Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

One size fits all?

por josé simões, em 12.09.19

 

one-size-fits-all.png

 

 

A receita "chapa 5" do empresariado que, na sua grande maioria, dá emprego a trabalhadores com melhores habilitações literárias do que eles próprios. Quando em período de crise cortar nos custos através de despedimentos, quando em período de crescimento económico e expansão distribuir pelo patrão e accionista contra o risco de se ter de despedir por os custos serem incomportáveis. Como dizem os 'amaricanos', "one size fits all".

 

Reduzir horário sem descer salário? CCP diz que proposta do BE "não tem qualquer sentido”, para já

 

[Imagem]

 

 

 

 

E ainda só vamos no aquecimento

por josé simões, em 01.09.19

 

 

 

Durante o debate #CatarinaBem #CatarinaMal na TVI, com Catarina Martins do Bloco de Esquerda, o Twitter esteve especialmente activo através de inúmeras contas falsas, com zero ou pouco mais que um ou dois seguidores, contas na sua maioria criadas nos últimos dias, a votarem desalmadamente #CatarinaMal ou com tweets negativos sobre a líder do BE. Nalgumas das contas que não apagaram posteriormente os tweets também é possível encontrar o mesmo tipo de actividade durante o debate com António Costa do Partido Socialista. E ainda só vamos no aquecimento.

 

O Tiago Teixeira deu-se ao trabalho de fazer aquele que devia ter sido o trabalho da TVI e identificou algumas das contas.

 

 

 

 

Perder uma boa oportunidade de ficar calado

por josé simões, em 24.08.19

 

Paddy Summerfield.jpg

 

 

António Costa fez uma encomenda ao Expresso para falar... dos outros e conseguiu a proeza de catapultar o Bloco de Esquerda para segunda força política e alternativa de governo, enquanto recordava os mais esquecidos que, com ele como ministro de um governo PS, em 19 anos o poder de compra dos portugueses baixou. Muito bem.

 

[Imagem]

 

 

 

 

25 de Novembro

por josé simões, em 25.11.18

 

Nuno Botelho.jpg

 

 

[Imagem de Nuno Botelho]

 

 

 

 

O Verdadeiro Socialista de Esquerda

por josé simões, em 14.12.17

 

 

Francisco Assis, o verdadeiro socialista de esquerda, que ficou para a história pelo desabafo "qualquer dia querem que o presidente do Grupo Parlamentar do PS ande de Clio, quando se desloca em funções oficiais", curiosamente o mesmo princípio defendido pela senhora presidente da associação Raríssimas que se deslocava em BMW a expensas do contribuinte - o estatuto e a dignidade do cargo, o que é que os outros pensam das nossas gravatas [ou da falta delas] e se nos deslocarmos num qualquer chaço velho?

Francisco Assis, o verdadeiro socialista de esquerda e escudeiro da honra do Partido Socialista, contra os desmandos e a falta de respeito do Bloco de Esquerda.

Francisco Assis, o verdadeiro socialista de esquerda e escudeiro da honra do Partido Socialista e impermeabilizador do PS, contra os negócios e interesses corporizados em António Costa, como acusou o líder do Partido Socialista, que Francisco Assis apoiou contra António Costa, da 'Geringonça' com o Bloco de Esquerda, acusado pelo Bloco de Esquerda de ser permeável ao poder económico.

Francisco Assis, a ele ninguém o cala, sobretudo se o pretexto da defesa da honra do Partido Socialista for um bom pretexto para atacar o líder do Partido Socialista, fazer prova de vida e um frete à direita.

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| "Mais vale cair em graça do que ser engraçado"

por josé simões, em 28.01.16

 

cabeleireiro.jpg

 

 

Mais vale cair em graça do que ser engraçado e Jerónimo de Sousa, que tem por imagem de marca o recorrer a provérbios e ditos populares "por dá cá aquela palha", devia ter este à cabeceira e perceber, ainda que habitando outra dimensão, os limites do engraçadismo para não ter de levar "nas entrelinhas" e com retroactivos.


Catarina Martins em entrevista à SIC Notícias "Acho que Edgar Silva fez uma boa campanha [...] mobilizou o eleitorado do Partido Comunista Português" [182 906 votos, 3, 95%].


Ainda em modo Jerónimo de Sousa, "toma e embrulha". E ficamos por aqui porque já tens, Jerónimo, idade suficiente para ser do tempo das "companheiras", figuras secundárias e obedientes, de apoio ao camarada militante nas casas clandestinas. Um bom chefe de família. Macho man.


[Imagem "cabeleireiro na URSS"]

 

 

 

 

||| Eu queria ter arranjado um título para isto

por josé simões, em 08.11.15

 

lenine.jpg

 

 

Com o Bloco de Esquerda a ultrapassar o PCP, não pela direita, não pela esquerda, mas bem pelo meio, ao passar a terceira força política no Parlamento e com isso a obrigar Jerónimo de Sousa a chegar-se à frente no day after às eleições legislativas ao dar um sinal a António Costa de que o PS só não seria Governo se não o quisesse; com o Bloco de Esquerda, ao longo de um mês de negociações com o PS, sempre um passo à frente do PCP e sempre a passar para a opinião pública a ideia de mais abertura que os comunistas, é melhor ir reescrever literatura e escrever a história do papel decisivo do Bloco de Esquerda, e de Catarina Martins, como forças de pressão, decisivas, que levaram o radical PCP de Jerónimo de Sousa a sair da extrema onde estava acantonado ou aguardamos pela "palavra dada–palavra de honra" dos comunistas e pelo momento em que vai ser o próprio Bloco de Esquerda, pela sua natureza de "saco de gatos", a pôr um ponto final na maioria de esquerda que "criou"?


