Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

E quem não percebe isto não percebe nada

por josé simões, em 12.02.20

 

PuppetJesus-NancyFouts.jpg

 

 

"Não podemos permitir que alguns deputados [homens e mulheres] queiram decidir por nós" mas podemos, e devemos, permitir que alguns homens, iluminados e com acesso em exclusivo à palavra de Deus e à sua interpretação, nos digam o que é certo ou errado, que aceitemos a sua ideia da ideia que Deus tem para connosco e, melhor ainda, aquilo que decidam o que podemos ou não podemos permitir. É a diferença entre democracia representativa e ditadura de inspiração divina. E quem não percebe isto não percebe nada.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O que é que pesa mais?

por josé simões, em 10.02.20

 

St-Martin-in-the-Fields-Brian-Willey.jpg

 

 

Já que o critério parece ser a "imposição de critérios", o que é que pesa mais: 150 bispos eleitos pelo método do centralismo democrático - o Papa nomeia os bispos que elegem o Papa, ou 150 deputados eleitos pelos cidadãos em eleições livres e democráticas? 

 

Mas mais deplorável seria se 150 ou 200 pessoas impusessem os seus critérios a largos milhões de cidadãos

 

Por muito que gostassem isto não é a rábula do "o que é que pesa mais: um quilo de chumbo ou um quilo de algodão?" sendo que, contra todas as leis da física, um dos quilos já pesou mais.

 

[Imagem]

 

 

 

 

E quando pensavas que já tinhas visto de tudo...

por josé simões, em 07.02.20

 

bispo porto twitter.jpg

 

 

               A conta Twitter de Manuel Linda, bispo do Porto.

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 19.09.19

 

clown (6).jpg

 

 

D. Manuel Linda, bispo do Porto, que classificou como "asneiras" os casos de pedofilia no seio da igreja e que sobre a criação de uma comissão para lidar com eventuais casos de abuso sexual de menores o melhor que lhe ocorreu foi dizer que "ninguém cria uma comissão para estudar os efeitos de um meteorito", critica "o sistema de justiça português, políticos, organizações de defensa de direitos humanos, ou feministas por não terem condenado publicamente o crime de violação e assassinato de uma freira", não esclarecendo, no caso dos políticos, se de cada vez que uma mulher é assassinada deviam vir a público em acto de condenação ou se só neste caso específico de uma "serva de Deus".

 

[Imagem]

 

 

 

 

|| Tenham medo. Muito medo

por josé simões, em 22.06.10

 

 

 

Com o apoio da nobreza e com a bênção do clero, está prestes a rebentar uma espécie de guerra da Jugoslávia nessa espécie de “país”, esse (E)estado de excepção permanente, da justiça às leis do trabalho e com passagem pelo futebol e às vezes tudo misturado, que dá pelo nome de “Norte”.

 

(Na imagem versão francesa do cartaz do filme Welcome to Sarajevo)

 

Adenda: “A pagar desde 5 de Novembro de 1962”. Podia ser a divisa da margem Sul do Tejo

 

 

 

 

|| Qual foi a parte que eu não percebi?!

por josé simões, em 11.12.09

 

 

 

«O vencedor deste ano do Prémio Pessoa é D. Manuel Clemente, bispo do Porto»

 

(Negrito meu): «O Prémio Pessoa é um prémio concedido anualmente à pessoa de nacionalidade portuguesa que durante esse período - e na sequência de uma actividade anterior - tiver sido protagonista de uma intervenção particularmente relevante e inovadora na vida artística, literária ou científica do país.» (Via)

 

Post-Scriptum: Eu pensava que Fernando Pessoa tinha ido para o Inferno. Um trafulha da pior espécie sempre a fingir e a mudar de cara. Sinceramente que pensava...

 

 

 

 

|| Da Harmonia, do Respeito pelo Ambiente Exterior e do Respeito para com a Humanidade

por josé simões, em 27.11.09

 

 

 

Perorava o ajudante-de-campo para a zona Norte da Lusitânia, citando o general Ratzinger e a propósito do casamento entre pessoas do mesmo sexo, palavras mui belas e harmoniosas sobre a natureza e «o respeito e os deveres para com o “ambiente exterior” ao respeito e aos deveres para com “a humanidade de cada um de nós”, a começar pela “fisiologia humana”» e por aí.

 

Meanwhile na Irlanda «a hierarquia católica de (…) fechou “obsessivamente” os olhos a abusos de padres sobre crianças, durante décadas, pelo menos até meados dos anos 1990, e praticou uma política de silêncio» e em Espanha, segundo a ONU, padres católicos desviaram fundos destinados aos refugiados do Ruanda para financiar a Frente Democrática para a Libertação do Ruanda, organização acusada de crimes de guerra, crimes contra a Humanidade, assassinatos contra populações civis, violações em massa, recrutamento de “meninos-soldados”, entre outras. Minudências.

 

Voltando à “vaca fria”, que é como quem diz o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, acho que o ajudante-de-campo Clemente também disse qualquer coisa sobre as pessoas respeitarem «pouco a sua «própria fisiologia humana» e sobre nós não sermos «produtos do nosso próprio laboratório».

 

Ámen.

 

(Imagem de autor desconhecido)

 

 

 

 

|| Prioridades

por josé simões, em 24.11.09

 

 

 

O país a braços com uma crise económica e com o desemprego; a Justiça e a Educação em polvorosa, e o que faz o PSD? Convida um bispo para falar sobre casamento homossexual nas suas jornadas parlamentares… Adiante.

 

Eu também acho que a questão do casamento entre homossexuais não pode ser resolvida rapidamente e exige reflexão. Assim como a questão do casamento entre heterossexuais. Se houvesse mais reflexão antes de se dar o passo decisivo talvez se evitasse a perpétua avalanche de divórcios, separações e casamentos desfeitos, e de tanta «célula-base da sociedade» desmembrada, que muito parece preocupar a Igreja.

 

(Imagem de Angelo Franceschi)