Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não, não foi durante a vigência do Governo da direita radical

por josé simões, em 04.01.18

 

banana.jpg

 

 

Não, não foi durante a vigência do Governo da direita radical [PSD/ CDS] com o fisco a penhorar, implacável e inexoravelmente, uma habitação por meia dúzia de euros de portagens não pagas que a "Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) anulou uma liquidação adicional de aproximadamente 125 milhões de euros que tinha instaurado à Brisa pela venda da sua participação na Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) no Brasil".

 

Fisco desiste de cobrar 125 milhões à Brisa

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| A primeira página

por josé simões, em 11.04.16

 

cm.jpg

 

 

Não, a primeira página dos campeões nacionais da transparência e da luta contra a fraude e a evasão fiscal não é que o "Grupo Cofina foi penhorado pelo Estado por dívidas ao Fisco e à Segurança Social no valor de cerca de 12,5 milhões de euros" e que o contribuinte arrisca ser proprietário do Correio da Manha [sem til]. Não, não é.

 

 

 

 

||| A Lista de Núncio

por josé simões, em 26.05.15

 

Hollywood-Sign-Black-and-White.jpg

 

 

Ministérios e secretarias de Estado e direcções-gerais e autoridades várias pejadas de centenas e centenas e centenas de militantes e simpatizantes, inner circle, do PSD e do CDS, sem currículo mas já com 4 anos de currículo, por nomeação dos ministros e secretários de Estado, também eles militantes do PSD e do CDS, mas os ministros e os secretários de Estado nunca sabem nada de nada. A rebaldaria total e a falta de autoridade, é a versão bondosa.


Nos filmes amaricanos os operacionais 'adormecidos' e os pelotões desactivados da Delta Force são contactados por alguém da Administração para uma operação suja secreta numa República das Bananas, algures entre a América Latina e África, "mas isto não é oficial se forem descobertos estão por vossa conta que nós vamos desmentir tudo".


O inquérito de Paulo Núncio iliba Paulo Núncio da Lista de Paulo Núncio. Siga a marcha.

 

 

 

 

||| Marcelices

por josé simões, em 23.03.15

 

hooker.jpg

 

 

O secretário de Estado? Apesar de não saber distinguir o técnico do político, deixá-lo estar porque é um zero à esquerda.
O Governo? Não esteve bem na comunicação com os portugueses de um problema que é burocrático, da máquina fiscal, dos serviços públicos em auto-gestão, ninguém tem mão neles.
A máquina fiscal? Desautorizou o Governo, que não sabe comunicar com os portugueses e o secretário de Estado, que é um zero à esquerda e que não sabe distinguir o técnico do político.


Cavaco não diria melhor. Com a atenuante de que Cavaco não vai ser o candidato da família área política do PSD a Presidente da República que Pedro Passos Coelho não quer circense.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Permitam-me discordar

por josé simões, em 20.03.15

 

 

 

Mas é exactamente o contrário. A haver uma lista de contribuintes VIP [e se não há devia haver] e nela inscritos todos os nomes de titulares de cargos políticos, sem excepção, devia ser aberta, sem filtros ao escrutinio público, como forma de transparência, responsabilidade e credibilidade.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Espírito de missão

por josé simões, em 19.03.15

 

praia.jpg

 

 

Por falar em "bodes expiatórios", Paulo Gomes, após se demitir do cargo de director nacional da PSP, é colocado em Paris por Miguel Macedo, ministro da Administração Interna, num cargo até à data inexistente e a ganhar o triplo do salário. Espírito de missão é isto, nem vai ser preciso "brigar" muito.


[Imagem]

 

 

 

 

||| O Triunfo dos Coelhos [Capítulo II]

por josé simões, em 13.03.15

 

 

 

«Todos os contribuintes são iguais, nas alguns são mais iguais do que outros»


«Corria outubro do ano passado e estava na berlinda o "caso Tecnoforma", envolvendo o Primeiro-Ministro. De acordo com as informações recolhidas [...] junto de fontes da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), terá sido por essa altura que Paulo Núncio entregou à direção de segurança informática do Fisco, coordenada por José Manuel Morujão Oliveira, uma lista de contribuintes mediáticos, da área política, financeira e económica, a cujo cadastro fiscal terá, entretanto, sido aplicado um filtro que permitirá detetar, em minutos, quem acede à denominada "Bolsa VIP"[...]»


