Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Eu vou ali e já venho

por josé simões, em 09.08.10

 

 

.
.
.
.
.

|| Férias grandes

por josé simões, em 07.06.10

 

 

 

Quem são os destinatários do presidencial apelo? Traduzindo em números e percentagens, a quantos portugueses é que esta “preocupação” presidencial é dirigida? Ah pois…

 

O senhor Presidente vive no país das equipas de reportagem das televisões acampadas na sala de embarque do aeroporto da Portela de cada vez que á um furacão nas Caraíbas.

 

(Na imagem Charlie Chaplin and Jackie Coogan in The Kid, 1921)

 

 

 

|| Recordação das férias

por josé simões, em 07.08.09

 

 

 

 

|| Férias

por josé simões, em 23.07.09

 

 

 

Vou até ali, àquela praia que aparece na foto. Se não tiver mais nada que fazer passo por aqui para largar umas “postas de pescada”. Eu já venho.

 

 

Living In The Box

por josé simões, em 21.08.08

 

Eu, que definitivamente sou grande nabo, porque casei com uma mulher de “más famílias”, sem dinheiro que se veja nem imóveis aqui e acolá, com um nome curto, e pobre e mal-agradecida que nem sequer o apelido do marido adoptou, quanto mais dois; como ia a dizer, gostava de passar assim a esvoaçar, qual papoila saltitante, sobre os problemas que afectam o comum dos desgraçados mortais; gostava de viver nesta redoma:

 

“hoje é mais barato dar um salto às Caraíbas ou a uma praia do Nordeste brasileiro e alojar-se num hotel ou num resort TI ( ou seja, com tudo incluído) do que partir com as trouxas às costas para o Algarve e passar as férias em filas de supermercados, em lutas por uma "bica" ou uma bola-de-berlim (quase sempre velha), cozinhar em minicozinhas sem apetrechos e gastar horas a fazer sanduíches para crianças e adolescentes recalcitrantes”

(Link)

 

Prontes, já está tudo estragado! Agora vou andar o dia inteiro a cantar o Living In The Box

(Porque é que nunca votei no CDS!?)

 

(Foto Hulton Archive/ Getty Images via Guardian)

 

 

 

Interrupção

por josé simões, em 14.08.08

 

A La Saca Com El Blog!

 

Que é como quem diz:

Ainda agora cheguei das férias e já o Agosto vai a meio e já estou farto disto e é mais forte que eu e não consigo resistir e vou ali (e é já!) e já volto.

 

 

 

Ir a banhos em Agosto (III)

por josé simões, em 13.08.08

 

Definitivamente, e por muito que custe a alguns defensores do modelo social chinês, as férias são um bem intocável.

 

Vai fazer quase um mês que aqui o estaminé não recebe uma visita destes ilustres!

 

(Foto roubada no Times)

 

 

 

Ir a banhos em Agosto (II)

por josé simões, em 11.08.08

 

Ainda sou do tempo em que se ia à boleia para a Praia da Figueirinha. Ou de “Cacilheiro” até Tróia e depois bater 7 ou 8 quilómetros a pé pelo areal até bem depois da Praia do Parque de Campismo, onde não havia ninguém, há excepção de uns melgas que passavam o dia atrás das moitas a espreitar as mulheres.

 

Levar enrolado na toalha duas sandes, uma peça de fruta e uma garrafa de água que depois era enterrada na areia junto à rebentação. Era o frigorífico onde às vezes também cabia um melão ou uma meloa.

Lia-se um livro manhoso, o Record ou a A Bola, nos intervalos de dormir e ir ao banho. Paz e sossego.

 

Agora praia que se preze tem massagem, hidroginástica, dj, bar com caipirinha e as melgas que dantes espreitavam as mulheres atrás das dunas foram substituídas pelas melgas que aparecem nas capas das revistas.

 

Fónix! É nestas alturas que um homem percebe que está a ficar velho…

 

(Porque é que as pessoas vão à praia?!)

 

 

 

Praia

por josé simões, em 01.07.08

 

Vou ali (à praia que aparece na foto) e já venho. Em Agosto.

 

(Vai fazer um ano que estou à espera deste dia!)

 

 

Retratos da Galiza VIII

por josé simões, em 20.09.07

 

Cabo Finisterra

Bota em bronze - Homenagem ao Peregrino

 

Para a maioria das pessoas, a peregrinação a Santiago de Compostela termina na Catedral da cidade galega, onde depois de chegados se assiste a uma missa. Desenganem-se! Depois da missa e de um curto descanso, é necessário percorrer a pé cerca de mais 80 quilómetros até ao Cabo Finisterra onde se situa o Quilómetro Zero dos Caminhos de Santiago, para, na ravina fronteira ao farol, efectuar a queima do calçado - chinelos, sapatos, botas, etc. - utilizado durante a peregrinação. São visíveis vestígios de centenas de fogueiras ao longo das escarpas do farol, ou até encontrar peregrinos que procedem à queima.  

 

Retratos da Galiza VIII (A Torre de Hércules)

por josé simões, em 19.09.07

 

A Coruna - Torre de Hércules

A Torre de Hércules é o farol mais antigo do mundo em funcionamento. Foi construído no século II durante os reinados dos imperadores romanos Trajano e Adriano. O arquitecto responsável pelo projecto dava pelo nome de Cayo Sérgio Lupo e era natural de... Conimbriga!

 

 

Retratos da Galiza VII (As bruxas)

por josé simões, em 18.09.07

 

Pelas ancestrais origens dos primeiros povos a habitar a Galiza - os Celtas -, todo o imaginário mitológico popular é povoado de referências a Druidas e Bruxas. As Bruxas na Galiza rivalizam em popularidade com o Horreo e São Tiago. Numa transversal à Catedral em Santiago de Compostela, pela módica quantia de 1 euro/ pessoa é possível fazer uma viagem numa vassoura tripulada por uma simpática bruxa. Como nota de rodapé digo-vos que vi famílias inteiras a viajar de uma só vez nesta vassoura, e, por detrás do fotógrafo, havia uma fila interminável de gente que aguardava pacientemente a sua altura para viajar.

(Também não passa recibos).

Retratos da Galiza VI (Pessoa)

por josé simões, em 17.09.07

 

Dena.

Dena é uma aldeia no meio de nada e com pouco mais de 1 000 habitantes.

Mas tem uma razoável papelaria / livraria, cujo dono conhece e gosta de Fernando Pessoa. Cousas de Portugal e da literatura portuguesa na Galiza.

Retratos da Galiza V (A Revolta)

por josé simões, em 14.09.07

 

A Revolta.

Tentei saber mais, mas ninguém me soube explicar. Como surgiu este nome? Que revolta tinha sido esta?Serão os habitantes de A Revolta genéticamente insurrectos e revoltosos?

Retratos da Galiza IV

por josé simões, em 13.09.07

 

Impacientemente à espera.

No interior da catedral de Santiago de Compostela existem dezenas de confessionários como este. Inexplicavelmente para mim, e pelos vistos para o padre, era o único que não tinha "clientes". Nervosamente, a cada minuto, metia a cabeça de fora e olhava para todos os lados.