Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| A paranóia estalinista do Governo PSD/ CDS

por josé simões, em 14.12.12

 

 

 

Também Estaline, atacado pela paranóia da conspiração, nomeou os seus comissários políticos [Iezhov, Malenkov, Molotov, entre outros] para vigiarem de perto os generais [com especial atenção para Zhukov] durante o cerco a Estalingrado e na denominada Grande Guerra Patriótica, até à tomada do Reichstag em Maio de 1945, chegando mesmo, nalguns casos, a opinião táctica e estratégica dos comissários políticos nomeados a sobrepor-se e a prevalecer sobre a dos generais, com repercussões directas no terreno ao nível de recuos da frente de batalha e de baixas na ordem dos milhares que poderiam ter sido evitadas. É dos livros.

 

Nada de novo, portanto.

 

[Legenda do cartaz "Peace to the nations! Peace will be preserved and fortified if the nations will take the matter of peacekeeping into their own hands and will insist on it to the end"]

 

 

 

 

 

 

|| Do desespero e do desnorte

por josé simões, em 06.11.12

 

 

 

Juro que ouvi ontem o ministro da Defesa José Pedro Aguiar-Branco, no Prós e Contras no canal 1 da RTP, com a mesma convicção com que defendia as 5 – cinco – 5 linhas de TGV de Manuela Ferreira Leite, acusar Luís Fazenda do Bloco de Esquerda de ser co-responsável pela construção de uma linha de TGV que levou o país à ruína. Isto depois de, no mesmo dia e no Parlamento, as Parcerias Público Privadas terem passado, num click e por artes mágicas, a ser boas para os cofres do Estado e negativas para os privados. É obra.

 

Como grita a palavra de ordem nas manifs, "está na hora, está na hora do Governo ir embora".

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| A suspensão da Democracia, upgrade

por josé simões, em 28.10.12

 

 

 

Delito de opinião

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Nos intervalos de ser ministro

por josé simões, em 03.10.12

 

 

 

Ou nos intervalos de ser advogado?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 18.09.12

 

 

 

Alguém avise Aguiar-Branco que, (1) este Governo tem maioria absoluta, (2) este regabofe é protagonizado pelo PSD e pelo CDS/ PP.

 

[Fanado]

 

 

 

 

 

 

|| Ainda sou do tempo das primeiras páginas d’O Independente

por josé simões, em 13.08.12

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 16.05.12

 

 

 

Trinta e cinco anos depois, a Direita no poder, começou finalmente a corrigir "os erros" da descolonização. Não há dinheiro para nada.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| The Janus Project, o juiz perfeito

por josé simões, em 13.03.12

 

 

 

«No terceiro milénio a maior parte do planeta Terra está transformado num deserto inabitável. A maioria da população reside em grandes metrópoles onde o sistema de justiça tradicional foi substituído por um corpo de juízes "4 em 1": oficial de polícia, juiz, júri e carrasco», tradução livre minha.

 

A judicialização da vida política ou como as iniciativas da Associação Sindical dos Juízes Portugueses [só por si passível de um olhar atento de Hollywood, um órgão de soberania com sindicato] "cheiram" demasiado a filme de ficção científica manhoso.

 

 

 

 

 

 

|| Para pensar está cá o chefe

por josé simões, em 08.02.12

 

 

 

"Pelos vistos daria jeito ao poder político que assim fosse"

 

[Imagem de Eduardo Gageiro]

 

 

 

 

 

 

 

|| Agit-prop manhosa

por josé simões, em 24.10.11

 

 

 

A seguir vão poder dizer que até perdem dinheiro para estar na política, esquecendo-se dos milhões de portugueses que perdem dinheiro para trabalhar, aqueles que ainda têm um trabalho. Tal como já foram esquecidos em mais uma acção de agit-prop manhosa: a solidariedade não é para com quem, a viver no limiar da pobreza, perdeu o subsídio de férias e de Natal, depois de ter perdido o abono de família e ter visto todas as taxas e impostos aumentados, a solidariedade é para os «outros membros do governo». Goebbels não teria orquestrado melhor.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Sentido de Estado

por josé simões, em 14.08.11

 

É isto: "O anterior Governo deve um pedido de desculpas às Forças Armadas", vale tudo inclusive meter as Forças Armadas ao barulho.

 

 

 

 

 

|| A anedota do (fim) dia

por josé simões, em 16.09.10

 

 

 

José Pedro Aguiar Branco, quase quase a terminar o “frente-a-frente” no telejornal do Mário Crespo na SIC Notícias, hoje (mais bem) entregue à Ana Lourenço:

 

“A Europa tem uma tradição de tolerância”

 

E não se arranja aí umas vagas a História no Novas Oportunidades para ex-líderes de grupos parlamentares?

 

(A imagem não foi de propósito, era o que tinha mais à mão)

 

 

 

 

|| «O Estado escolhe p’lo Povo, o Estado decide p’lo Povo, o Estado produz p’lo Povo»

por josé simões, em 25.04.10

 

 

 

 

Compassada e repetidamente, o PSD de Pedro Passos Coelho vem repetindo as “palavrinhas mágicas”: há Estado a mais na vida dos cidadãos. Gostei do discurso de José Pedro Aguiar-Branco. Foi mesmo o melhor discurso da cerimónia. Gostei na forma e, fachavor, poupem-me a análises muuuuuito profundas ao conteúdo, isso agora também não interessa nada e o oráculo está fechado, a pitonisa foi para a praia porque hoje é dia feriado (lembram-se?), e o essencial foi dito e o spin passou.

 

Ver um “reaccionário direitista” agarrar nos ícones e nas bandeiras da Esquerda e esfregá-los na cara hipócrita de alguma da Esquerda causa incomodo a quem… não é de Esquerda. Eu levanto-me e aplaudo.

 

«Liberdade apenas para os membros do Governo e para os membros do partido não é liberdade de todo.»

 

(Imagem)