Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Entretanto na Austrália...

por josé simões, em 21.10.19

 

1 (31).jpg

 

 

2 (31).jpg

 

 

3 (30).jpg

 

 

4 (23).jpg

 

 

5 (21).jpg

 

 

Jornais australianos "censuram" primeira página em protesto contra restrições à liberdade de imprensa

 

 

 

 

No país onde as mulheres já podem ir à bola

por josé simões, em 13.10.19

 

1-32.jpg

 

 

2-32.jpg

 

 

3-32.jpg

 

 

8-26.jpg

 

 

16-12.jpg

 

 

               Female Artists Are Being Completely Removed From Their Own Album Covers In Iran

 

 

 

 

Fascismo nunca mais!

por josé simões, em 08.09.19

 

folha s. paulo (1).jpg

 

 

Após visitar a feira e encontrar um romance gráfico em que dois heróis se beijam, prefeito mandou fiscais ao local em busca de materiais "impróprios" para crianças.

 

[Na imagem a resposta do Folha de S. Paulo na primeira página]

 

 

 

 

Entretanto em Varsóvia, Polónia...

por josé simões, em 01.05.19

 

1 (2).jpeg

 

 

2 (2).jpeg

 

 

3 (2).jpeg

 

 

4 (1).jpeg

 

 

5 (1).jpeg

 

 

A few hundred mostly young people jointly ate bananas outside Warsaw’s top national gallery on Monday to protest what they called censorship, after authorities removed artwork there featuring the fruit, saying it was improper.

 

 

 

 

Antisemitism my ass!

por josé simões, em 30.04.19

 

cartoon antonio.jpg

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

1984

por josé simões, em 21.02.19

 

WeAreWatchingYou_johntrashkowsky.jpg

 

 

A Internet tem de ser policiada para que a sua integridade seja garantida e não seja prejudicada por bots e trolls.

 

George Orwell a escrever a conta Twitter da Representação da Comissão Europeia em Portugal.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Fascismo nunca mais!

por josé simões, em 14.01.19

 

alvaro de campos.jpg

 

 

[A imagem é minha]

 

 

 

 

E parar para pensar?

por josé simões, em 01.03.18

 

FB.jpg

 

 

Porque é que as pessoas se sujeitam a estas coisas? Dito de outra maneira, o que eram as pessoas antes do Facebook e o que era o Facebook sem as pessoas? E parar para pensar [fora do algoritmo]?

 

Facebook censura escultura com 30 mil anos por ser "pornográfica"

 

 

 

 

A origem do mundo

por josé simões, em 06.02.18

 

facebook-on-trial-courbet-origin-of-the-world-paitning.jpg

 

 

The origin of the world – The work of Gustave Courbet and modern censorship

 

 

 

 

"França, Espanha e Portugal"

por josé simões, em 26.10.17

 

 

Se fosse "Itália, Espanha e Portugal", ou até mesmo incluir a Alemanha no rol, podíamos sempre argumentar que são os resquícios dos fascismos e a tradicional aversão à liberdade de expressão, no caso português, bastas vezes sancionada em última instância pelo Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. Com Vichy no molho a sobrepor-se à "Liberdade" caso ganha outros contornos, outra dimensão e outro perigo de contágio. Isto é grave e para levar a sério e merecedor de manif na Praça do Comércio.

 

The Internet is our greatest and most egalitarian public sphere: Never before was it possible for everyone to publish their creative works worldwide, at no cost, without seeking anyone’s approval. But some want to change that.

 

The open and participatory internet was made possible by laws that protect internet providers and online platforms from liability: It’s not the duty of platforms to monitor everything users do. It’s not their fault if users commit copyright infringement – as long as they promptly react when informed of any such occurrence.

 

Without these laws, there would be no YouTube and no SoundCloud today. For most of us, the internet would be more like cable TV: We could consume, but we couldn’t take part.

 

Documents leaked today by Statewatch expose: The governments of France, Spain and Portugal are pushing to redesign the web away from openness and towards the tight control of cable TV, where a few big companies get to say what goes on the air.

 

Um resumo em português:

 

A proposta de um filtro obrigatório "iria criar um sistema onde os cidadãos serão sujeitos a plataformas que bloqueiam o upload de conteúdo, mesmo quando é perfeitamente legal a utilização de conteúdos com direitos de autor", acusam 27 organizações numa carta conjunta.

 

Outro resumo em português:

 

Três associações portuguesas de defesa dos direitos digitais acusam governo português de querer restringir o acesso à Internet com a proposta de alteração da reforma Europeia de Direitos de Autor

 

 

 

 

Os agarrados

por josé simões, em 10.09.16

 

guardian.jpg

 

 

daily_telegraph.jpg

 

 

ft_uk.jpg

 

 

Quando 3 – três – 3 jornais, três referências do jornalismo escrito e da imprensa mundial, vêm os três no mesmo dia fazer primeira página com um acto de censura do big brother Facebook à icónica foto "A Menina do Napalm" - o apocalypse now tal e qual ele foi e que Copolla havia de passar para o grande ecrã e que valeu um Prémio Pulitzer ao foto jornalista Huynh Cong Ut, diz muito do nonsense que é a sociedade rede social globalizada neste início do séc. XXI, quando tudo se podia resolver com um simples acto de desprezo pelo login e um puro e simples deixar de frequentar aquele café virtual. Mas vá-se lá dizer isto à turba de arrumadores [virtuais de fotos e comentários] agarrados ao pó net.

 

 

 

 

 

 

Guardar

||| Europa, século XXI

por josé simões, em 27.01.16

 

Paint-Drying-film.jpg

 

 

"The BBFC, film censorship board for the UK, have officially awarded a 'U' certificate to a ten-hour film of paint drying, created as part of a protest of its practices by British filmmaker Charlie Lyne."

 

 

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 18.07.15

 

the independent.jpg

 

 

O fim do The Freedom of Information Act 2000 na primeira página do The Independent

 

 

 

 

||| Deus é Grande e Allahu Akbar

por josé simões, em 22.12.14

 

witchoria.jpg

 

 

Não vejo assim grandes diferenças entre eles.


'Se debería aumentar el control de Internet. Las sobredosis de libertad son perjudiciales'


[Imagem]

 

 

 

 

||| República Popular da Coreia

por josé simões, em 10.06.14

 

 

 

O Presidente é o da República.

O Presidente é, ou pelo menos deveria ser, o de todos os portugueses.

A cerimónia é pública e quer-se de cariz popular.

O dia é o de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, para o povo, o Dia da Raça para o Presidente.

A televisão é o canal público e presta, ou pelo menos deveria prestar, um serviço público de televisão.

Na hora do presidencial fanico desviam as câmaras e mostram uma paisagem de fardas e de botas da tropa.

Já chegámos à Coreia?