Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Os meios e o objectivo

por josé simões, em 21.01.08

 

A RTP descobriu que o 4.º filho de Bin Laden anda em tournée. Três dias depois da notícia ter saído em tudo o que é jornal por essa Europa fora; mas descobriu. Antes tarde do que nunca.
 
O filho de Bin Laden que usa cabelo “à Peter Tosh” e é casado com uma bifa, anda em missão diplomática pelos países do norte de África para preparar o lançamento de um movimento pela paz. O que quer que isso seja ou signifique.
 
Foi interessante a entrevista.
Omar Bin Laden, entre outras, disse que o pai devia abandonar os meios que utiliza para atingir os objectivos a que se propõe. E aqui é que está o busílis! Sublinhe-se, não apelou para que o pai abandone os objectivos a que se propõe; só os meios.
 
E os meios, apesar de todos os atentados, apesar de todos os bombistas suicidas, apesar de todas as mortandades e carnificinas, até são o que menos importa. Os objectivos, esses, passam pela restauração do Califado, desde a Mesopotâmia até ao Al-Andaluz, o que inclui não só os nossos vizinhos de bombordo, mas também nós, Portugal; e a instauração da Sharia – a Lei Islâmica.
 
Interessante este filho do terrorista-mor, que fala, fala, fala, diz muito, e nenhum jornalista o confronta com nada.
 
(Foto fanada no Le Soir)