Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Orfãos do eurocomunismo

por josé simões, em 06.12.14

 

pablo iglesias 1.png

 

pablo iglesias 2.png

 

pablo iglesias 3.png

 

 

Três tuites retirados da conta de Pablo Iglesias e onde o camarada se limita a dizer, exactamente, o mesmo que Jerónimo de Sousa e o PCP dizem há décadas, sem que nunca apareçam nas sondagens a liderar as intenções de voto, nem pouco mais ou menos.


Até que ponto o eurocomunismo de Santiago Carrillo e a social-democratização do PCE criou uma legião de orfãos à esquerda, numa Espanha que nunca teve uma esquerda mais à esquerda que não tivesse conotações com o terrorismo?


Até que ponto a "pureza" revolucionária, sem as conotações com o totalitarismo soviético, sem efígie de grandes líderes e pais dos povos nas bandeiras, sem o seguidismo em relação ao PCUS, sem o branqueamento dos crimes cometidos sobre a classe operária, pela vanguarda da classe operária, em nome da classe operária, desde 1917 até Gorbachev, sem o Muro de Berlim tatuado na testa que, por mérito próprio, assolam o PCP, impulsionam o Podemos?

 

 

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post