Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Entretanto em Londres

por josé simões, em 22.02.12

 

 

|| Welcome to reality

por josé simões, em 11.02.12

 

 

 

Há duas épocas, enquanto treinador do SC Braga, Domingos Paciência foi empurrado, jogo atrás de jogo, até à última jornada, para pressionar o SL Benfica por desistência do FC Porto.

 

A época passada foi André Villas-Boas, com intervenções preventivas e cirúrgicas sobre a concorrência logo nas primeiras 5 jornadas, levado ao colo até ao título.

 

Quer num caso quer noutro, começaram depois as equipas a ganhar ritmo, automatismos e confiança [e o inverso na exacta proporção com os adversários directos], e o resto vem por acréscimo ou, em futebolês, o futebol é mesmo assim.

 

Este ano, e sem "ajudas de custo", André Villas-Boas e Domingos Paciência, as next big thing do pontapé na bola lusitano, caíram na realidade. Temos pena.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| lol [premium slim]

por josé simões, em 06.10.11

 

 

 

Agora repitam sem rir

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Lie To Me

por josé simões, em 18.04.11

 

 

 

 

 

Mexe no queixo, olha de lado e coça a nuca, percorre o colarinho de oralha a orelha com o dedo indicador, ajeita e alarga o nó da gravata, engole em seco enquanto olha para a mesa.

 

Interessante era colocar o Dr. Cal Lightman de Lie To Me nas conferências de imprensa do FC Porto para interpretar a linguagem corporal de André Villas-Boas.

 

 

 

 

 

 

 

|| Doutrinar

por josé simões, em 11.01.11

 

 

 

 

 

Pior que o telejornal começar (quando não é a abertura é a abertura a seguir ao intervalo) com o briefing do next special one, two, a filosofar sobre táctica de futebol, arbitragem, e os méritos dos colegas de profissão, é o master (o da voice sem pretérito perfeito) nos intervalos de socializar no bas-fond, todos os dias em todos os telejornais, e talvez por ser inimputável, a dizer todas as barbaridades que lhe vêm à cabeça sobre uma coisa que ele pensa ser o futebol, perante a complacência dos jornalistas. Caso único na Europa e provavelmente no mundo.

 

Estamos quase no 13 de Maio e ontem a televisão pública ofereceu um serão de fado.

 

(Imagem Brain Scans via Alamy)

 

 

 

 

 

 

 

Sanções desportivas

por josé simões, em 06.10.10

 

 

 
 

 

 

 

Sabendo o que "a casa gasta", e se todos os clubes da Primeira Liga recusassem jogar com o FC Porto? Era campeão por falta de comparência dos adversários, mas que mexia ao nível da UEFA e da FIFA disso ninguém tenha dúvidas. Podia ser que de uma vez por todas houvesse transparência no futebol e na arbitragem.

 

(Imagem Hands of a Marionette Player, Mexico, 1926, Tina Modotti)