Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O pai da criança

por josé simões, em 29.05.19

 

Pasi Orrensalo.jpg

 

 

Agora que é conhecida a paternidade do enjeitado, o azar da Autoridade Tributária com a operação stop em Alfena/ Valongo foi o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais já não ser o CDS Paulo Núncio, para haver uma lista de matrículas VIP isentas de escrutínio, e para termos a brigada da direita radical, de plantão ao Twitter e ao Facebook, o dia todo a explicar a justeza da acção, rematada pelas avenças do comentário político, isento e independente, nas televisões a explicarem ao povo ignaro que a medida era não só justa como imperiosa e necessária, o problema resida na comunicação do Governo estar a ser mal feita.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Numa rotunda perto de si

por josé simões, em 29.05.19

 

robin hood.jpg

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

Com o voto contra do PS

por josé simões, em 29.11.18

 

 

 

Banco de Portugal obrigado a dar informação detalhada ao fisco sobre transferências para offshores

 

 

 

 

Luís Marques, Mentes? Minto!

por josé simões, em 10.10.16

 

gerin.jpg

 

 

"Num comentário ao vídeo em boa hora lançado nesta página, Marques Mendes defende-se alegando que o diploma que apresentou em 2005 se cingia a casos onde "há uma suspeita" e que não pretendia actuar "de forma ilimitada, generalizada ou indiscriminada". É pena que o Dr. Marques Mendes não tenha lido o diploma que então apresentou, pois tanto na exposição de motivos como na redação do artigo o intuito é claro: o acesso às contas bancárias é dado "sempre que [a Administração Tributária] o solicite para combater a evasão ou fraude fiscais". Não há nenhuma referência a suspeita, há apenas o arbítrio da Autoridade Tributária."


[Via]

 

 

 

 

Guardar

||| O Salário Mínimo Nacional empecilho

por josé simões, em 20.03.16

 

October 1943 Washington, DC Saddle shoes are still popular at Woodrow Wilson High School.jpg

 

 

O aumento do salário mínimo como óbice à competitividade das empresas do sector do calçado, nomeadamente no "motor da economia", as exportações.


"Magnatas do calçado escondem 2,6 milhões ao Fisco"


[Imagem "October 1943 Washington, DC Saddle shoes are still popular at Woodrow Wilson High School", autor desconhecido]

 

 

 

 

||| Não chega

por josé simões, em 04.01.16

 

charlotte hodgson.png

 

 

Fica a faltar a maioria de esquerda no Parlamento proibir o Fisco como máquina de cobrança coerçiva de dívidas de empresas privadas.


"Fisco e Segurança Social proibidos de penhorar casas"


[Imagem]

 

 

 

 

||| A Lista de Núncio

por josé simões, em 18.03.15

 

pieces.jpg

 

 

As notícias sobre a morte do Partido do Contribuinte eram manifestamente exageradas. Continua vivo e de boa saúde, só não se aconselha, caída que foi a máscara que tapava o V de VIP, entre parentesis à frente do Partido do Contribuinte, resquícios do PREC num partido nascido no PREC, quando a esquerda era m-l, entre parêntesis e não tinha vergonha, nestes tempos de PREC da direita. CDS/ PC (VIP).


A culpa foi do mordomo que prontamente abandonou o cargo. "Mentira e Cobardia" é o lema escrito por detrás dos pins com a bandeira de Portugal que os ministros e secretários de Estado usam na lapela.


[Imagem]

 

 

 

 

||| As liberalidades dos liberais no Estado social

por josé simões, em 06.01.15

 

nail saloon.jpg

 

 

Aos liberais à frente da destruição do Estado social e que promovem o levantamento do sigilo fiscal aos beneficiários de abono de família ou de Rendimento Social de Inserção, enquanto atiçam a turba com o recurso à filha da putice e à mentira, nunca lhes passou pela cabeça promover o levantamento do sigilo da regularização da situação fiscal, ao abrigo do Regime Excepcional de Regularização Tributária, daqueles que, com a fuga às suas obrigações para com o Estado e a sociedade, cavam ainda mais fundo o fosso entre ricos e pobres e promovem o aumento das desigualdades.


«Parlamento quer conhecer os detalhes das regularizações fiscais da família Espírito Santo


Banco de Portugal recusou revelar os dados pedidos. Esta terça-feira, os deputados decidiram pedir à família que autorize o levantamento do sigilo sobre as suas regularizações extraordinárias.»


Não é por dá cá aquela palha que o banqueiro paga o salário ao líder e o líder exige a participação do banqueiro no negócio.


[Imagem]


Adenda: Para que serve uma Comissão Parlamentar de Inquérito, composta por deputados eleitos representantes dos cidadãos em eleições livres e democráticas, para aquele que, a par do Presidente da República, do Governo e dos tribunais é suposto ser um dos órgãos de soberania da estrutura do Estado – a Assembleia da República, se um qualquer governador do Banco de Portugal se pode dar ao luxo de recusar fornecer aos deputados a documentação que estes achem necessária para o bom desempenho das suas funções?

 

 

 

 

||| 1, 2, 3…

por josé simões, em 09.01.14

 

 

 

A Autoridade Tributária é a nova Bota Botilde:

 

«Facturas: Sorteio de carros vai ser transmitido pela televisão. Sai um por semana»

 

 

 

 

 

 

|| Há festa na paróquia

por josé simões, em 03.11.13

 

 

 

O Governo-Quermesse.

 

Além disso, num futuro, cada vez mais do que menos, próximo, todos nós, sobreviventes, seremos potenciais candidatos, com ou sem sorteio, a sócios da Liga dos Combatentes.

 

[Imagem]