Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Entretanto em Londres

por josé simões, em 22.02.12

 

 

|| Welcome to reality

por josé simões, em 11.02.12

 

 

 

Há duas épocas, enquanto treinador do SC Braga, Domingos Paciência foi empurrado, jogo atrás de jogo, até à última jornada, para pressionar o SL Benfica por desistência do FC Porto.

 

A época passada foi André Villas-Boas, com intervenções preventivas e cirúrgicas sobre a concorrência logo nas primeiras 5 jornadas, levado ao colo até ao título.

 

Quer num caso quer noutro, começaram depois as equipas a ganhar ritmo, automatismos e confiança [e o inverso na exacta proporção com os adversários directos], e o resto vem por acréscimo ou, em futebolês, o futebol é mesmo assim.

 

Este ano, e sem "ajudas de custo", André Villas-Boas e Domingos Paciência, as next big thing do pontapé na bola lusitano, caíram na realidade. Temos pena.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| lol [premium slim]

por josé simões, em 06.10.11

 

 

 

Agora repitam sem rir

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

Barómetro

por josé simões, em 09.02.09

 

O Twitter como espelho da sede de sangue e da morbidez colectiva.

Cai a notícia que o Mandarin Oriental em Pequim estava a arder e todos os twittizens desatam a twittar furiosamente. Mas como não havia vítimas, foi sol de pouca dura, e assim como começou acabou. Virou-se tudo para o Chelsea e para Scolari. Ao menos sempre há um morto e alguns feridos…