Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

#Sad

por josé simões, em 24.03.17

 

cross hell.jpg

 

 

Carlos Costa, Governador do Banco de Portugal, finge não saber que já ninguém lhe tem respeito, nem mesmo aqueles que o reconduziram no cargo.

 

Parafraseando, Your organization's terrible. Sad.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

Os ilusionistas

por josé simões, em 12.01.17

 

 

 

Carlos Costa, governador do Banco de Portugal, a 3 de Agosto de 2014: "A medida de resolução agora decidida pelo Banco de Portugal, e em contraste com outras soluções que foram adoptadas no passado, não terá qualquer custo para o erário público, nem para os contribuintes". Passos Coelho, a 4 de Agosto: [A solução] é aquela que oferece, seguramente, maiores garantias de que os contribuintes portugueses não serão chamados a suportar as perdas". Maria Luís Albuquerque, ministra das Finanças, a 7 de Agosto: "Aconteça o que acontecer ao Novo Banco, [o Estado] não vai ser chamado a pagar eventuais prejuízos. Isso tem de ficar muito, muito claro". Cavaco Silva, presidente da República, a 26 de Setembro de 2014: "A autoridade de supervisão, entre as alternativas que se colocavam, escolheu aquela que melhor servia o interesse nacional e que não trazia ónus para o contribuinte".

 

 

 

 

Viver acima das possibilidades

por josé simões, em 02.06.16

 

shark.jpg

 

 

Apoio à banca custou 20 mil milhões de euros aos contribuintes


[Imagem]

 

 

 

 

||| A direita que temos

por josé simões, em 19.02.16

 

biombo.jpg

 

 

Quando um caso de manifesta [in]competência e de gritante [i]responsabilidade, ainda para mais com reflexos directos na imagem de país, no Orçamento do Estado e no bolso dos portugueses, vai, invariavelmente, desaguar numa questão de "asfixia" e "claustrofobia" e de "jobs for the boys", estamos conversados sobre a qualidade e o nível da direita que temos e quem na realidade foi/ é o boy com job que urge preservar.


[Para bom entendedor uma imagem basta. O biombo foi encontrado aqui]

 

 

 

 

||| A vaquinha

por josé simões, em 16.12.15

 

cow-butt-plug.jpg

 

 

Quase tão importante como a interrogação de Jerónimo de Sousa hoje no debate no Parlamento, "onde é que está o dinheiro a perder de vistas ganho com os juros do erário público empatado no fundo de resolução?" é saber em que teta ponto é que está a "vaquinha" que Pedro Passos Coelho se propôs encabeçar para ajudar os lesados do BES.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Pornografia

por josé simões, em 05.11.15

 

spank me.jpg

 

 

Pornografia é, por todos os motivos legais e mais alguns, alguém não ver devolvidos os 90 mil que, levado ao engano, investiu num banco falido pelo senhor que recebe 90 mil de pensão do banco que faliu.
Que o fundo de pensões não é o banco nem o banco é o fundo de pensões e que o dinheiro do fundo de pensões não é pago pelo contribuinte. Do fundo de pensões "esburacado".
Tal e qual o BES não era o GES nem o GES era o BES e as pessoas que tirem o cavalinho da chuva porque não tiveram uma carreira contributiva que justifique os 600€ mensais que recebem de reforma da Segurança Social, dito por um fulano que não sabia que tinha de descontar para a dita como forma de esta poder continuar a pagar os 600€ de pensões que as pessoas não podem continuar a receber porque para tal não descontaram.

 

 

 

 

||| PI – NÓ – QUI – O

por josé simões, em 24.09.15

 

pinocchio-pencil-sharpener.jpg

 

 

«Empréstimo ao Fundo de Resolução rende zero ao contribuinte


Juros pagos pelo Fundo ao Tesouro são despesa pública, anulando o ganho de 120 milhões de euros que Passos Coelho refere»


[Imagem]

 

 

 

 

||| O inominável primeiro-ministro de Portugal

por josé simões, em 23.09.15

 

Chuck Jones. Character layout drawing, Bugs Bunny,

 

 

«Pedro Passos Coelho frisou ainda que "quanto mais tempo demorar a vender o Novo Banco mais juros o Estado recebe desse empréstimo", explicando que já ganhou "mais de 120 milhões de euros no último ano"»


[Imagem "Chuck Jones. Character layout drawing, Bugs Bunny, production unknown"]

 

 

 

 

||| Um bando de palermas

por josé simões, em 16.09.15

 

egas becas.jpg

 

Um palerma: «Passos disposto a criar subscrição pública para ajudar lesados do BES a ir a tribunal».


