Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O Chicão-esperto

por josé simões, em 01.12.20

 

 

 

Chicão, armado em Chico-esperto no dia a seguir ao 1% que lhe dão as sondagens, aparece no acampamento da greve da fome frente ao Parlamento, depois de avisar as televisões todas, e sai com o rabo entre as pernas.

 

 

 

 

A realidade paralela do Chico Chicão

por josé simões, em 25.11.20

 

fitacollage.jpg

 

 

Francisco Rodrigues dos Santos, investido no cargo de coveiro oficial do partido, "espera uma aliança democrática com PSD e CDS mas não rejeita o voto do Chega para viabilizar um governo" [continuando ainda assim a ser "democrática"], sem perceber que a futura aliança PSD/ Chega pode nem sequer precisar do voto do CDS para ter um governo viabilizado no Parlamento.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Percebem?

por josé simões, em 03.11.20

 

Martin Parr.jpg

 

 

 

"CDS apoia requisição civil e volta a defender alteração à lei da greve"

 

O CDS-PP apoiou a decisão do Governo de decretar a requisição civil dos motoristas em greve e reiterou a sua disponibilidade para discutir uma alteração à lei da greve, que considera estar desadequada da realidade.

 

 

"Ontem foi dada a garantia ao CDS, por parte do senhor Presidente da República, de que no quadro do próximo estado de emergência não está equacionada uma requisição civil dos serviços de saúde" do setor privado e social"

 

uma requisição civil nos termos em que está a ser estudada pelo Bloco de Esquerda é manifestamente inaceitável no quadro do Estado de direito democrático e de uma relação saudável entre os vários sistemas que complementarmente podem ajudar os doentes covid e não covid nesta situação de emergência

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 27.10.20

 

Les_Bario_Recording.jpg

 

 

O CDS, que nos tempos difíceis que se aproximam tem o voto contra anunciado no Orçamento do Estado para 2021, acusa o Bloco de Esquerda de nos "momentos difíceis" não querer "nenhuma responsabilidade" e "agora que, infelizmente, o país está em crise e se aproximam tempos difíceis" vai votar contra o Orçamento do Estado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Agora com um desenho

por josé simões, em 07.10.20

 

reichstag.jpg

 

 

Pra mim tanto faz que seja uma suástica como uma foice e um martelo. Em qualquer caso pra mim vai mais ou menos dar ao mesmo. Pa outros não será assim mas pa mim vai dar ao mesmo

 

Portugal, ano 20 do século XXI, e há um deputado Telmo Correia na Assembleia da República.

 

 

 

 

"A minha política é o trabalho"

por josé simões, em 01.10.20

 

salazar.jpg

 

 

"A minha política é o trabalho" era a máxima salazarenta usada para manter a carneirada arredada da coisa pública porque "para pensar está cá o chefe" e "manda quem pode e obedece quem deve".

 

Nuno Melo lança petição para retirar "o que é político" da disciplina de Cidadania

 

 

 

 

Isto nem inventado

por josé simões, em 20.09.20

 

cds.jpg

 

 

O líder partido que nos idos do PREC tinha os militantes a dizer que "vermelhos eram os índios e foderam-se" cita um "poema dos apaches: "Se recuarmos, morremos. Então por que não avançamos?". Isto nem inventado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 03.09.20

 

trapezista.jpg

 

 

Chico Chicão, o líder do CDS que gastou os dois últimos meses a falar da Festa do Avante! , acusa o governo de ter descurado o início do ano escolar por estar preocupado com a Festa do Avante! . Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Como funcionam as fake news

por josé simões, em 22.08.20

 

Sem Título.jpg

 

 

"1. Um vídeo foi removido do Facebook e do Instagram por violar direitos de autor.

2. Alguém diz a um site que foi removido por denúncias de racismo

3. Dirigentes do CDS e outros partidos dizem que o “politicamente correto” está a ficar insuportável e apelam à partilha do vídeo.

4. Muitas pessoas partilham o vídeo indignadas e acreditando que o “anti-racismo” censurou o vídeo.

5. São assim os nossos dias... tantas indignações de internet e, ao mesmo tempo, tantos problemas reais para resolver.

6. Mesmo depois de saberem que é mentira as pessoas vão manter os seus posts porque a história fundamenta as suas crenças e isso é o mais importante.

 

Aqui o desmentido dos próprios autores"

 

Pedro Morgado no Twitter, via Pedro Sales.

