Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Qual é a pressa? [III]

por josé simões, em 26.05.14

 

 

 

Depois de considerar que a moção de censura anunciada pelo PCP vale nada por via da maioria absoluta no actual quadro parlamentar e de que não é mais do que um frete que os comunistas fazem ao Governo, António José Seguro apressou-se a informar que o PS vai votar a favor da dita cuja moção. Mesmo sem conhecer o conteúdo da mesma. Mesmo que a tal da moção comece, como habitual, mais ponto menos vírgula, por "O país é governado por políticas de direita, desde 1975, com o alto patrocínio do PS". O PS vota a favor. O PCP agradece. Depois formam uma frente unida, PS e PCP, do género das frentes de unidade popular nos países do leste na Europa do pós II Guerra Mundial na sombra de Estaline que, invariavelmente, acabaram com os partidos socialistas ou social-democratas absorvidos pelo partido "vanguarda da classe operária", devidamente purgados dos elementos contra-revolucionários e perigosos e vivem felizes para sempre.

 

Se não tiveres nojo bebe.

 

[Imagem "A Military Oath during the WW2 1941-1945"  by Michail Lukjanov]

 

 

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post