Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Since 1976

por josé simões, em 11.10.21

 

nosferatu_Getty-Images.jpg

 

 

"Tal resolução, aplicada indiscriminadamente, obrigará que a mão de obra suba, em alguns casos, cerca de 100%, nossos prejuízos na execução de encomendas destinadas a exportação já em carteira, subida futura nas tabelas que ocasionará perda fatal de tais mercados, e também aumento substancial do preço no mercado nacional, com consequente aumento do custo de vida interno. Pretendemos, portanto, alertar Vossa Ex.cia para este grave problema, solicitando medidas cautelares capazes de impedir a falência deste sector com inevitável desemprego dos seus trabalhadores".

 

No meio de todos os telegramas, lá estava uma reacção patronal a estas decisões. Apontava a Comissão Administrativa do "Grémio Nacional dos Industriais de Calçado", em representação de 1300 pequenas e médias empresas, trabalhando conjuntamente com cerca de 30 000 trabalhadores, a "alarmante" situação criada a esta indústria a partir da aplicação do salário mínimo nacional de 3300 escudos, igual para ambos os sexos.