Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 06.10.19

 

Thomas Michael Alleman.jpg

 

 

O dirigente comunista Armindo Miranda atribuiu hoje a possível alta abstenção nas eleições legislativas às televisões que atrofiam as mentes dos portugueses e ao "capitalismo desumano"

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| 48 anos de fascismo

por josé simões, em 18.10.15

 

Elementos_da_escola_salazarista.JPG

 

 

Ou o abstencionismo ignorante que dá vitórias à direita.


"Viemos ver, isto é um acontecimento, antes isto do que a política, não é?"


Na estacada da marina de Cascais a assistir às operações de desencalhe do petroleiro "a professora Ana com a aluna Carolina" [sic], ao colo, em directo para o telejornal da televisão do militante n.º 1.


[Imagem]

 

 

 

 

|| 39, 4 %

por josé simões, em 28.09.09

 

 

 

«As eleições legislativas 2009 ficaram marcadas por uma abstenção recorde de 39,4 por cento (…)»

 

 

 

||Da abstenção

por josé simões, em 23.06.09

 

 

 

«Tem cartão de eleitor?
O primeiro já o fumei. Depois não voltei a tirar, era mesmo bom para fazer filtros...»

 

À atenção de Rui Oliveira e Costa e da sua mui famosa sondagem SIC/ Expresso/ Rádio Renascença nas análises à abstenção na noite da ressaca eleitoral.

 

(Na imagem Coco-Chanel por Roger Viollet via Getty Images)

 

 

|| Diário da Campanha; dia XI

por josé simões, em 04.06.09

 

«Vocês querem é tacho! Os partidos têm sido um Banco Alimentar! Eu não voto!.. Desde que o Durão Barroso foi para Bruxelas nunca mais votei»

 

Um cidadão anónimo para Ilda Figueiredo na Feira São Cosme em de Gondomar.

 

Vai ser lindo vai. Podiam ter marcado o pic-nic para o dia das eleições… sempre havia uma justificação. Era o faz-de-conta que as pessoas não querem saber dos Fripóres e dos Lopes da Mota; dos Bêpê-énes e dos Loureiros; das candidaturas em estéreo; da coitadinha da Festa do Avante!; dos Procuradores que quase morrem de velhice; e é melhor ficar por aqui se não ainda acabo a fazer um daqueles posts resma de papel.

 

Mas se Deus quiser há-de estar um lindo dia de sol e os comentadores de serviço ao pós-guerra na noite de domingo lá terão com que argumentar.

 

No FaceBook há uma coisa chamada Máfia Wars.

 

(Imagem fanada no La Repubblica)