Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Portugal não é um país pequeno

por josé simões, em 13.05.19

 

portugal não é um país pequeno.jpg

 

 

Diz que os deputados europeus, em particular, e todos os outros deputados em geral, ganham muito, são principescamente pagos, um luxo, mais que um luxo uma falta de respeito. Onde os deputados saem barato é mas ditaduras mas, 45 anos passados sobre o 25 de Abril, há quem já se tenha esquecido do tempo em que os deputados saíam barato ao erário público. E mesmo os que nunca se esqueceram porque não tiveram nem tempo de se lembrar ou de ter aprendido não têm desculpa para as desculpas que inventam para justificar a ausência de pensamento crítico e o Maria-vai-com-as-outras no Facebook.

 

Diz o amigo dos fascistas do Vox, Nuno Melo, e o amigo do amigo dos fascistas do Vox, Paulo Rangel, que os deputados europeus ganham muito, são principescamente pagos, um luxo, mais que um luxo uma falta de respeito, mas que pagam impostos em Portugal, uma atenuante, por sua iniciativa, por iniciativa do Governo da direita radical PSD/ CDS. Se calhar para mostrar aos milhares de imigrantes em Portugal, moldavos, cabo-verdianos, brasileiros, ucranianos, angolanos, todos, menos os lavadores de dinheiro dos visto gold, que trabalham aqui mas que deviam pagar impostos na sua terra de origem, ao invés de os pagarem aqui, poderem votar aqui, beneficiarem do Estado social aqui, e até poderem ser eleitos para cargos de governação, aqui.

 

Qualquer dia ainda damos com eles a receber medalhas no 10 de Junho, o Dia da Raça.