Dois palermas: «Portas defende Passos. "Se vier a ser necessário" apoia subscrição pública para os lesados do BES».


Três palermas: «Ideia de Passos Coelho para lesados do BES não descredibiliza a justiça, afirma Paula Teixeira da Cruz».


Continua.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Na melhor das hipóteses

por josé simões, em 15.09.15

 

beats for you.jpg

 

 

Na melhor das hipóteses o Governo, escondido atrás do Banco de Portugal, vai acabar a entregar de mão-beijada a vender o Novo Banco à família Espírito Santo, já limpinho de dívidas, coberto pelo Fundo de Resolução dos milhões que os bancos não tinham, injectados pelo Estado, que é como quem diz o contribuinte, que vai mais uma vez salvar um banco e fazer disparar as contas do défice.


Não há dinheiro para nada, nem para a saúde, nem para a educação, nem para pagar pensões e reformas e a segurança social não é sustentável [repetir 10 vezes de manhã, ao almoço e ao deitar].


[Imagem]

 

 

 

 

||| Da série as “Grandes Reformas Estruturais” [para mil anos]

por josé simões, em 12.09.15

 

Tiller_Girls_1954_Times.jpg

 

 

Teoricamente "existe sempre forma de o Estado garantir um recurso ao tribunal por parte de qualquer pessoa que não tenham rendimentos para ver fazer-se justiça no tribunal" mas como na prática há cada vez mais uma justiça para os ricos e outra para os pobres, e com a reforma da camarada von Hafe dos tribunais num raio de 100 km ainda pior [ou melhor, consoante o ponto de vista], "se não têm dinheiro para ir lá, eu organizarei uma subscrição pública para os ajudar a recorrer ao tribunal" mesmo que isso possa levar 10, 15 pou mais anos até ser resolvido e mesmo que só esteja a dizer isto porque tenho de dizer qualquer coisa por causa das dezenas de câmaras de televisão e de microfones das rádios que estão atrás de mim e mesmo que daqui a nada já não me lembre do que disse, são tantas que às tantas... Juízo tem o meu camarada Paulo que vem lá atrás escondido e a passar pelos intervalos da chuva, uma coisa que bem tento mas não consigo fazer.


[The Tiller Girls na imagem]

 

 

 

 

||| Uma dúvida

por josé simões, em 07.09.15

 

johnstezaker.jpg

 

 

Que tipo de eleitor é este já que nem Passos Coelho, nem o apêndice Paulo Portas, nem o trauliteiro de serviço Marco António Costa ou, na ausência deste, Luís Montenegro e José Pedro Aguiar-Branco, aparecem, cheios de "sentido de Estado" e de "arco da governação", a acusar o PCP e a CGTP e os comunistas, todos, de estarem por detrás das manifestações dos lesados do BES para os diminuírem no protesto e desvalorizarem nas razões?


[Imagem]

 

 

 

 

||| Os badamecos curvados do respeitinho é muito bonito

por josé simões, em 25.07.15

 

salazar.jpg

 

 

O "sujeito a obrigação de permanência na habitação" versus o "prisão domiciliária" é o novo "a rica teve um menino, a pobre pariu um moço".


Os badamecos curvados aos badamecos do respeitinho é muito bonito estão bem e recomendam-se.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

||| Há a democracia parlamentar representativa

por josé simões, em 24.06.15

 

bananas.jpeg

 

 

E depois há Portugal e em Portugal há o Banco de Portugal.


«Banco de Portugal considera que não tem de responder perante a Assembleia da República»

 

 

 

 

||| Cenas dos próximos capítulos

por josé simões, em 17.06.15

 

 

 

A seguir vão prender Ricardo Salgado no Estabelecimento Prisional de Évora ou, vá lá, mandá-lo para casa com anilha electrónica no tornozelo, para não perturbar o inquérito nem destruir provas.


«Ministério Público arresta bens de ex-administradores do BES»