Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 25.11.20

 

jsd cartaz 25 novembro.jpg

 

 

16h – Após ter contactado Álvaro Cunhal e a Intersindical Nacional, o Presidente da República obtém do PCP a confirmação de que não mobilizaria os seus militantes para qualquer acção de rua.

 

O oficial spinolista António Ramos, insuspeito de esquerdismo, confirmou que, no 25 de Novembro, terá havido diversas “cascas de banana” lançadas à extrema-esquerda, que nelas caiu. [...] Afirmou que o PCP não participou na “intentona”, que, por isso mesmo, fracassou, pois faltara a “máquina de informações” comunista.

 

No dia em que "o comunismo foi dominado e o 25 de Abril finalmente cumprido", segundo a narrativa da direita radical, por tropas que previamente juraram fidelidade à cadeia de comando e ao Presidente da República, general Costa Gomes, suspeito de simpatias pelo PCP. E no dia em que a direita radical conseguir explicar isto sem rococós e realidades alternativas vai ser um grande dia.

 

Depois de uma aliança com o Chaga para a governação nos Açores, o cartaz da juventude do Chaga da JSD para assinalar o 25 de Novembro. Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

 

 

 

Só, advérbio de exclusão

por josé simões, em 25.11.16

 

Jaime+Neves.jpg

 

 

A assinalar só que todos os militantes de grupos e grupelhos esquerdalhos e esquerdistas maoistas-estalinistas com a designação de partido, organização ou movimento, com éme éle entre parêntesis numa bandeira com estrelas, foice e martelos, rodas dentadas e enxadas, e que estiveram mais ou menos, directa ou indirectamente envolvidos no 25 de Novembro de 1975, acabaram todos nos partidos do "arco da governação" e alguns até ministros e secretários de Estado. Só. E "o mais impressionante é como tanta gente se acovarda hoje". Só.


[Jaime Neves na imagem]

 

 

 

 

Guardar

||| 25 de Novembro de 1975 – 25 de Novembro de 2015

por josé simões, em 25.11.15

 

Ernesto_Melo_Antunes.jpg

 

 

"O PCP é imprescindível à democracia portuguesa."


[Imagem]