Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não deixar que um bom jogo estrague um negócio

por josé simões, em 18.06.21

 

alex beker_muppets-scaled.jpg

 

 

"A UEFA lembrou às equipas participantes que as parcerias são essenciais para a realização do torneio e para garantir o desenvolvimento do futebol em toda a Europa, incluindo para jovens e mulheres", porque, como é por todos sabido, antes dos patrocínios não havia campeonatos, nem da Europa, nem do mundo, nem nacionais, nem os "jovens e mulheres" jogavam à bola, nem nada, estávamos no tempo do cautchu rebentado e cheio com trapos até ficar redondo outra vez. Isso e e os clubes "propriedade privada com os palermas, de seu nome adeptos, relegados para a bancada no papel de batedores de palmas e assobiadores com cartão de sócio", "os jogadores propriedade de agências, fundos de investimento, investidores privados, sediados em offshores, com operações opacas", e "direitos de transmissão televisiva, com jogos a dias e horas que não lembra a quem já tenha jogado alguma coisa na vida que não só futebol". Sem nada disto tínhamos de estar na varanda a ver os putos jogar na rua ou a espreitar pelo muro da escola para ver o inter-turmas. Não deixar que um bom jogo estrague um negócio.

 

[Link na imagem]