Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Cada um pior que o outro

por josé simões, em 30.11.22

 

Stanley Kubrick’s Chicago, 1949 Pump-room-520x35

 

 

Não é só a ideia que passa de que o "socialismo", a "social-democracia", a "democracia-cristã", a própria democracia, são uma vestimenta que se põe como desculpa por pela via da militância política ou proximidade aos inner circle se tratar da vidinha e que o interesse público comum é uma treta, tais são as enxurradas de incompatibilidades entre o que se tutela e o que se gere, mais o ex secretário que passa a tutelar o anterior, ou o negócio da mulher, ou a empresa que se deixa para exercer a função, ou o primo e o pai e um enredo digno de uma série na Netflix, mais os negócios mal-amanhados e ainda pior explicados, como quem lhes sucede no cargo, depois da apresentada ou forçada demissão por pressão da opinião pública, alertada pelo cada vez mais raro jornalismo independente ou bufado para a imprensa por camaradas da facada nas costas para desimpedir caminho, prima pela ausência de qualquer pensamento próprio que não seja o abanar o rabo ao chefe, carreiristas do lambe-cusismo. É uma tristeza.

 

[Link na imagem] 

 

 

 

 

Prefácio para um lindo funeral

por josé simões, em 21.11.22

 

24horas.jpg

 

 

Nas 24 Horas de Le Mans que cumpriu durante o fim-de-semana, tentando a ubiquidade para acudir ao povo socialista nos vários congressos e encontros federativos de norte a sul do país, António Costa deixou passar que as trapalhadas e trafulhices em que os seus ministros e secretários de Estado foram apanhados é a oposição que não se conforma com a maioria absoluta do PS. E isto dá o prefácio para um lindo funeral.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Minha querida lavandaria

por josé simões, em 16.11.22

 

estendal.jpg

 

 

O homem, doutor homem, que recebia por mês o dobro do que recebia o presidente da FED 'amaricana' para não ver o BES nem Ricardo Salgado, que afinal de contas era o DDT, nem o Banif [Tribunal de Contas arrasa papel de Carlos Costa no BES e Banif], que não teve a hombridade de colocar o lugar à disposição após as eleições de onde saiu a "Geringonça" tendo consciência plena que era persona non grata ao novo poder político,  deu por António Costa andar de conluio com Isabel de Angola e, na altura, só não abriu a boca para denunciar as pressões que sofreu do primeiro-ministo geringonço porque até ele chegar ao cargo nunca nenhum governador do Banco de Portugal tinha sido alvo de tamanha infâmia por parte do poder político. Ainda vai dizer que foi por isto que não apresentou a demissão, para dar por estas matrafisgas.

 

Adenda: Marques Mendes, que na apresentação do livro gritou pela intervenção da polícia, também desconhecia o relatório do Tribunal de Contas.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Viva a Concertação Social viva, Pim!

por josé simões, em 08.11.22

 

Federico Fellini on the set of Satyricon, phorogra

 

 

Depois dos professores na semana passada diz que vem aí uma oleada de greve e paralisações, roubando a expressão aos espanhóis. Função Pública, médicos e enfermeiros, guardas prisionais, farmacêuticos, técnicos de diagnóstico e terapêutica, uma fartura. Por isso é legitimo perguntar para que foi aquele circo e foguetório no Palácio Foz com a assinatura da câmara corporativ... concertação social entre os sindicatos dos patrões e o sindicato que representa os patrões nas empresas, a UGT, se paz social nas ruas e nas empresas é coisa que não vai haver; se António Costa e o Presidente da República, eleito com o voto do PS de António Costa, acreditam mesmo em toda aquela palhaçada; se acreditam que os portugueses acreditam; se varrendo para debaixo do tapete a coisa deixava de existir; se acham que as pessoas fazem greve e vêm para a rua porque o PCP, por interposta pessoa a CGTP, lhes diz para parar e vir, já que o acordo está assinado e não há razões para isso?

