Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

"Agora pençem"

por josé simões, em 01.12.19

 

gilberto.jpg

 

 

[Não há erro de ortografia no título do post, é assim que os grunhos homofóbicos, racistas e xenófobos escrevem nas "redes" e nas caixas de comentários dos jornais].

 

Gilberto Porcidonio, repórter do jornal O Globo, escreveu na sua conta Twitter: "Se o racismo acabasse HOJE, o que você faria?

Eu iria ao shopping de chinelo FÁCIL."

 

As respostas são surpreendentes, ou não:

 

- "eu me comportaria de forma mais aberta sem medo das pessoas me acharem agressiva ou terem algum medo de mim", Brenda

- "Eu entraria em uma loja e abriria a minha bolsa so pra ver se não tinha esquecido o meu celular em casa.", Simone

- "Correria na rua, com tranquilidade", Rodrigo França

- "Usaria o capuz dos meus casacos", Jota Éli

- "me encaixaria na perfil da empresa e conseguiria um emprego", cobra criada

- "Não teria trauma em namorar homens brancos", fabualisso

- Iria num bom restaurante sozinha, Iria num supermercado sem segurança atrás, As pessoas não trocariam mais de calçada quando eu ando, nem mudariam de lugar no ônibus! Será que doeria menos viver?!, ada sak

- "eu ia me sentir de boa olhando na vitrine da loja sem os vendedores acharem que estou cuidando pra assaltar o estabelecimento", descolado

- "entraria de mochila em supermercados e lojas de conveniência sem me preocupar em ser seguidor por um segurança que acha que posso estar roubando.", bernardoalq

- "Parava de ensinar meu filho de como agir na rua sendo preto!", Sam Vargas

- "Deixaria o cabelo crescer", Sterzinha

- "Eu poderia aceitar cargos sem saber que vai ter aquela pressão de ter um desempenho maior do que a média por que vão me "cobrar pela oportunidade", e por isso não vão ser tão tolerantes as falhas a que estão submetidos qualquer iniciante.", Tiago da Silva

- "Me sentiria protegido na presença da polícia.", Claudio

- "Seria promovida a namorada", Fernanda

- "Deixaria minha sobrinha encostar nos brinquedos pequenos das prateleiras", Regiane

- "Teria um filho e viajaria de chinelo.", Karen

 

E mais, muito mais, à hora em escrevo isto já vai com 4 200 RT's. "Agora pençem"...

 

 

 

 

O ano da Besta

por josé simões, em 05.09.19

 

cristo redentor.jpeg

 

 

Paulo Guedes, ministro da Economia do Brasil: "A preocupação é se xingaram a Bachelet ou se chamaram a mulher do Macron de feia... Tudo normal e tudo verdade: ela é feia mesmo." A plateia gargalhou. Há muitas mulheres entre os convidados.

 

“Senhora Michelle Bachelet, if Pinochet’s people had not defeated the left in 73 – among them your father – Chile would be a Cuba today.”. Bolsonaro taunts UN rights chief over her father's torture by Pinochet regime.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Fim-de-semana

por josé simões, em 25.08.19

 

baby consuelo - todo dia era dia de índio.jpg

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Todo Dia Era Dia de Índio ~ Baby Consuelo

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

Chico Buarque Prémio Camões 2019

por josé simões, em 22.05.19

 

sérgio moro.png

 

 

Chico Buarque é o novo ganhador do Prêmio Camões de literatura

 

 

 

 

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 18.05.19

 

meia-hora (1).jpg

 

 

"É preciso ser herói pra viver no Rio". A primeira página do Meia Hora.

 

 

 

 

Não, isto não é uma cena do filme 12 Anos Escravo

por josé simões, em 10.04.19

 

 

 

Não, isto não é uma cena do filme 12 Anos Escravo, isto foi ontem no Brasil, Rio de Janeiro, Copacabana, 9 de Abril de 2018, durante as cheias.

 

[Vídeo]

 

 

 

 

"Entre Bolsonaro e Haddad, escolhia não votar"

por josé simões, em 27.03.19

 

jairbolsonaro.jpg

 

 

O presidente Jair Bolsonaro sinalizou oficialmente que as Forças Armadas poderão comemorar o golpe de 31 de março de 1964, que instaurou uma ditadura militar no país, deixando centenas de mortos e desaparecidos, e cuja repressão lançou mão de artifícios como estupros e tortura.

