Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O ministro cagarolas

por josé simões, em 02.01.20

 

 

 

"O representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Lisboa, Albert Jaeger, foi a Madrid explicar por que razão é tão difícil a reabilitação económica de Portugal, mesmo depois da aplicação de um programa de ajustamento que durou três anos."

 

Missão do FMI em Lisboa diz que portugueses são fracos a gerir

 

 

"Investigadores temem que esta seja uma das razões para as empresas portuguesas darem pouca importância à formação dos trabalhadores."

 

Trabalhadores portugueses têm mais qualificações que os patrões

 

 

"Portugal é o país da União Europeia onde há mais empregadores e trabalhadores por conta de outrem sem formação secundária e superior. Média da UE é de 17%."

 

Empregadores portugueses são os menos escolarizados da UE

 

 

"O economista do MIT, em Massachusetts, estudou a relação entre a gestão de milhares de empresas de 35 países, incluindo Portugal, com o crescimento económico. A concorrência é fundamental, "mas leva muito tempo até funcionar", diz."

 

Má gestão explica metade da baixa produtividade

 

 

"O ministro dos Negócios Estrangeiros viu-se envolvido numa polémica com a Confederação Empresarial de Portugal, tendo afirmado que um dos principais problemas das empresas portuguesas é a fraquíssima qualidade da sua gestão. "Não quis ofender, se o efeito foi esse só tenho que me penitenciar", referiu em declarações à rádio "TSF"."

 

Augusto Santos Silva pede desculpa e assume que “não queria ofender os empresários portugueses”

 

 

 

 

Dito de outra forma

por josé simões, em 29.12.19

 

Immigrés portugais, Bidonville, 1965 - Gerald Bloncourt.jpg

 

 

É por isto que os trabalhadores portugueses são os melhores do mundo na emigração e que o Saraiva da CIP e o Ferraz da Costa se andam sempre a queixar da baixa produtividade.

 

Um dos problemas das empresas nacionais é "a fraquíssima qualidade da gestão"

 

[Imagem "Immigrés portugais, Bidonville, 1965", Gerald Bloncourt]

 

 

 

 

"o absurdo de uma interpretação literal da lei”

por josé simões, em 31.07.19

 

 

 

Pelo poder legislativo, eleito em listas de partidos políticos em eleições livres e democráticas, "o absurdo de uma interpretação literal da lei”, elaborada para dar alguma transparência e pôr um travão ao absurdo dos negócios, e do fartar vilanagem nas negociatas, dos actores e protagonistas políticos a expensas dos contribuintes e eleitores. Os portugueses gostam de ser gozados?

 

 

 

 

O ministro da Propaganda

por josé simões, em 12.07.18

 

Lin Yung Cheng.jpg

 

 

O ministro da Propaganda, que não aceita ultimatos dos parceiros parlamentares, que antes devem estar gratos por terem dado uma oportunidade ao PS minoritário de ser Governo, avisa os parceiros parlamentares, à laia de ultimato, que para que a coligação se repita o acordo deve incluir "política externa e europeia", não se sabe bem a que propósito, uma vez que é matéria que nunca foi óbice à actual coligação. A minoria absoluta vai ficar-vos tão bem.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 05.04.18

 

Vintage-Rare-Old-Circus-Clown.jpg

 

 

A inversão do ónus da prova em todo o seu esplendor. "Se a Rússia provar que não tem nenhuma responsabilidade seria óptimo". A gente vai fazer de conta que isto não foi dito.

 

[Imagem]

 

 

 

 

As coscuvilheiras

por josé simões, em 28.12.16

 

Eavesdropping.jpg

 

 

O que eu não ouvi foi as associações patronais e sindicais exigirem um pedido de desculpas à TVI por andar a escutar e publicar conversas privadas sem autorização expressa dos intervenientes. Amanhã calha-lhes a eles.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Em pequenino não conta

por josé simões, em 04.08.16

 

Lego_Plane.jpg

 

 

[...] o Governo aprovará antes do fim de Setembro um Código de Conduta para governantes e altos responsáveis da administração pública que terá uma norma "taxativa" sobre a aceitação de ofertas.


[Imagem]

 

 

 

 

|| Em Verdade Vos Digo…

por josé simões, em 13.03.11

 

 

 

 

 

|| O Diabo está nos “peru menores”… (II)

por josé simões, em 06.10.10

 

 

 

No quase anagrama de PEC 3 o que menos importa é se, à imagem do submarino, também foi uma encomenda dos tempos de Paulo Portas. Já começa a ser encomenda a mais (ou desculpa a menos) para os tempos que correm. Daniel Cohn-Bendit explica no Parlamento Europeu (especial atenção a partir do minuto 04:50).

 

(Marcelo Mastroniani na imagem)

 

 

 

 

 

|| Vale a pena o “investimento” numa primeira página?

por josé simões, em 20.08.10

 

 

 

 

Mais um flop de investigação - e de primeira página -, a juntar ao extenso rol de material de colecção que vai do Apito Dourado à Face Oculta e já com espaço reservado para o Casa Pia que se avizinha.

Se a intenção era desacreditar a investigação e a Justiça, e fomentar o espírito de indiferença na população, parabéns.

 

 

 

 

 

|| Jornalismo isento e responsável, dizem eles

por josé simões, em 14.11.09

 

 

 

«Face Oculta: Santos Silva fala em 52 cassetes de quatro meses de escutas»

 

Meanwhile no Twitter…

 

Confirma-se: Santos Silva disse mesmo coisas sobre o processo "Face Oculta" que até agora ninguém sabia. Violação do segredo de justiça?

 

RT @HenriquMonteiro: Santos Silva disse mesmo coisas sobre o "Face Oculta" que até agora ninguém sabia. Violação do segredo de justiça?

 

@HenriquMonteiro foi a sic que falou nas 50 cassestes no dia 11 http://is.gd/4ULXa

 

Espero ter contribuido com a minha pesquisa no google para a serenidade neste caso tão interessante. O misterio das escutas!

 

Só é pena João Carlos Espada não estar também no Twitter para ficarmos com a Redacção completa…

 

 

 

Da Homofobia

por josé simões, em 19.02.09

 

«Uma campanha negra é acusar alguém que é candidato a primeiro-ministro (leia-se José Sócrates) de determinada tendência sexual (leia-se homossexual)».

Foi mais ou menos assim que Augusto Santos Silva começou por responder na entrevista a Judite de Sousa., e como exemplo do que é a homofobia melhor era impossível.

 

Passo a explicar. Eu, por exemplo, heterossexual e acérrimo defensor do “cada um mija com a sua e não se fala mais no assunto”, tanto se me dá como se me deu que me chamem homossexual, bicha, paneleiro, rabeta, “olha o gajo pega de empurrão” ou “a menina atraca de popa”; é para o lado que durmo melhor. Quando trato com alguém não estou a ver se é homem ou mulher, homo, hetero ou bi, branco, amarelo, preto ou azul às bolinhas cor-de-rosa. Estou a ver seres humanos com virtudes e defeitos. E depois há o nível intelectual num determinado padrão que é meu. Agora campanhas negras? Poupem-me.

 

É por causa destes pequenos “sinais” - podes dizer que "ando ao papelão", paneleiiro é que não pode ser nada - que desconfio da bondade da agenda fracturante.

 

(Imagem via La Repubblica)