Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| World Press Photo 2015

por josé simões, em 18.02.16

 

World Press Photo 2015.jpg

 

 

"Jon and Alex, a gay couple, share an intimate moment at Alex’s home, a small apartment in St Petersburg, Russia."


Mads Nissen

 

 

 

 

||| The Ministry of Truth

por josé simões, em 28.03.15

 

sheeptv.jpg

 

 

«Hundreds of workers are paid above-average salaries of around £500 a month and required to write at least 135 comments per day - or face immediate dismissal. The repressive system’s strict rules and regulations include no laughing and fines for being a minute late. Friendship is frowned upon.»


[Imagem]

 

 

 

 

||| War, What is it good for? Absolutely nothing [6]

por josé simões, em 26.02.15

 

Donetsk airport.jpg

 

Donetsk airport 2.jpg

 

Donetsk airport 3.jpg

 

 

[Aqui]

 

 

 

 

 

 

||| Adivinhem quem ganhou

por josé simões, em 13.02.15

 

twitter der terrorist.jpg

 

putin merkel hollande.jpg

 

 

Algumas horas depois de ter tido a minha conta no 'tuita' em destaque no telejornal da TVI 24, também pelo 'tuita' encontro a imagem que podia muito bem ilustrar o que tinha escrito. Coitados dos ucranianos, anónimos, o povo, que só quer ter uma vida descansada.

 

 

 

 

 

||| World Press Photo of the Year 2014

por josé simões, em 12.02.15

 

WORLD PRESS PHOTO OF THE YEAR 2014 MADS NISSEN.jpg

 

 

«The picture shows Jon and Alex, a gay couple, during an intimate moment in St Petersburg, Russia. Life for lesbian, gay, bisexual or transgender (LGBT) people is becoming increasingly difficult in Russia. Sexual minorities face legal and social discrimination, harassment, and even violent hate-crime attacks from conservative religious and nationalistic groups.The photo also won first prize in the Contemporary Issues category.»

 

 

 

 

||| "Pelo seu papel de resistência à «nova ordem» imperialista...

por josé simões, em 02.02.15

 

north_korean_When provoking a war of aggression, w

 

 

O que é que falta a Vladimir Putin para entrar para o Olimpo dos grandes líderes do internacionalismo proletário, da solidariedade entre os povos e da luta contra o imperialismo, com direito a efígie, de perfil, ao lado das outras que o antecederam? Aparentemente só lhe falta absorver Guennadi Ziuganov.


«Um alto responsável das forças armadas russas anunciou que vão realizar-se este ano manobras militares conjuntas com a Coreia do Norte»


[Na imagem cartaz de propaganda norte-coreano "When provoking a war of aggression, we will hit back, beginning with the US!"]


... são os países que definem como orientação e objectivo a construção duma sociedade socialista – Cuba, China, Vietname, Laos e R.D.P. da Coreia."

 

 

 

 

||| Os órfãos de Brejnev

por josé simões, em 11.12.14

 

brejnev soviet poster.jpg

 

 

Ver o Avante! , órgão oficial do Partido Comunista Português, a dar voz ao back in the USSR de Vladimir Putin e a passar a perna ao Partido Comunista da Federação Russa, partido irmão de Guennadi Ziuganov e herdeiro do PCUS, é algo absolutamente delicioso.


«Rússia não será outra Jugoslávia»


[Imagem]

 

 

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 08.11.14

 

The Advocate.jpg

 

 

A capa da The Advocate

 

 

 

 

||| War, What is it good for? Absolutely nothing [3]

por josé simões, em 15.10.14

 

Anatolii Boiko-AFP-Getty Images.jpg

 

 

«A woman stands in front of a Ukrainian tank at a checkpoint near Mayorovo in Donetsk on October 1, 2014. Ten civilians died in attacks in Ukraine's rebel-held city of Donetsk on October 1, including an incident where a shell hit a school on the first day of class, regional authorities said, blaming pro-Russian rebels. (Anatolii Boiko/AFP/Getty Images)»


What is it good for?
Absolutely nothing, say it again y'all

 

 

 

 

||| O ovo no cu da galinha

por josé simões, em 29.09.14

 

 

 

Cavaco Silva, O Avisador, avisa que «Portugal pode ser uma das portas de entrada para uma solução alternativa» no fornecimento de gás à Ucrânia e à Europa de leste, dependente da Rússia e do saudosismo soviético de Vladimir Putin.

