Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Como dizem os 'amaricanos', enough is enough

por josé simões, em 23.01.19

 

 

 

O que estes senhores estão a dizer aos pais e encarregados de educação que, durante os anos desgraçados do "ajustamento", desde os idos do 2.o Governo de José Sócrates até aos últimos dias do Governo PSD/ CDS/ Troika, viram as vidas e as carreiras suspensas, conheceram o desemprego, os salários em atraso, a emigração, que perderam apoios sociais na exacta proporção em que eram taxados, impostados e sofriam reduções salariais substantivas, enquanto mantinham os filhos na escola e pagavam explicações, por fora e sem recibo, aos mesmos professores que na escola não lhes chega o tempo nem têm jeito para ensinar e se lastimam em posts no Facebook, em directo da praia e no horário de trabalho, do martírio que é a vida e a carreira docente, e que passados estes 4A 9M 2D que sofreram na pele, como na badge na lapela do Comissário Nogueira e não são exclusivo dos stôres mas uma realidade de todo o sector privado, se calhar com um 6, um 7 ou um 8 antes do A, e que começam agora a ver a sua vida recomeçar onde tinha ficado, o que nos estão a dizer é que afinal a desgraça ainda não acabou porque há uns senhores que, do alto do Olímpio onde se colocam, se acham acima dos sacrifícios passados por todos os portugueses e se sentem no direito de continuar a vidinha que tinham como se nada se tivesse passado, nem troika, nem ajustamento, nem princípio de banca rota, nem nada, o que para os outros foi vida perdida para eles foi apenas um stanby, e prometer e ameaçar  um ano desgraçado aos filhos dos contribuintes que lhes pagam o salário.

 

Como dizem os 'amaricanos', enough is enough.

 

Fenprof ameaça Governo com "ano desgraçado" se não forem retomadas negociações

 

[Imagem]