Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Rewind/ Fast Forward buttons

por josé simões, em 22.12.13

 

 

 

Alguém ainda se lembra do projecto de golpe de Estado encomendado a Paulo Teixeira Pinto pelo duo Pedro Passos Coelho/ Miguel Relvas, e apresentado ao país como projecto de revisão constitucional, e das linhas orientadoras constantes para o ensino obrigatório gratuito, e da "razão atendível" para o despedimento, e dos capítulos sobre economia, e do "limpar termos e palavras" da Constituição, e da "auto-dissolução" da Assembleia da República e da "moção de censura construtiva", entre outras, e retirada à pressa da discussão pública pelas reacções negativas e adversas que provocou, até dentro do próprio PSD? Alguém ainda se lembra? É que se calhar a concepção política, económica e social da maioria PSD/ CDS-PP para o país, à luz desse projecto, agora no fundo da gaveta a aguardar melhores dias, ajuda a perceber os 9 – nove – 9 chumbos do Tribunal Constitucional.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| O que é que é o PSD?.. É um partido… é… O que o PSD?

por josé simões, em 16.12.13

 

 

 

Miguel Relvas [+ Pedro Passos Coelho + Tecnoforma + fundos comunitários = Ministério Público] + programa Foral + concurso feito por medida + Agostinho Branquinho [+ José Pedro Aguiar-Branco + escritório de advogados + cheiro a esturro] = Governo de Portugal.

 

Isto é pior que a Camorra porque a Camorra nunca foi a votos.

 

[Imagem]

 

Ontem dizia aqui alguém que se vai ao site e que se vê uma série coisas mas que não se consegue perceber o que é que é o PSD.

 

 

 

 

 

 

|| Se calhar tem peçonha…

por josé simões, em 25.06.13

 

 

 

Diz o povo que os cães têm medo mas não têm vergonha porque voltam sempre ao “local do crime”. Estes, vá-se lá saber porquê, têm vergonha mas não têm medo.

 

«Antiga chefe de gabinete de Miguel Relvas omite no currículo o ministro e o ministério para os quais trabalhou dois anos»

 

Se calhar tem peçonha…

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| A culpa já tem viúvo

por josé simões, em 29.05.13

 

 

 

E é, em primeira e última instância, do tão incompetente quanto maquiavélico Miguel Relvas, que agora tem peçonha e vai "morrer" longe, e ainda por cima teve o topete de não ser doutor coisa nenhuma, numa família política que preza, sem questionar, o doutor, o estatuto do doutor, a palavra do doutor, a opinião do doutor, o veredicto do doutor, acima de tudo e de toda e qualquer evidência. Mas isso agora também não interessa nada porque o ministro que é doutor à séria e à antiga, Poiares Maduro, vai resolver a questão em menos de um fósforo, com mais um menos remoque aos limites que o Tribunal Constitucional coloca à "liberdade de deliberação democrática".

 

Façam a ginástica que fizerem para a história fica que mais uma lei inconstitucional foi aprovada com os votos da maioria PSD/CDS e os votos contra de toda a oposição: PS, PCP, BE e PEV. O Relvas que aguente que já é grande.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Déjà vu

por josé simões, em 17.04.13

 

 

 

«Rasto» de Relvas foi apagado do site do Governo

 

 

 

 

 

 

|| Do PSD profundo

por josé simões, em 13.04.13

 

 

 

«Conselho Nacional aprova voto de louvor a Miguel Relvas»

 

[Image Lara Stone by Tyrone Lebon for i-D magazine, spring 2013]

 

 

 

 

 

 

 

|| "Andar por aí" está no código genético do PSD

por josé simões, em 10.04.13

 

 

 

«O ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, que anunciou a demissão de funções governativas na passada quinta-feira, manifestou intenção de retomar o seu lugar de deputado no Parlamento [

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| "não cometeu abuso nenhum"

por josé simões, em 05.04.13

 

 

 

A gente ensina aos nossos filhos, como os nossos pais nos ensinaram a nós e os nossos avós lhes ensinaram a eles, e assim sucessivamente até ao princípio dos tempos, que quando vai às compras, ou faz algum pagamento, e a pessoa que está do outro lado se engana no troco e nos dá mais do que é devido, como somos gente honesta devolvemos porque não é nosso e porque a relações sociais, comerciais, económicas, or ever, devem assentar num princípio de responsabilidade e confiança entre as partes.