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Honestidade na política e no debate político

por josé simões, em 27.10.22

 

2-Jo-KNt0i-o.jpg

 

 

António Costa, e aquele que só é ministro das Finanças por ter perdido a câmara de Lisboa pelo voto popular, invocarem no Parlamento, e em todas as ocasiões com câmara de televisão por perto que lhes pareçam propicias, o acordo alcançado na câmara corporativa concertação social com a UGT para legitimar o Orçamento do Estado, pensam que atiram areia para os olhos do pagode mas acabam a fazer figura de impostores, por terem a perfeita noção de que o acordo não vale absolutamente nada, por a UGT ter zero implantação no terreno, no mundo laboral, como se o invocado acordo livrasse o país da contestação e da onda de greves que aí vem, como se tivesse comprado a paz social na administração pública.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

António Costa no país dos engraxadores, Capítulo II

por josé simões, em 13.10.22

 

bufalo.jpg

 

 

Marcelo veio pedir desculpa por ter dito aquilo que todos o ouvimos dizer, um dia depois de Costa dizer que devíamos pedir desculpa a Marcelo por o termos ouvido dizer o que disse. Se Costa ontem tinha ficado mal na fotografia hoje a fotografia ficou toda tremida e desfocada, apesar de ter sido tirada ontem. Numa expressão comum, perdeu bela oportunidade de ter ficado calado. E com a lata da graxa arrumada dentro da maleta.

 

[Link na imagem]

 

António Costa no país dos engraxadores, Capítulo I

 

 

 

 

António Costa no país dos engraxadores

por josé simões, em 12.10.22

 

marcelo engraxar sapatos.png

 

 

António Costa, a despropósito e sem que ninguém lhe encomendasse o sermão, saiu a terreiro para assumir a defesa do indefensável. Que Marcelo não quis dizer aquilo que todos ouvimos Marcelo dizer. E mais, que todos devíamos pedir desculpa a Marcelo por Marcelo ser aquilo que é, um rato de sacristia, um língua de trapos, um sem noção, o Presidente que jura sobre a Bíblia e responde perante o Vaticano. António Costa, a pique nas sondagens com trapalhada atrás de trapalhada, com o partido em circuito fechado sem capacidade de recrutamento na "sociedade civil", e com Luís Montenegro a bastar-lhe ficar calado para que algo aconteça, foi a Cascais ao Jardim Visconde da Luz passar graxa nos sapatos do Presidente da República, com a espada de Dâmocles sobre a cabeça, brandida por Marcelo há uns quantos discursos a esta parte como quem não quer a coisa. Resta saber se o "Marcelo vai com as outras" que Marcelo é se deixa comover ou condicionar pelas caixas de pomada Búfalo. Ainda hoje "engraxador" é dos piores insultos no mundo do trabalho.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

“Na Natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”

por josé simões, em 10.10.22

 

cavaco-torres couto.jpg

 

 

A Concertação Social é a maquilhagem da Câmara Corporativa pelas mãos de um partido, alegadamente socialista, para esvaziar o protesto e a contestação nas empresas. A câmara alta não eleita do Parlamento, e sem enquadramento constitucional. Nos idos do Estado Novo as direcções dos sindicatos eram nomeadas pelo poder político e a Câmara Corporativa funcionava, oleada e nos eixos. Com o advento da democracia e a impossibilidade de se nomearem direcções sindicais inventou-se uma central sindical - UGT, hoje pouco mais que os minúsculos sindicatos dos bancários, sem representatividade absolutamente nenhuma no mundo do trabalho, para assinar por baixo o que os sindicatos dos patrões decidem, e aí está o fascismo de volta, 10 anos depois de 74, data ta criação da Concertação Social.

O fascismo não é o Ventas do Chaga a dizer patetices nas televisões e no Parlamento, com os câmaras de eco eleitos a grunhirem "apoiado" e "muito bem" ou a gesticularem abundantemente para as outras bancadas parlamentares, o fascismo, como conceito, está mais presente nas nossas vidas do que a maioria possa pensar ou sequer admitir.

 

Na imagem Torres Couto e Cavaco Silva brindam com vinho do Porto ao acordo da Concertação Social. Começou aqui o "sindicalismo responsável", a bem do crescimento económico, da riqueza do país e da qualidade de vida dos trabalhadores, antes de terem inventado os colaboradores. Vejam onde chegámos e onde estamos.

 

 

 

 

Reservoir Dogs

por josé simões, em 08.09.22

 

PauloVazHenriques.jpg

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Houdini Costa

por josé simões, em 06.09.22

 

1920s-magician-in-tuxedo-with-sleeves-vintage-imag

 

 

Quem não taxa os lucros excessivos das empresas também não devolve o que excessivamente arrecadou.

 

[Link na imagem]

 

Nota: Depois da [a]normalidade que é um Presidente comentar todos os aspectos da acção governativa e dar opinião, sem que lha perguntem, em áreas onde não é tido nem achado, vamos entrar na [a]normalidade que é um Presidente elogiar publicamente, e em directo para o país, a acção do maior partido da oposição de que é militante?

