Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Revista Atlântico Strikes Back

por josé simões, em 19.05.14

 

 

 

Rui Ramos, Manuel Vilaverde Cabral, Helena Matos, Paulo Tunhas e Miguel Tamen, André Azevedo Alves… Com um cartel deste gabarito [e já sem os "arrependidos"] devia chamar-se Revista Atlântico Strikes Back.

 

 

 

 

 

 

||| Cá vamos cantando e rindo

por josé simões, em 20.04.14

 

 

 

Um opinion maker é alguém que, em futebolês, "antecipa a jogada", ou, em linguagem TV Globo, dá um cheirinho nas "cenas dos próximos capítulos", ou um opinion maker é alguém que contra as opiniões mais avisadas e por cegueira ideológica, acriticamente, aposta as fichas todas no mesmo número e depois vem chover no molhado a apontar os erros, quase sempre só erros, ao número no qual apostou as fichas todas contra as opiniões mais avisadas?

 

Na comunicação social portuguesa, por incrível que pareça, são os dois, sem que haja uma diferença entre opinion maker e comentador e paineleiro, de membro de painel. Os jornais ditos de referência – Diário de Notícias, Público, Expresso, as televisões, mais as no cabo do que as em sinal aberto – SIC Notícias, RTP Informação, TVI 24, estão pejadas deles, de quem se curvou até beijar o solo sagrado e cantou hossanas à next big thing da política nacional, Pedro Passos Coelho, que é o que está, aqui e agora, em questão e agora não perde uma oportunidade para malhar no dito cujo e ainda que o Governo não tem visão estratégica nem antecipa cenários, leram bem, não antecipa, sem um pingo de vergonha na cara nem um cadinho de autocrítica na boca pelo desempenho do papel de idiota útil. E são pagos, bem pagos, para isso e ainda linkados na bloga no feice coise e RT’s, muitos, no tuita. Olé!

 

[Imagem fanada no insta coise do Nicholas]

 

 

 

 

 

 

||| Prognósticos só no fim do jogo

por josé simões, em 27.01.14

 

 

 

A ver alguns paineleiros-comentadeiros, na televisão, fazedores de opiniões, nos jornais, homens com agá grande, de direita, daquela direita de que alguma esquerda gosta.

 

Apoiei Passos Coelho mas estou arrependido. Apoiei Cavaco Silva mas estou arrependido. Vou apoiar Marcelo Rebelo de Sousa [e vou-me arrepender depois, a gente já sabe o que a casa gasta]. Não apoiei Soares Carneiro porque não tinha idade para votar [logo não há lugar a arrependimento, apenas uma imensa tristeza por não se ter nascido um ano mais cedo].

 

Apoiar, a priori, para se arrepender, a posteriori, é o "prognósticos só no fim do jogo" da política, o "omo que lava mais branco", a indulgência total pelo mal causado, a remissão dos pecados, concedida por alguma esquerda àquela direita de que gostam.

 

Ah, e aquela direita de que alguma esquerda gosta, e que apoia, a priori, para se arrepender, a posteriori, bem avisou que Barack Obama era um bluff, que François Hollande se ia espalhar ao comprido, e já andam a avisar que o Matteo Renzi vai sem travões direitinho à parede.

 

Tony Blair e Gerhard Schröder, esses sim, eram homens às direitas, err… de esquerda.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| Na se pode chamar fascistas aos fascistas porque os fascistas ficam ofendidos

por josé simões, em 05.12.13

 

 

 

Na imagem, e no lugar do "Desculpe, essa página não existe!", devia estar um lamento por o deputado João Galamba não ter sido uma das vítimas mortais do massacre de 22 de Julho de 2011 na ilha de Utoya, onde 68 jovens do Partido Trabalhista Norueguês foram executados pelo activista de extrema-direita e fundamentalista cristão Anders Behring Breivik. Devia estar mas não está porque foi apagado.

 

Um lamento de @manuelparreira, no Twitter, posteriormente captado pela bloga da direita-liberal-neoliberal-tirar-o-peso-do-Estado-da-economia-contra-os-canhões-privatizar-privatizar e que já foi maoísta-revolucionária-controlo-operário-e-a-terra-a-quem-a-trabalha, e apresentado ao mundo como Vítor Cunha, o "grande educador" do tuita [podem tirar uma pessoa do maoísmo tirar o maoísmo da pessoa é que são elas] e "mestre" do sarcasmo, a ocupar o lugar que lhe é devido ao lado de personagens da intervenção política, não menos educadores e não menos mestres, como Helena Matos, José Manuel Fernandes ou o deputado da Nova Democracia Carlos Abreu Amorim.

 

A direita que entra em estado de choque e desata a rasgar as vestes e arrancar cabelos por haver quem não ache que Jaime Neves, Maria José Nogueira Pinto, António Borges, ou o cónego Melo, assim de repente estes, sejam dignos de elegias fúnebres e odes post mortem e sinos a repique e os anjos nos céus a bater as asinhas, pela sua mui grande personalidade e vulto e serviços à pátria, a direita que não teve tento na língua e chamou de tudo menos pai a Álvaro Cunhal e José Saramago, estes dois assim de repente, só se salvando Miguel Portas e por respeito à família do chefe, e lamenta que alguém não tenha sido executado, a sangue frio e com um tiro na nuca, só porque pensa de maneira diferente.

