Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Novas do "milagre económico"

por josé simões, em 20.01.14

 

 

 

O "milagre económico" da propaganda governamental, argumentum ad nauseam na comunicação social do pensamento único pelos avençados de serviço, desmonta-se com os números.

 

E os números dizem que houve um aumento de 1,7% do desemprego jovem em relação ao ano passado e um aumento de 5,3% das inscrições de desempregados com habilitações superiores.

 

Desde os idos da Dona Lúcia na Cova de Iria que não se assistia a um "milagre" destas dimensões, com as empresas a regressar em força ao mercado e ao investimento e a optarem por contratar os mais velhos e os de mais baixas qualificações.

 

Por outro lado o número de desempregados aumentou 6,7% em relação ao mês homólogo de 2012 mas baixou em relação a Novembro de 2013 mas, como o "número total de desempregados em stock diminuiu", estamos perante outros "milagres" não menos importantes, o "milagre" da emigração, o "milagre" da desistência de procurar emprego, e o "milagre" dos cursos de formação e requalificação remunerados.

 

Feliz a utilização do termo "stock" porque é disso mesmo que se trata, um stock em carteira, aliado à alteração da legislação laboral em favor da rigidez patronal, como forma de pressão sobre os que ainda têm trabalho.

 

[Imagem "Face Reality As It Is" by Thomas Quinn]

 

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post