 

 

 

 

O velho PS está vivo e de boa saúde

por josé simões, em 30.08.22

 

maria belem roseira.jpg

 

 

A ministra da Saúde, Marta Temido, apresentou hoje a demissão por entender que "deixou de ter condições" para exercer o cargo, demissão que foi aceite pelo primeiro-ministro, António Costa.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Make Portugal Great Again

por josé simões, em 03.08.22

 

DT.jpg

 

 

Qualquer que seja o ângulo, da "liberdade económica" à liberdade de expressão passando pelo regular funcionamento das instituições, entre o accionista e o contribuinte optam pela defesa do primeiro. Se dúvidas houvesse. Pelo caminho dão mais um passo na legitimação do fascismo. Comparar António Costa a Viktor Órban, o racista e homofóbico homem de mão de Putin na União Europeia. Make Portugal Great Again.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

 

Quem tramou Pedro Rabbit?

por josé simões, em 30.06.22

 

danny-kaye.jpg

 

 

Ontem o ministro tinha falado em nome do Governo. Está lá tudo, é ir à box e puxar atrás. O ministro não ia falar em nome do Governo sem autorização do primeiro-ministro. E o que aconteceu é que estava tudo decidido mas não era para ser falado. Uma maioria absoluta suporta um Governo, o Governo governa e decide com base em pareceres e estudos técnicos e ambientais facultados pelas entidades competentes, o líder do maior partido da oposição ser chamado é para português ver. Ou para entalar. E era para entalar Montenegro mas saiu o Santos entalado. O que para Costa deve ser igual ao litro. Por sua vez Marcelo não tuge nem muge, afinal Costa e metade do PS apelaram ao voto nele. E o congresso do PSD que ia ser uma sessão de masturbação colectiva ganha um interesse inesperado.

 

[Luís Montenegro na imagem [not]]

 

 

 

 

"Eu gosto de mamar nos peitos da cabritinha"

por josé simões, em 30.06.22

 

Germany, 1912-1915.jpg

 

 

Pessoas que aterram em Luton e papam 45 minutos de bus até Londres, ou que aterram em Stansted e levam com mais de uma hora até Marble Arch, indignados por o aeroporto ir para Alcochete. Devem estar a gozar com os que de Heathrow até Victoria Station vão uma hora de pé no underground em hora de ponta, mind the gap, ou com aqueles que vindos de Gatwick gramam, sem respingar, uma hora e cinquenta minutos também de bus até ao dito arco de mármore.

 

Parece que agora a ideia é investir numa pista temporária no aeroporto lacustre do Montijo até o de Alcochete estar pronto lá para dois e e trinta e não sei quantos [até vão mudar a lei e tudo, não vá algum presidente de câmara ter veleidades] com um pronto, quase novo, com poucos quilómetros de serviço, como aqueles carros em segunda mão que se compram na CarNext ou na Benecar, passe a publicidade, e que serve de pouso a moscas, no meio caminho quilométrico de Lisboa a Faro, e já agora Sines, de onde se vê o canal do Panamá, como disse o outro de quem já ninguém se lembra, e ao mesmo caminho horário que os bifes, mais os estrangeiros que visitam Londres, têm de percorrer quando chegam à capital da ilha. Lembrei-me destes exemplos ingleses só porque estamos sempre a chorar que venham para o Algarve, para o turismo da pint e de fazer merda na rua, enquanto se vomitam todos, a seguir à ressaca da noite anterior passada a avermelhar ao sol no areal mais próximo, porque há mais aeroportos nas mesmas condições, noutras latitudes.

 

"Eu gosto de mamar nos peitos da cabritinha, Mamo à hora que eu quero porque a cabrita é do contribuinte"

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

De castigo

por josé simões, em 29.06.22

 

reyes_cena_gala_otan_madrid_20220628.jpg

 

 

António Costa foi isolado pelo protocolo durante o jantar oferecido pelos reis de Espanha aos chefes de Estado presentes na cimeira da NATO:

     - Por causa do falatório caso não tivesse sido convidado para a mesa;

     - Por ter peçonha;

     - Para aprender a ficar calado quando o assunto é a Ucrânia;

     - Porque era de mau tom fazer uma mesa à parte, como antigamente nos jantares de família com a mesa das crianças;

     - Por sofrer do "complexo Putin" - mesa de 6 metros

Aceitam-se sugestões.

 

[Link na imagem]