Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Como dizem os cámones, don't give a shit

por josé simões, em 12.02.13

 

 

 

Em 6 de Outubro de 1974, decorria o PREC [período revolucionário em curso], é proposto pelo primeiro-ministro Vasco Gonçalves e pelo ministro do Trabalho Costa Martins "Um dia de trabalho para a Nação". Um domingo é transformado em dia útil de trabalho oferecido gratuitamente pelos trabalhadores ao país. A adesão é significativa […]»

 

Trinta e nove anos depois, em Fevereiro de 2013 decorre outro PREC [período reaccionário em curso] e, à semelhança do que já tinha acontecido em 2012, para que a tradição se cumpra, como forma de salvar as economias locais e os investimentos efectuados pelo poder local, o povo, as autarquias, as empresas, ignoram olimpicamente a recusa do Governo Pedro Passos Coelho/ Paulo Portas em dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval, a pretexto do aumento da produtividade e da situação de emergência financeira em que o país se encontra.

 

O povo, definitivamente, perdeu o respeito a um Governo que não respeita o povo, que não tem a mínima noção daquilo que anda a fazer nem das implicações e dos danos colaterais provocados por aquilo que faz.

 

[Imagem]