Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Mobilização Global Pelo Clima. Global Climate Strike

por josé simões, em 20.09.19

 

House_On_Fire.jpg

 

 

global-climate-strike.jpg

 

 

GlobalClimateStrike.jpg

 

 

Global Climate Strike 20 - 27 Sept. #ClimateStrike in Lisbon

 

 

 

 

Glug

por josé simões, em 19.08.19

 

1 (25).jpg

 

 

2 (23).jpg

 

 

3 (24).jpg

 

 

4 (19).jpg

 

 

5 (17).jpg

 

 

Glug, a creative events programme, is on a mission to build the world’s largest database of protest posters. Titled Protest by Design, the project is in preparation for the next round of global climate strikes taking place on 20 September, just three days before the UN climate summit.

 

[Via]

 

 

 

 

...

por josé simões, em 28.07.19

 

1 (21).jpg

 

1 (22).jpg

 

1 (20).jpg

 

 

[Aqui]

 

 

 

 

#ShowYourStripes

por josé simões, em 11.07.19

 

EUROPE-Portugal--1901-2018.png

 

 

Using temperature data from around the world, climate scientist Ed Hawkins has built a tool for viewing the “climate stripes” for almost any location, a data visualization that represents the change in temperature over time over the past 100+ years. [Via].

 

[Na imagem "Europe, Portugal, 1901-2018"]

 

 

 

 

Vale zero

por josé simões, em 28.06.19

 

loures_livredearmas_nucleares.jpg

 

 

Nos 80s, com o PCP acabadinho de inventar o Os Verdes para cavalgar a onda "Atomkraft? Nein Danke" e "No Nukes" que começava a ganhar forma como movimento político alternativo na Alemanha e que nos chegava no Verão em forma de carrinhas "pão de forma" ao litoral alentejano, Costa Vicentina e barlavento algarvio, as câmaras municipais CDU plantavam cartazes na borda da estrada nos limites do concelho com "Concelho de tal, livre de armas nucleares", como se isso valesse alguma coisa num país ainda na era das centrais a carvão, o exército equipado com obus OTO Melara dos anos 50,  e com uma autoestrada para o sul a terminar em Setúbal. Trinta anos depois o Bloco de Esquerda pede ao Governo que declare "estado de urgência climática" e a cidade de Nova Iorque "declares a climate emergency", a primeira cidade com mais de um milhão de habitantes a fazê-lo nos States. E isto vale o quê? Zero, nada. Circo de que as pessoas estão fartas. Acção e medidas concretas é o que se pede.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 13.06.19

 

TIME.jpg

 

 

               O secretário-geral da ONU na capa da Time

 

 

 

 

"Sigamos o Cherne"

por josé simões, em 23.05.19

 

Present & Correct.jpg

 

 

Se ao menos fizessem como o Governo do Partido Socialista de António Costa que aprovou a prospecção de petróleo na Costa Vicentina e no Algarce como medida de combate às alterações climáticas.

 

António Costa acusou hoje PSD e CDS-PP de nada fazerem para combaterem as alterações climáticas, afirmando que votaram contra a redução do preço dos passes sociais e que o anterior Governo desinvestiu no transporte público.

 

                    "Sigamos o cherne, minha amiga!
                    Desçamos ao fundo do desejo
                    Atrás de muito mais que a fantasia
                    E aceitemos, até, do cherne um beijo,
                    Senão já com amor, com alegria…
                    Em cada um de nós circula o cherne,
                    Quase sempre mentido e olvidado.
                    Em água silenciosa de passado
                    Circula o cherne: traído
                    Peixe recalcado…

 

                    Sigamos, pois, o cherne, antes que venha,
                    Já morto, boiar ao lume de água,
                    Nos olhos rasos de água,
                    Quando mentido o cherne a vida inteira,
                    Não somos mais que solidão e mágoa…"

 

[Imagem]

 

 

 

 

covfefe

por josé simões, em 01.06.17

 

Ripped Flag.jpg

 

 

De um acordo que, por ficar muito aquém daquilo que era exigido, é um fiasco. Imaginemos que era um acordo a sério.

 

O Presidente norte-americano, Donald Trump, confirmou esta quinta-feira a saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris relativo às alterações climáticas

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

||| Ainda que mal pergunte

por josé simões, em 24.10.14

 

Installing electric lights in the cooperative.jpg

 

 

O que é que leva um primeiro-ministro e um ministro do ambiente, insuspeitos de ligações ao maoísmo como muitos que por aí pululam, a fazer a defesa instrasigente dos interesses de uma empresa nacionalizada pelo Estado chinês e que vende a energia aos portugueses e às empresas a preços proibitivos?


[Na imagem poster chinês de propaganda "Installing electric lights in the cooperative"]

 

 

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 01.03.14

 

 

 

A capa da Bloomberg Businessweek