O Triunfo dos Coelhos [Capítulo I]

 

 

 

 

||| Neoliberalismo

por josé simões, em 24.11.14

 

Season’s Greetings From Big Brother.jpeg

 

 

 

Do Estado mau e totalitário, pago com o dinheiro dos cidadãos e a "pesar na economia", para o Estado bom e liberal, ao serviço do privado pago com o dinheiro do contribuinte, opressor do cidadão para benefício de meia dúzia de famílias.

 

“Mais de 2000 funcionários do fisco na cobrança das portagens”

 

“[...] do universo de funcionários afectos à justiça tributária [onde caem as cobranças coercivas], 90% está a tratar dos processos relativos às dívidas e contra-ordenações relacionadas com taxas de portagem

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

 

||| O Xerife de Nottingham

por josé simões, em 29.10.14

 

Sheriff_of_Nottingham.PNG

 

 

«Fisco vende hoje casa de família por dívida de 1.900 euros»


[Imagem]

 

 

 

 

||| Uma sorte dos diabos

por josé simões, em 06.02.14

 

 

 

Desempregado, com o subsídio de desemprego a dar as últimas, a ver o "milagre económico" do  Pires 'soldado disciplinado' de Lima passar-lhe ao largo por não ligar à propaganda governamental na televisão e por ser velho demais para trabalhar e novo bastante para se reformar, a sobrar casa para o banco todos os meses e mais contas para pagar que dias da semana, por causa da factura do anti-depressivo que comprou na farmácia vê-se a braços com um topo de gama, em 2.ª mão, despachado por um qualquer ministério a precisar de renovar a frota. O Governo amigo de quem para a gasolina do 'mata-velhos' já nem dinheiro tem. Se ao menos o carro tivesse saído aos pais, reformados com uma pensão mínima, e a casa de quem vai fazer as refeições com os filhos e a mulher, desempregada também, já sem direito a subsídio, e que faz umas limpezas de escadas que não esticam mais do que acudir ao rol da mercearia de bairro.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| "O Estado", essa entidade mítica, omnipotente e omnipresente que paira acima dos mortais

por josé simões, em 14.02.13

 

 

 

Se o Governo fosse de esquerda o fascismo fiscal era "O Governo", como o Governo é de direita o fascismo fiscal não é fascismo fiscal e é "O Estado". Parafraseando, e se fossem tomar no cu?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

 

 

|| Uma mão lava a outra

por josé simões, em 14.02.13

 

 

 

A gente começa a vê-los sair "por motivos de saúde".

 

[Imagem de Lisa Kereszi]

 

 

 

 

 

 

|| Desconfiados, dizem eles

por josé simões, em 29.01.13

 

 

 

Seria interessante saber a que é que se deve essa suspeita, se ao FMI não saber a ponta de um chavelho daquilo que anda a fazer e se limitar a assinar de cruz tudo o que o Governo lhe dá para assinar, se ao FMI ter os ricos em tal grau de consideração e os achar, moral e eticamente, incapazes de tal coisa. Em qualquer das hipóteses o factor Governo não é despiciendo.

 

«FMI suspeita que ricos estão a fugir ao fisco»

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Governar-se com o dinheiro dos outros

por josé simões, em 14.06.12

 

 

 

Ainda sou do tempo em que Paulo 'necessidade-de-protagonismo' Portas convocava conferências de imprensa do "vale tudo menos tirar olhos" para protestar contra os atrasos de pagamento por parte do Estado e, logo depois, ia para o mercado da Xepa mais próximo com o Correio da Manha [sem til] debaixo do braço que, na edição do dia seguinte, fazia a primeira página com Paulo Portas na fotografia mais o Correio da Manha debaixo do braço. Vem arrumado na secção "Economia" quando devia vir em "Casos de Polícia".

 

[Imagem]