[A imagem é minha]

 

 

 

 

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 14.10.15

 

kinito.JPG

 

 

«uma representante de um partido que representa 10 % dos votos»


Nuno Melo do CDS/PP, 4.ª força política com assento parlamentar negociado, sobre o Catarina Martins do Bloco de Esquerda, 3.ª força política no Parlamento.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Quem tem medo do lobo mau, lobo mau, lobo mau...

por josé simões, em 13.10.15

 

cm.jpg

 

 

de.jpg

 

jn.jpg

 

 

 

 

||| Dia 2

por josé simões, em 12.10.15

 

 

 

"Fica hoje claro que governo de Pedro Passos Coelho e de Paulo Portas acabou"


[Imagem]


Dia 1

 

 

 

||| E ficamos assim

por josé simões, em 05.10.15

 

Nathan Coley, There Will Be No Miracles Here, 2006

 

 

Com o Bloco de Esquerda quase triplicar e a CDU no lugar dela, numas eleições onde "o erro do PS foi virar à esquerda"; depois das declarações de António Costa, e das reacções que se lhe seguiram de dentro do próprio partido já depois dos comentários de Paulo Portas [a insinuar a não demissão de António Costa] e de Passos Coelho, ambos sobre o arco da governabilidade e europeísmo, que não interessava para nada em 2011 e hoje é urgentíssimo, agora é só eleger um qualquer Assis secretário-geral e encomendar a alma ao PASOK.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Comunicação social capturada

por josé simões, em 18.09.15

 

 

 

Porque é que no day after todos, mas todos sem excepção, comentadores, comentadeiros, analistas, politólogos e paineleiros, por avulso e atacado, olimpicamente ignoram que Pedro Passos Coelho no debate radiofónico com António Costa se limitou a roubar o "filão" descoberto por Catarina Martins na véspera e a martelar ad eternum o líder do Partido Socialista, de modo a que ninguém se lembrasse dele, perante a complacência e a cumplicidade de três relatadores, que é de rádio que se trata, apostados em não quererem saber das contas que ninguém sabe, num programa eleitoral que oficialmente não existe mas que oficiosamente já está em Bruxelas para carimbar, duma maioria que se recandidata?


No que vai a votos no próximo dia 4 de Outubro o que o Partido Socialista se propõe fazer tem o mesmo peso nos mesmos pratos da mesma balança do que o que a maioria fez ou deixou de fazer nestes quatro anos que são passados e no que a maioria que se recandidata esconde querer fazer?


Pedro Passos Coelho não ganhou o debate coisíssima nenhuma. Pedro Passos Coelho limitou-se a copiar pelo parceiro do lado no exame e a jogar 13 contra 11 nos "90 minutos", árbitros e bandeirinhas.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Custa a engolir, não?!

por josé simões, em 10.09.15

 

 

 

Como no anúncio da Mebocaína, passe a publicidade, custa a engolir, não?!


[Debate Catarina Martins vs. Paulo Portas]

 

 

 

 

||| Requiescat In Pace

por josé simões, em 08.09.15

 

Eleonora-Giovinazzo.jpg

 

 

Da Grécia para Salvaterra de Magos, de Salvaterra de Magos para o programa eleitoral do Partido Socialista, do programa eleitoral do partido socialista para a Grécia. Paulo Portas saltitando levemente de nenúfar em nenúfar à frente de Catarina Martins e de Ana Lourenço.


"O Governo não vai fazer um corte de 600 milhões de euros nas pensões, o Governo vai fazer uma poupança de 600 milhões de euros nas pensões". "Acredite na minha palavra".


[Imagem de Eleonora Giovinazzo]

 

 

 

 

||| Alemanha, anos 30 do século XX

por josé simões, em 01.09.15

 

Ernst_Thälmann.jpg

 

 

Jerónimo: "O Partido socialista e o coise e tal". Catarina: "O coise e tal e o Partido Socialista". E depois, empenhada em fazer jus ao livrinho do camarada Vladimir Ilyitch Uliánov do esquerdismo ser a doença infantil do comunismo, mete o pé na poça até à virilha para gáudio do camarada Jerónimo, "votámos contra o PEC IV porque eles, o PS, queriam cortar salários e privatizar os CTT e mais o coise, enquanto eles, o PSD e o apêndice CDS, queriam ir ao pote e o coise também e, oportunistas, votaram ao nosso lado contra o tal do PEC". Há aqui uma diferença, não sei se estão a ver, porque prontes, os gaijos foram ao pote e cortaram os salários e privatizaram os CTT e agora há que derrubar o pior Governo da direita desde que Salgueiro Maia encurralou o presidente do conselho Marcelo, o padrinho do que quer ser agora Presidente, no Quartel do Carmo, e o PS não é melhor que eles, atenção. E Jerónimo pensa que sim mas não diz nada, nem com as pestanas, que sabe mais de olhos fechados que a Catarina de olhos abertos e que para se enterrar já basta a memória, ou a falta dela, e há que manter o foco, no PS.


Da série "Grandes Títulos": «Bloco e PCP trocam elogios e convergem nas críticas ao PS».


[Ernst Thalmann na imagem]