Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O senhor doutor Bastonário da Ordem e o senhor doutor Presidente do Sindicato

por josé simões, em 16.01.17

 

naperon.jpg

 

 

Milhares de trabalhadores com baixa médica, a receberem subsídio por doença, foram convocados para acções de verificação que resultaram em que "56 mil trabalhadores estavam aptos para o trabalho", um em cada cinco. E o senhor doutor Bastonário da Ordem e o senhor doutor Presidente do Sindicato dos Médicos, com lugar cativo nas televisões por tudo e por nada e de cada vez que a vaca tosse, subitamente também meteram baixa médica, a mesma baixa médica passada pelos médicos a que presidem a quem estava apto para o trabalho mas que ficava em casa a expensas do contribuinte consciencioso e cumpridor.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

|| Todos culpados mesmo que consigam fazer prova em contrário

por josé simões, em 12.04.12

 

 

 

E também paga 55% da renda da casa ao banco, da conta da luz e da água, do avio mensal no supermercado, do material escolar para os filhos, da conta na farmácia, etc. etc. etc. , numa altura da vida em que mais necessita do salário para fazer face às adversidades?

 

Um Governo que trata os cidadãos como potenciais criminosos, sempre predispostos a passar a perna ao Estado.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| “É uma casa portuguesa, com certeza! É, com certeza, uma casa portuguesa!”

por josé simões, em 23.07.11

 

 

 

O ministro determina que o director nacional peça ao super-sindicato à Ordem que investigue o que os super-sindicatos sindicatos já investigaram. No meio disto tudo só nós é que pagamos bilhete quando queremos ir à bola...  Life goes on, que é como quem diz, tratar da vidinha.

 

(Obrigado)

 

 

 

 

 

|| A naturalidade das coisas

por josé simões, em 24.05.09

 

Disse ao meu patrão que estava doente e meti baixa para poder ir de férias com ela

 

E o resto que se dane. E depois quando querem mudar as leis do trabalho vem toda a gente muito indignada reclamar e protestar contra o patronato e a exploração capitalista e o coiso e tal. Pois.

 

Fora isso, fiquei muito contente por saber que o dinheiro dos meus impostos serviu para pagar uma falsa baixa médica, que deu em casamento de Santo António. Deus é grande; Aleluia!