 

Mas se não o fizermos também "não cometemos abuso nenhum, nem somos suspeitos nem envolvidos de termos participado de qualquer forma em nenhuma irregularidade", é isso, não é?

 

 

 

 

 

 

|| Narrativas e embustes

por josé simões, em 05.04.13

 

 

 

De cada vez que a Direita vem com a narrativa da excelência e do rigor do ensino privado, como justificação para todos os ataques à escola pública, logo aparece uma escola privada que se encarrega de desmentir o embuste. Até parece que é de propósito.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| E o ministro Nuno Crato?

por josé simões, em 04.04.13

 

 

 

Também sabe "que só a história [o] julgará convenientemente e com distância" por ter guardado na gaveta durante 2 – dois – 2 longos meses um relatório incriminatório para o seu colega de Governo e para a "Universidade" que o licenciou - sabe-se lá se com segundas intenções para uma hipotética remodelação governamental -, e segue o exemplo do ministro da Propaganda na demissão?

 

Uma coisa o ministro Nuno Crato sabe, ou pelo menos já ouviu falar, na velha máxima "Roma não paga a traidores". Mas quem sou eu para lembrar estas coisas do saber de gerações já com Passo Coelho a enaltecer "a lealdade e a dedicação ao serviço público" do 'compagnoin de route'…

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Outros "embaixadores" que o dô-tôr Relvas pode encontrar no tubo

por josé simões, em 03.04.13

 

 

 

"Estava a ler o jornal de hoje e, de facto, estou a verificar que o nosso panorama político tem aspectos verdadeiramente deploráveis…

Tenho aqui a solução… O kit para políticos iniciantes… Este kit possibilita que um cidadão normal se inicie facilmente na grande aventura da política.

Este kit começa por mostrar que se podem tratar sérios assuntos políticos de forma alegre e divertida!

Ah, ah, ah, ah, ah! Ah, ah, ah, ah, ah!

Eu nunca pensei que uma pessoa se pudesse divertir tanto a fazer política!"

 

[Imagem "Zeitreise" by Oliver Rath, 2001]

 

 

 

 

 

 

|| O vendedor da banha da cobra

por josé simões, em 02.04.13

 

 

 

Sobre as políticas do Governo? Não sabe, querem é passar-lhe rasteiras, armadilhar-lhe o caminho, apanhá-lo por todos os lados.

Sobre as medidas de austeridade anunciadas por Vítor Gaspar? Façam-lhe perguntas para as quais tenha resposta.

Só sabe, e porque a mãe lhe disse, que é preciso estudar para passar de ano, e nem isso sabe. A realidade é tramada. Mesmo em tom de sinceridade.

"Bater punho, com força, com energia, com sagacidade". A sagacidade que lhe faltou para dispensar do currículo, que nunca apresentou, a etiqueta "descoberto por Miguel Relvas no tubo", o ministro que chegou a doutor sem estudar, e para quem trabalhou, sem sequer ganhar €100 por mês para as pipocas, na gula da visibilidade e dos contactos que pode adquirir.

Isto é mau demais para ser verdade.

 

 

 

 

 

 

|| Hipocrisia, instinto de sobrevivência e baratas tontas

por josé simões, em 25.03.13

 

 

 

O CDS, que não está no Governo, vem pedir a remodelação do Governo, onde o CDS está de corpo e alma, ainda antes de conseguir votar, ao mesmo tempo contra e a favor, da moção de censura do PS, ao Governo onde o CDS está e não está.

 

Diz que os partidos políticos estão descredibilizados aos olhos dos cidadãos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

|| [Capítulo II] Nos termos da Lei, o Tempo de Antena é da exclusiva responsabilidade das organizações intervenientes

por josé simões, em 25.03.13

 

 

 

O que o povo gostava de saber é se o missal, mix de auto-elogio e propaganda governamental, que o ministro da Propaganda reza sob denominação de "Opinião" nas páginas do jornal que orgulhosamente não se cansa de repetir ser o de maior tiragem nas "5 regiões de Portugal – Norte, Centro, Sul, Algarve e Alentejo", foi pago pelo jornal, à semelhança do que faz com os outros comentadeiros com lugar cativo, ou se foi pago pelo ministro do seu próprio bolso.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| 2 de Março de 2013 – A "coisa"

por josé simões, em 02.03.13