Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Para quem se governa

por josé simões, em 03.06.15

 

chadwick tyler.jpg

 

 

Em nome da competitividade e do investimento e da criação de emprego. A juntar à baixa da taxa de IRC. E a nunca esquecida baixa da TSU, para o empregador, em standby. Podia ter acrescentado, mas não. Decerto por esquecimento. Para já 'a ideia' é proteger as empresas. Até 2018. Porque "o roaming com turistas gera uma receita anual de 100 milhões de euros". A repartir no final do ano pelos accionistas. Depois de pagos os salários milionários aos CEO e sortido rico de administradores. Para quem se governa.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Acima de tudo Portugal

por josé simões, em 01.04.15

 

psd acima de tudo portugal.jpg

 

 

«A comissão do Emprego e Assuntos Sociais do Parlamento Europeu (PE) aprovou hoje uma emenda da eurodeputada socialista Maria João Rodrigues ao 'plano Juncker', defendendo que os investimentos devem privilegiar os países mais afetados pela crise, como Portugal.»


Sofia Ribeiro, deputada do PSD na comissão, votou contra.

 

 

 

 

||| A assobiar para o lado

por josé simões, em 17.03.15

 

JoaoProencaUGT.jpg

 

 

Não foi nada com ele. Homenzinho com agá grande. Responsável e estimado entre os grandes do comércio e da indústria. Prenhe de "sentido de Estado". Medalhado no Dia da Raça. Almeja agora ocupar a presidência do Conselho Económico e Social. Merece. Trabalhou para isso. A assessoria na Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal é curto demais para ele.


«O direito ao trabalho foi provavelmente o mais afectado pelas medidas de austeridade” em Portugal, lê-se. E recapitulam-se medidas que para isso contribuíram: cortes salariais no sector público (aconteceu o mesmo no Chipre, na Grécia, na Irlanda); alterações nas regras de despedimento colectivo, nomeadamente com base no argumento da “extinção de posto de trabalho”; redução significativa das indemnizações a pagar, algo que também aconteceu em Espanha; congelamento do salário mínimo (na Grécia, começou por ser congelado e acabou por ser reduzido, em Portugal decidiu-se um aumento a partir de Outubro de 2014).»

 

 

 

 

||| Direitos humanos e democracia é uma coisa que a nós [eles] não nos assiste

por josé simões, em 12.03.15

 

bugs instiitute magazine.jpg

 

 

- João Ferreira, PCP
- Marisa Matias, BE
- Nuno Melo, CDS
- Fernando Ruas, PSD
- Miguel Biegas, PCP
- Inês Cristina Zuber, PCP


«Annual report on human rights and democracy in the world 2013 and the EU policy on the matter»


[Imagem]

 

 

 

 

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 05.03.15

 

vintage_stock___circus_6_by_hello_tuesday.jpg

 

 

"Estamos a pedir sacrifícios aos cidadãos, aos pais, para aceitarem salários mais baixos, impostos mais altos e menos serviços. E para quê? Para salvar os bancos. E os filhos estão desempregados. Se não mudarmos isso, se não voltarmos a um tratamento igualitário e justo, as promessas feitas pela Europa não serão cumpridas"


[Imagem]

 

 

 

 

||| Relatório e Contas. Resumo da Semana

por josé simões, em 31.05.14

 

 

 

[Daqui]

 

 

 

 

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 27.05.14

 

 

 

A primeira página do Libération

 

[Via]

 

 

 

 

 

 

||| "Isto é impressionante, mas no mau sentido"

por josé simões, em 27.05.14

 

 

 

"Sentado numa sala a ouvir líderes da União Europeia a reagir às eleições para o Parlamento Europeu parece-me que estão em profunda negação. Durão Barroso declarou que o euro não teve nada a ver com a crise, que foram tudo políticas falhadas ao nível nacional; há uns minutos atrás disse que o problema real da Europa é a falta de uma vontade política."

 

[Imagem de Kelly O’ Connor]

 

 

 

 

 

 

 

||| Qual é a pressa? [II]

por josé simões, em 26.05.14

 

 

 

Seguro rima com seguro e com Tranquilidade e com Confiança e com OK e com Aliança e com Fidelidade.

 

"Se o PS chegar às legislativas com este resultado é o empastelamento total"

 

Seguro também rima com abono de família e providência cautelar. Se não tiveres nojo bebe.

 

[Imagem de Ramona Deckers]

 

 

 

 

 

 

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 26.05.14

 

 

||| Qual é a pressa?

por josé simões, em 26.05.14

 

 

 

O Partido Socialista com uma derrota estrondosa no dia em que a aliança de direita do governo de 3 anos de direita teve uma derrota histórica. Se não tiveres nojo bebe.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| Coisas importantes

por josé simões, em 25.05.14

 

 

 

Em tempos houve gente presa e torturada, em tempos houve gente que foi morta, em tempos houve gente que deu a vida para que, num dia como o de hoje, gente como nós pudesse fazer uma coisa tão simples como agarrar num papel e, depois de fazer uma cruz num quadrado, depositá-lo dentro de uma caixa e com isso dizer de sua justiça. Nunca ninguém se devia esquecer disto e devia ser ensinado nas escolas já que os pais não contam aos filhos.

 

[Imagem "Dick Higgins, Danger Music No.2, 1962. Performance at Fluxus Internationale Festspiele Neuester Musik, Wiesbaden 1962"]

 

 

 

 

 

 

||| Prioridades no combate político

por josé simões, em 23.05.14

 

 

 

Com o poder político entregue à direita mais reaccionária e radical de que há registo desde o dia 25 de Abril de 1974 – Presidência da República, Governo e maioria PSD/ CDS na Assembleia da república, o PCP define as suas prioridades no combate político.

 

«Moção de censura servirá para "clarificação" do PS, diz Jerónimo de Sousa»

 

E o PCP apresentar uma moção de censura ao PCP pela sua actuação no Parlamento do dia 23 de Março de 2011? Essa é que era.

 

[Imagem de Pawel Kuczynski]

 

 

 

 

 

 

 

||| A gente faz de conta que não se lembra

por josé simões, em 23.05.14

 

 

 

Ver os que apoiaram a candidatura de Fernando José de La Vieter Ribeiro Nobre à Presidência da República e, como se o disparate não fosse suficiente [ou para que o disparate fosse completo], ainda os outros que o quiseram impor como segunda figura do Estado – presidente da Assembleia da República, muito preocupados, muito indignados, todos, com a possibilidade de António de Sousa Marinho e Pinto ser eleito deputado ao Parlamento Europeu. A gente faz de conta que não se lembra e que não os percebe.

 

[Imagem de Eric Yahnker]

 

 

 

 

 

 

||| O grande salto em frente

por josé simões, em 22.05.14

 

 

 

"Il faut suspendre immédiatement Schengen I et le remplacer par un Schengen II auquel les pays membres ne pourraient adhérer qu'après avoir préalablement adopté une même politique d'immigration."

 

"Nous devons cesser de croire au mythe de l'égalité des droits et des responsabilités entre tous les pays membres."

 

[Imagem de autor desconhecido]