 

Como escreveu João Miguel Tavares nas páginas do Correio da Manha [sem til], outro na pole position para reforçar o blog da bovinidade, "demasiados homens de esquerda olham para demasiados homens de direita como inimigos a abater". Pois.

 

Fascistas sim, apesar de não se poder chamar fascistas aos fascistas porque os fascistas ficam ofendidos, não por serem fascistas mas por serem cobardes. Na Brigada Helena.

 

 

 

 

 

|| Roménia 2.0

por josé simões, em 04.12.12

 

 

 

Agora são as gasolineiras e as ourivesarias e as farmácias, por causa da ladroagem que anda aí, a seguir são os restaurantes, por causa dos que saem sem pagar a conta, os urinóis públicos, por causa das bichas que vêm espreitar quem se alivia, os parques e jardins, para caçar quem cospe e atira pontas de cigarro para o chão, e por aí, até entrar no nosso quarto para vigiar para que lado da cama é que nos deitamos. A Direita no poder.

 

Adenda: Olhando ao historial deste Governo, desde o embrião na Tecnoforma até à maioridade com as privatizações em curso, é legítimo perguntar: quem do Governo ou dos partidos que constituem o Governo tem ligações às empresas de CCTV e às empresas de segurança privada que vão ganhar os concursos?

 

[A imagem é de uma intervenção de Banksy]

 

 

 

 

 

 

 

|| W. R. reloaded

por josé simões, em 30.03.12

 

 

|| Upgrade

por josé simões, em 22.10.11

 

 

 

Ouvir, nestes últimos dias, a Direita comentar com a boca aberta de orelha a orelha, num misto de espanto e censura "e não é que os ‘indignados’ e os ocupas de Wall Street têm iPhone e iPad?", é só um upgrade do mui salazarento "é pobre mas tem frigorífico".

 

 

 

 

 

 

|| Demolition Man

por josé simões, em 06.07.11

 

 

 

Ontem havia sido Morais Sarmento na SIC Notícias e Faria de Oliveira à Lusa, hoje Mira Amaral e Luís Montenegro, e até ao final do dia muitos mais se seguirão. A Direita portuguesa acordou da sesta. Como no filme de Marco Brambilla com Silvestre Stallone, Wesley Snipes e Sandra Bullock, estavam conservados em criogénio, programados para abrir os olhos hoje.

 

(Imagem)

 

 

 

 

|| "Pior cego é aquele que não quer ver", vox populi

por josé simões, em 06.06.11

 

 

 

Durou toda a campanha eleitoral “vamos a eleições por culpa do PCP e do BE”, continuou na noite do rescaldo “o BE e o PCP entregaram de mão beijada o poder à Direita”, e vai continuar por mais uns tempos, até aos tempos da Direita sair outra vez do Governo “a culpa é dos irresponsáveis comunistas e bloquistas”. Portugal é o único país do mundo em que sem pudor, mas não impunemente, um dos maiores partidos da Democracia chama todos os dias estúpido ao povo.

 

 

 

 

 

|| Racismo, xenofobia e direito dos povos à autodeterminação e independência

por josé simões, em 16.11.10

 

 

 

 

 

 

Se o PCP ou o Bloco manifestarem o apoio a alguma acção mais “radical”, vem logo por aí abaixo o PPD e o PSD, com Pacheco Pereira à cabeça, mais o democrata-mor Paulo Portas, e os cães de guarda na blogosfera – insurgentes, blasfemos, cachimbeiros, e o caralho, todos num 31 armado – a ladrar às canelas:

 

«El PP catalán crea un juego para eliminar inmigrantes ilegales»

 

(Na imagem Franco en Xixón entre falanxistes, Mayo de 1947, autor desconhecido)

 

 

 

 

 

 

 

|| Como diria “o outro”: de direita é a tua tia (pá!)

por josé simões, em 02.10.10

 

 

 

 

 

Como membro do colectivo 31 da Sarrafada (apesar de em 50% dos casos (ou mais) estar em completo desacordo com o que é escrito e dito pelos outros elementos do bando no Twitter e no blogue), só me resta manifestar o meu espanto por, nos alvores do sec. XXI, ainda haver gente para quem o mundo é uma coisa simples: uns são de Esquerda, outros são de Direita, e prontEs! não se fala mais nisso.

 

“Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu”, Mateus 5, 3-12.

 

(Cherry Vanilla na imagem)

 

 

 

 

 

 

 

|| … e pagam-lhe ao metro?

por josé simões, em 17.06.10

 

 

 

Quase 3 – três – 3 meses depois, chegar à mesma conclusão com recurso a três mil novecentos e setenta e um caracteres.

 

(Imagem de autor desconhecido)

 

 

 

 

|| Do ressabianço

por josé simões, em 29.05.10

 

 

 

A Direita, ressabiada, é toda ela um imeeeeenso “Mário Soares”.

 

(Imagem de autor desconhecido)

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 16.05.10

 

 

 

 

Algures entre a esquerda “caviar” e a direita “canapé” está o povo que pensa que o café Twitter é marca de contraceptivo. Começo a ficar seriamente preocupado com os dois primeiros.

 

(Em stereo)

 

(Imagem Washington, D.C. January 29, 1921, Herbert Bell and Joe Garso.Either Herb or Joe takes a smoke break while the other fellow does all the work)

 

 

 

|| Some Things Never Change

por josé simões, em 04.12.09

 

 

 

E Direita é Direita em qualquer parte da Europa e as aparências contam muito e quem não tem gravata não entra.

 

(Imagem de autor desconhecido)