.jpg

 

 

2.jpg

 

 

3.jpg

 

 

4.jpg

 

 

The Chinese Communist Party’s 20th Congress

 

[Link nas imagens]

 

 

 

 

"It's, oh, so quiet, shhhh, shhhh"

por josé simões, em 07.09.22

 

This photo taken on September 2, 2022, shows peopl

 

 

This photo taken on September 2, 2022, shows people sitting on a section of dry riverbed along the Yangtze River in Wuhan in China's central Hubei province. AFP/ Getty

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Till Death Do Us Part

por josé simões, em 19.08.22

 

Thomas Peter - Reuters.jpg

 

 

A woman in a wedding dress walks on the dried-up riverbed of the Jialing river, a tributary of the Yangtze, that is approaching record-low water levels in Chongqing, China, August 18. Reuters/ Thomas Peter

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Life During Wartime

por josé simões, em 18.08.22

 

Reuters.jpg

 

 

Children play with sand near a Taiwan Navy supply ship at a beach on Nangan island of Matsu archipelago in Taiwan, August 16, 2022

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"É Deus convosco na unidade do Espírito Santo"

por josé simões, em 02.07.22

 

AP Photo-Mark Schiefelbein.jpeg

 

 

A woman wearing a face mask rides a bicycle past a large television screen at a shopping center displaying Chinese state television news coverage of Chinese President Xi Jinping's visit to Hong Kong in Beijing, Friday, July 1, 2022. AP Photo/ Mark Schiefelbein.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Maravilhas da globalização

por josé simões, em 29.06.22

 

Dead or Alive Allan Gilmore.jpg

 

 

Depois de descobrirmos, por causa de uma guerra, que metade da Europa dependente do gás e petróleo russos, vamos descobrir, fazendo votos que não seja também por uma guerra, que temos toda a produção deslocalizada.

O figurão que a Europa faz ao nível ambiental, no cumprimento das metas de descarbonização e na redução do consumo de plástico, para atirar à cara e fazer exigências aos outros, quando tem toda a produção instalada na China e no sudeste asiático. Maravilhas da globalização, que elevou os miseráveis asiáticos até ao nível dos pobres ocidentais.

 

CUMBRE DE LA OTAN
China intensifica la retórica contra la OTAN: "Si viene a por lana, saldrá trasquilada"

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Through the Barricades

por josé simões, em 01.06.22

 

Aly Song - Reuters.jpeg

 

 

A gate is blocked by a pile of bicycles from a bike-sharing service in Shanghai on May 13, 2022. Aly Song/ Reuters

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Leste - Oeste

por josé simões, em 14.02.22

 

zz.jpg

 

 

z.jpg

 

 

[Link nas imagens]

 

 

 

 

Kali

por josé simões, em 06.02.22

 

Susana Vera - Reuters.jpg

 

 

Athletes of Italy in action during training ahead of the 2022 Beijing Olympics at the National Speed Skating Oval in Beijing, China, February 2. Reuters/ Susana Vera.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Smile

por josé simões, em 20.07.21

 

AP Photo.jpg

 

 

[Link na imagem]