 

Tempo para recuperar declarações dos nossos grandes democratas "A Venezuela! A Venezuela" que com a sua abstenção contribuíam para a vitória no Brasil de um saudoso do fascismo, da repressão e da tortura: Assunção Cristas. "Entre Bolsonaro e Haddad, escolhia não votar".

 

 

 

 

Andaram todos na mesma escola

por josé simões, em 29.01.19

 

RicardoVelezRodriguez.jpg

 

 

Nas declarações do novo ministro da Educação do Brasil à revista Valor Econômico os mesmo princípios e a mesma argumentação usada pela direita radical com Nuno Crato na Educação: os chumbos a eito e a urgência em desviar alunos, ainda que precocemente, para o ensino profissional e para o mercado de trabalho, deixando a universidade à elite como nos idos de Salazar e Caetano. Nunca tiveram foi a coragem para o dizer com todas as letras.

 

[Via]

 

 

 

 

A nova verdade

por josé simões, em 01.01.19

 

 

 

Manifestantes gritam "Wathsapp! Wathsapp! Facebook! Facebook!" em apoio a Jair Bolsonaro na tomada de posse como presidente do Brasil.

 

[Via]

 

 

 

 

"Abençoado por Deus e bonito por natureza" *

por josé simões, em 01.01.19

 

Bolsonaro.jpg

 

 

Deus e Pátria. Respaldar e dar mais força à autoridade. Combater a ideologia de género [o que quer que isso signifique]. Tirar o peso do Estado da economia. Preparar as pessoas para o mercado de trabalho. Moralizar a política. A família. Deus.

 

A verdade é que o discurso de tomada de posse de Jair Bolsonaro podia muito bem ter sido dito por Pedro Passos Coelho, ou por um daqueles que reclamam a sua herança. Ou por Procissão Cristas. Ou pela next big thing do CDS, em banho-maria para a sucessão, Adolfo Mesquita Nunes.

 

* "Mas que beleza..."

 

[Imagem]

 

 

 

 

Tem tudo para correr bem

por josé simões, em 19.11.18

 

Diário de Pernambuco.jpg

 

 

 

 

Tire o cavalinho da chuva quem pensa que isto tem a ver com corrupção

por josé simões, em 02.11.18

 

pinochet.jpg

 

 

A direita radical que passou dias inteiros no Twitter e no Facebook a arremeter contra Baltasar Garzón pelo pedido de extradição de Pinochet, posteriormente cooptada na horda de "técnicos" e "especialistas" que inundou ministérios, secretarias de Estado e agências estatais avulso nos idos do Governo Passos/ Portas, é a mesma direita radical que exulta com a nomeação de Sérgio Moro ministro da Justiça de Jair Bolsonaro. Tire o cavalinho da chuva quem pensa que isto tem a ver com corrupção, isto tem a ver com ditadura e repressão.

 

 

 

 

Alemanha 1936

por josé simões, em 29.10.18

 

Der Pimpf.jpg

 

 

Deputada eleita pelo PSL pede que estudantes denunciem professores contra Bolsonaro em sala de aula

 

[Na imagem capa da Der Pimpf, revista do Partido Nazi para rapazes]

 

 

 

 

 

Ó meu Brasiuuu...

por josé simões, em 28.10.18

 

Semi-Skimmed Gallery II.jpg

 

 

Como termina "Ando Meio Desligado" de Os Mutantes pela voz da Rita Lee, "Ó meu Brasiuuu..."

 

[Imagem]

 

 

 

 

O CDS, esse partido albergue de grandes democratas

por josé simões, em 25.10.18

 

 

 

O dia em que Procissão Cristas nos diz que dava a vitória a um fascista no Brasil, um fascista da estirpe filho da puta à face da terra, que defende a tortura, assassinar adversários políticos, que as mulheres são seres inferiores, que se deve usar a violência contra os gays, que os pobres devem ser esterilizados, e que a polícia deve atirar a matar e não ser responsabilizada por isso, é o dia em que o Cónego Melo aparece em defesa dos polícias que no Estado de direito recorrem a métodos defendidos pelo fascista eleito por Procissão Cristas caso votasse no Brasil. Registe-se o CDS, esse partido albergue de grandes democratas.

 

[Imagem de autor desconhecido]