Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

A Brigada Brejnev

por josé simões, em 29.08.23

 

“According to the precepts of Ilyich” Soviet poster, 1980.jpg

 

 

Defender que ditaduras podem "construir uma ordem económica mundial mais justa", mas a justeza das respectivas ordens internas nacionais um peru menor.

Falar em pensamento único imposto enquanto se chora o fim da URSS, esse berço do livre pensamento.

Defender o direito dos povos à autodeterminação e independência, a Declaração de Helsínquia, a Carta das Nações Unidas, enquanto se fala em "desagregação forçada de países como a antiga Jugoslávia" onde os povos quiseram seguir caminhos separados porque os 'amaricanos', a NATO e a União Europeia lhes disseram para seguirem, à imagem do que já tinham feito com os checos e eslovacos.

Ir colocar o embrião do Movimento Não Alinhado na Indonésia "ainda livre da sanguinária ditadura de Suharto" para não referir a  sua fundação na Jugoslávia de Tito, ele próprio a fugir à sanguinária ditadura de Estaline.

Falar em validar  eleições segundo "padrões assimétricos e a qualificar de ditadores todos os governantes que não obedecessem aos seus critérios de submissão, por mais democraticamente eleitos que tivessem sido" fazendo de conta que nada aconteceu na RDA em 1953, e que as eleições foram respeitadas na Hungria em 1956 ou na Checoslováquia em 1968.

 

O artigo do António Filipe no Expresso sobre os BRICS explica a coerência da Brigada Brejnev até ao seu desaparecimento do Parlamento e da vida autárquica.

 

[Link na imagem “According to the precepts of Ilyich”]

 

 

 

 

"O que é a democracia? Primeiro tínhamos de discutir o que é a democracia" *

por josé simões, em 25.08.23

 

Mickey.jpg

 

 

Rússia, China, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egipto, Irão e Etiópia.

 

É esta a "rearrumação de forças no mundo", as new lyrics for old songs que é a "nova ordem" mundial que "o imperialismo não quer ver nascer".

 

* Título do post