Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| A Hannah Arendt explicou isto

por josé simões, em 23.01.14

 

 

 

Quando as pessoas vestem uma pele – empresa, religião, clube, partido político, outra, e se demitem de pensar, quando são incapazes de fazer um juízo crítico, de dizer não. Quando um ser humano abdica de ser ser humano.

 

«Em nome de interesses pessoais, muitos abdicam do pensamento crítico, engolem abusos e sorriem para quem desprezam. Abdicar de pensar também é crime».

 

E há logo ali à mão um milhão argumentos e dobro de milhões em desculpas plausíveis e aceitáveis, aos olhos dos que também já abdicaram. Principalmente quando ficar, no lugar para o qual se foi eleito, e votar contra nunca foi opção.

 

«Teresa Leal Coelho: "Fui sempre contra levar a referendo a adopção e a co-adopção por casais homossexuais"

 

A vice-presidente do PSD assegura que expressou internamente a sua oposição ao referendo e por escrito. A dirigente que se demitiu da direcção da bancada em protesto contra a disciplina de voto garante que Passos Coelho “não deu instruções ou orientações” sobre a proposta.»

 

[Imagem]