 

Se as "primaveras árabes" não passarem disso mesmo, de meets de primavera em alguns países árabes.

Se o califado morrer onde nasceu, com a ajuda dos aviões dos amaricanos, dos bifes e dos países árabes, que financiam o califado, que tratam as mulheres abaixo de cão, mas que têm mulheres aos comandos dos éfes, vendidos pelas amaricanos, a bombardear o califado de cara destapada, para o ocidental, no sofá de pantufas, ver na televisão.

 

Allahu Akbar.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| O pelourinho

por josé simões, em 26.08.14

 

 

 

"She kills our children"

 

[Na imagem o pelourinho de Setúbal]

 

 

 

 

 

 

||| A brincar às sanções

por josé simões, em 18.08.14

 

 

 

No fundo a nova "reforma" da Política Agrícola Comum é mais do mesmo, quando os agricultores portugueses, em particular, e os europeus, em geral, eram pagos para não produzir e para manter a paz social nas auto-estradas e vias de comunicação entre a Espanha, França, Itália e a Alemanha. Agora os contribuintes europeus vão pagar 125 milhões de euros aos agricultores europeus afectados pelo embargo russo ou, como diz a comunicação social, a UE vai dar 125 milhões de euros aos produtores afectados pelo embargo russo. Quando a Argentina e o Brasil começarem a suprir as necessidades russas no campo da pecuária cá estarão os contribuintes europeus, perdão a União Europeia, para manter a paz social e a livre circulação de pessoas e bens nas auto-estradas e vias de comunicação entre o Pays-Bas, a França e a Alemanha.

 

Preocupamo-nos muuuuuito com a europeização da Ucrânia democracia na Ucrânia e a estalinização de Putin mas fomentamos o caos e a anarquia na Líbia e e no Iraque, negociamos com as cleptocracias africanas e as ditaduras árabes e fechamos os olhos aos atropelos aos direitos humanos na China. Se calhar é porque o dinheiro do contribuinte europeu não chega para tudo.

 

 

 

 

 

 

||| FIFA World Cup – Rússia 2018

por josé simões, em 13.07.14

 

 

 

Está na hora de começar a campanha pelos direitos, liberdades e garantias.

 

 

 

 

 

 

||| Back in the USSR

por josé simões, em 07.07.14

 

 

 

"Quem paga encomenda a música", provérbio russo.

 

Podemos sempre recuperar a polémica anos 80, e anos-quando-der-jeito, da "traição à Pátria" pelo suposto financiamento do PCP pela então URSS, a menos que os campos da luta ideológica sejam mais, substancialmente mais, traição à pátria, para um país membro da União Europeia e da NATO, do que o campo do selling England by the ruble pound, segundo o mui liberal princípio de que o dinheiro não tem cor nem bandeira nem pin na lapela.

 

"Los Oligarcas rusos financian al Partido Consevador britânico"

 

[Na imagem "Nikita Kruschev’s shoes" at Brown University, USA]

 

 

 

 

 

||| Rewind/ Fast Forward buttons

por josé simões, em 06.05.14

 

 

 

«Se pensarmos em regular a imprensa, para desse modo corrigir as maneiras, temos de regular todas as recreações e passatempos, tudo o que é agradável ao homem. Não se deve ouvir música, não se devem compor nem cantar canções, mas só o que é sério e dórico. E quem silenciará todas as árias e madrigais que murmuram brandura nas câmaras? São precisas mais de vinte licenças para examinar todos os alaúdes, os violinos, as guitarras em todas as casas.»

 

John Milton, Areopagitica, 1644

 

 

«El presidente ruso, Vladímir Putin, promulgó hoy una ley que prohíbe el uso de palabras malsonantes en los medios de comunicación, piezas teatrales y películas, espectáculos y conciertos, y en los libros y las obras de arte.

 

[…]

.

Según la ley, expertos filólogos serán los encargados de determinar si las palabras o las expresiones empleadas en cada caso son motivo de sanción, según medios locales.»

 

[Imagem]