Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

A insustentável leveza de Marcelo

por josé simões, em 07.12.23

 

Marcelo (1).jpg

 

 

A partilhar minis e bolas de Berlim na praia em pleno covid do distanciamento social, da máscara na cara e do álcool gel; explicar em directo para as televisões a artimanha que havia urdido para escapar às restrições e ao confinamento e passar o Natal com toda a família; andar aos encontrões no meio de centenas de pessoas na lisboeta feira do livro para depois censurar quem se deslocava à Festa do Avante; encontrar-se por coincidência com Teresa Leal Coelho e Carlos Moedas, candidatos do PSD em plena campanha eleitoral; desvalorizar o número de vítimas de abuso sexual pela igreja; comentar decotes de cidadãs nacionais em país estrangeiro; fazer e dizer tudo para no dia a seguir vir dizer que não tinha feito nem dito tudo o que lhe vimos fazer e ouvimos dizer. Estava escrito nas estrelas, ninguém espera era que fosse com duas gémeas brasileiras.

 

[Imagem]