Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| O estado da Nação

por josé simões, em 13.02.13

 

 

 

[Via]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 03.02.13

 

 

 

Dezenas [Dezena, s.f. Grupo de dez] contra a austeridade. Centenas [s.f. Grupo de cem unidades] pelo fim dos matadouros municipais.

Life goes on.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 21.01.13

 

 

 

Com o pior Governo da curta história da Democracia portuguesa preso pelos fios do pior Presidente da República da curta história da Democracia portuguesa; com o país prestes a entrar na pior crise social e económica de que há memória, a melhor maneira de dividir os trabalhadores e de os colocar uns contra os outros passa por expor à opinião pública, sem qualquer tipo de comentário ou observação, só as coisas como elas são, a "equidade" entre o sector privado e o sector público. É triste mas é verdade.

 

«O subsídio de desemprego é para despedir. […] na Constituição não estão previstos despedimentos na função pública.»

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 05.10.12

 

 

 

Quando o representante máximo da res publica, por medo do povo, se esconde do povo que o elegeu como Presidente, no dia em que se comemora o governo do povo pelo povo, talvez seja o sinal de que é preciso começar de novo, noutros moldes e com outros protagonistas.

 

Em 38 anos de Democracia nunca tal tinha acontecido, termos um Presidente, em simultâneo com um Governo, que ninguém leva a sério. É triste.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 20.09.12

 

 

 

Pedro Passos Coelho garante confiar em Miguel Relvas que, por sua vez, garante confiar em Paulo Portas. Se ao menos houvesse um Estatuto dos Açores a interromper o retiro do senhor Presidente da República nas paredes do Facebook, ainda antes da primeira-dama começar a montar os presépios em Belém…

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 09.09.12

 

 

 

Depois de decretar o maior esbulho ao bolso do povo, e consequente maior aumento do lucro para os accionistas e patrões, de que há memória na história da democracia, o Xerife de Nottingham entrou pela porta do cavalo nos 50 anos de carreira do autor do hino "Paz, Pão, Povo e Liberdade", que todos gostam muito de cantar, de braço direito no ar com o indicador e o pai-de-todos em vê, enquanto, no dia seguinte, e depois de mandar o escudeiro Zorrinho fazer cara de poucos amigos nas televisões, o senhor que diz coisas foi ao Herman receber agradecimentos pela "gentileza e simpatia". Os paineleiros e comentadeiros puxam os cabelos a clamar pelo Salvador da Pátria, sempre-em-pé, rei do dito-por-não-dito, na sua enésima temporada nos ecrãs das televisões, no Brasil a puxar o lustro ao pé direito com um sorriso cínico nos lábios, sem perceberem que o dono do CDS/PP já havia mandado o líder parlamentar e o ministro do Rendimento Social de Inserção avisar que o assalto à mão armada não fora um assalto à mão armada.

 

Sempre gostámos de chamar por alguém em vez de tomar em mão o que tem de ser feito. Não é defeito é feitio.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 27.07.12

 

 

 

Depois dos partos em casa, as mortes em casa.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 25.07.12

 

 

 

«[] a submissão do poder político aos interesses das empresas privadas [

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 13.07.12

 

 

|| Reunião de Condomínio

por josé simões, em 11.07.12

 

 

 

Os que assobiaram e disseram "muito bem!" e "apoiado!" e bateram com os tampos das secretária e apuparam e disseram outras coisas dignas da função de deputado da Nação, foram depois assobiar e apupar os que antes tinham dito “muito bem!” e “apoiado!” e batido com os tampos das secretária e dito outras coisas não menos dignas da função de deputado da Nação.

 

Com a presença do primeiro-ministro, e restantes membros do Governo, a cada quinze dias e durante uma legislatura, no Parlamento para debate com a oposição, faz algum sentido um debate de O Estado da Nação nestes moldes? Quase 5 horas? Por amor de Deus…

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 04.07.12

 

 

 

No país onde o Governo inventa o “projecto PIN” como forma de espoliar o património comum a milhões - reserva agrícola nacional, parques naturais e reservas ecológicas – em benefício de meia dúzia, um autarca vê o mandato suspenso por ordem judicial por violação do PDM e do Plano Regional de Ordenamento do Território. Awesome.

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 26.06.12

 

 

 

E como vai agora começar a espiral dos recursos, continua sentado no Parlamento, deputado eleito da Nação, membro do Conselho Geral do Centro de Estudos Judiciários e da Comissão Parlamentar para a Ética, a Cidadania e a Comunicação.

 

Parafraseando, "Puto, a vergonha é uma coisa que a mim não me assiste. Sai da frente, Guedes!"

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 04.06.12

 

 

 

A gente vê na televisão o presidente dos Estados Unidos da América, seja ele qual for, seja ele de que partido seja, entrar numa sala e toda a gente largar o que está a fazer e levantar-se da cadeira em sinal de respeito. A gente vê o Presidente da República Portuguesa, seja ele qual for, entrar na assembleia de voto no dia das eleições e ninguém, nem sequer o presidente da mesa, levanta o rabinho da cadeira. Vá lá um aperto de mão, que o bacalhau está caro. A gente vê o Cristiano Rónáldo [com dois acentos como na televisão] oferecer uma camisola da selecção ao Presidente Cavaco Silva e dizer “esperamos que você”.

 

By the way, as tropas partem, com a bandeira nacional cosida no ombro do camuflado, numa missão de paz da ONU e têm o ministro da Defesa no aeroporto, o futebol vai em tournée para a Polónia e é recebido pelo Presidente no Palácio de Belém. Que parolice.

 

[Na imagem fotograma de The Big Lebowski]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 04.06.12

 

 

 

Diz a face visível da central sindical, inventada pelo PS e pelo PSD a coberto do direito à liberdade sindical e ao princípio de tendência, para ser o braço sindical do sindicato dos patrões por forma a que o Governo e o patronato tivessem com quem "negociar" e apresentar uma imagem de consenso e coesão interclassista social, que a "A CGTP é uma célula do PCP".

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação. Depois das nove até um quarto para as seis

por josé simões, em 20.04.11

 

 

 

 

 

Desde os idos de 1983 que ninguém entrava no Ministério das Finanças antes das 9 para trabalhar.

 

(Imagem “Powerhouse Mechanic and Steam Pump”, 1920, Lewis Hine)