 

 

 

 

Resumo da jornada

por josé simões, em 18.08.20

 

Martin Parr.png

 

 

Primeiro o Estado não devia estar presente em áreas como os lares e centros de dias, não fazia sentido, o 3.º sector, a economia social, quem está no terreno e tem relação de proximidade com as pessoas, coise e tal e o caralho, uns anos depois, quando as Misericódias e IPSS, maioritariamente colonizadas por barões do PSD e CDS, e respectivas famílias, entraram em roda livre,  o Estado fracassou porque não investiu em lares e centros de dia, porque o Estado se demitiu de fiscalizar e até vamos fazer de conta que não foi o Governo do pantomineiro do pin, também conhecido por Passos Coelho, que alterou a lei por forma a duplicar a capacidade dos depósitos de velhos, um quarto individual passar a acolher duas pessoas, todos arrumadinhos em cima uns dos outros para se aquecerem no inverno que a conta da electricidade está pelas horas da morte.  Um esquema todo ele montado para retirar competências ao Estado, nalguns casos até duplicar competências do Estado, mas que quando corre mal e dá para o torto, alijar responsabilidades e sacudir a água do capote para cima do... Estado. Nada de mais, todos conhecemos o modus operandi dos do "menos Estado" e da "iniciativa privada" e da "sociedade civil". A questão é que a barraca cai em cima de um governo do Partido Socialista, de "socialista" entende-se "de esquerda" e, descontando a parte que lhes toca na colonização das Misericórdias e IPSS, o mui famoso "arco da governação", não se percebe porque insistem em carregar a cruz da direita.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Tabuada Escolar Ratinho

por josé simões, em 17.07.20

 

tabuada escolar ratinho.jpg

 

 

Em 2006 as escutas do caso Portucale apanham uma conversa entre Paulo Portas e Abel Pinheiro onde se discute a sucessão e é feita referência a um banco apontado como parceiro do CDS em vários projectos.

Este banco, que não foi nomeado, estaria disponível para pagar uma parte do salário - equivalente ao de primeiro-ministro, do líder sucessor de Paulo Portas - Luís Nobre Guedes, Pires de Lima ou Telmo Correia, os nomes em cima da mesa.

 

Em 2014, já Paulo Portas vice-primeiro-ministro, vem a público que em 2004, dois anos antes das escutas, Paulo Portas, então ministro da defesa, tinha exigido a inclusão do BES no consórcio dos submarinos além de ter permitido que a proposta de financiamento do consórcio de bancos fosse revista em alta, tendo as margens de lucro (spread) aumentado de 0,19% para 0,25%.

 

Entre 2011 e 2014, os anos do "apagão fiscal" relativo às transferências para offshores,  do CDS Paulo Núncio metido por Paulo Portas à frente da secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais, ocultou empresa que levou à queda do BES, a "caixa negra" do GES.

 

Ele há coincidências que parecem coisas arquitectadas de propósito e com o intuito de manchar e denegrir o bom nome das pessoas e instituições.

 

 

 

 

"Desconfinar o patriotismo"

por josé simões, em 11.06.20

 

salazar.jpg

 

 

A partir deste dia, 25 de Abril de 1974, quando o patriotismo foi confinado, deixou de haver o desfile dos mutilados, das viúvas e dos órfãos, das mães carregadas de luto, para receberem uma medalha no Dia da Raça no Terreiro do Paço. O Chicão, que já morreu e não sabe, cheira mal que tresanda.

 

 

 

 

"O Coração das Trevas"

por josé simões, em 09.06.20

 

1 (1).png

 

 

2 (2).png

 

 

Statement by former EU Council President Herman Van Rompuy in reaction to Austrian ex-Chancellor’s Wolfgang Schüssel’s words about EPP President Donald Tusk’s role in stopping the work of the Evaluation Committee on FIDESZ’s membership in the EPP.

 

 

3 (1).png

 

 

"O Coração das Trevas" ou os verdadeiros democratas do Partido Popular Europeu.

 

[Via]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 07.06.20

 

palhaço.jpg

 

 

"Negar um barrete dos forcados de Évora é negar a tradição e a cultura portuguesa". JP pede demissão da ministra da Cultura.

 

 

 

 

100 anos depois

por josé simões, em 27.05.20

 

a.jpg

 

 

Existe marxismo cultural em Portugal

 

[Bolchevismo cultural]