Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Não há limites para a manipulação da opinião pública?

por josé simões, em 04.09.13

 

 

 

Numa democracia representativa os cidadãos votam em partidos e elegem deputados que formam grupos parlamentares e maiorias. São esses deputados, eleitos pelos cidadãos em listas partidárias, que depois apresentam propostas de alteração à Constituição, vulgo revisão constitucional, e obrigatoriamente aprovadas por uma maioria de 2/3. Onde é que, neste debate parlamentar, cabem os juristas e os juízes e a sua exclusividade? O ministro da Propaganda a fazer jus ao cargo que ocupa.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 25.08.13

 

 

 

A menos que o dinheiro seja a custo zero ou, menos plausível ainda, que o benemérito e altruísta mercado ainda pague para comprar a dívida, pelos lindos olhos do senhor Coelho e do senhor Moedas, pelo look esmerado do senhor Sacadura, por amizade ao senhor Borges, e por amor ao próximo [não necessáriamente por esta ordem]:

 

"A razão do rácio da dívida mais elevado é porque temos ido ao mercado buscar dinheiro para amortizar uma dívida do passado"

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| A preposição na frase

por josé simões, em 23.08.13

 

 

 

Presidente da Câmara e Presidente de Câmara. Saltitar levemente de nenúfar em nenúfar. «Outra das práticas que está sob a observância da CNE relaciona-se com a utilização das instalações da Câmara de Gaia para se tratar de assuntos que dizem respeito a outro município». Pela soma do todo e pela exclusão de partes, alguém ainda tem dúvidas quanto à lei de limitação de mandatos autárquicos?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Portugal, século XXI

por josé simões, em 23.08.13

 

 

 

"Tenho uma fotografia dele". "Ao todo, acho que já mataram 20 porcos..."

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| "Desde logo fala verdade, não esconde os problemas, não esconde as dificuldades" [*]

por josé simões, em 22.08.13

 

 

 

[Primeira página do Diário de Notícias]

 

 

"Se algum dia tiver de perder umas eleições em Portugal para salvar o país, como se diz, que se lixem as eleições, o que interessa é Portugal"

 

[*]

 

 

 

 

 

 

|| Uma Comissão Nacional de Eleições pré Revolução Industrial

por josé simões, em 21.08.13

 

 

 

Bodo aos "pobres" nas portas das igrejas e warm up ao padre antes da homilia, caciques candidatos Deus, Pátria e Família, mas o problema parece ser o e-mail e a chamada telefónica.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Portugal século XXI

por josé simões, em 20.08.13

 

 

 

Digital, novas tecnologias, internet mais rede sociais, e o Feiçe coiso e o Tuita e o diabo a quatro, nada de emails e chamadas telefónicas, papéis, muitos papéis, envelopes, CTT e avenças e portes pagos, uma Comissão Nacional de Eleições do tempo do Charles Dickens.

 

As pessoas queixam-se e têm todo o direito de se queixar, e os candidatos/ partidos políticos devem ter o bom senso, e o instinto político, para perceber até onde podem/ devem ir e quando o excesso de acções de campanha se vai virar contra a própria candidatura. E, correndo o risco de me repetir, a Comissão Nacional de Eleições devia ser constituída por gente nascida na segunda metade do século XX. No mínimo.

 

[Imagem "President Barack Obama visits a campaign office in the Chicago, Illinois, November 6, 2012", Brian Cassella/ Chicago Tribune]

 

 

 

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 31.07.13

 

 

 

"o ódio pessoal cega-nos, torna-nos insensatos, faz-nos mentir e torna-nos ridículos"

 

[Imagem "Dancing off the Stage", Elizabeth Jordan, 2013]

 

 

 

 

 

 

|| De falta de coerência ninguém os pode acusar

por josé simões, em 08.06.13

 

 

 

De quem sempre defendeu as golpadas constitucionais de Hugo Chávez para se perpetuar no poder, ou a "democracia" do senhor Aleksandr Lukashenko na Bielorrússia.

 

Claro que a gente pode fazer de conta que é muuuuuito naïf e perguntar se há assim tanta falta de autarcas…

 

[Imagem de Jonas Bendiksen/ Magnum Photos]

 

 

 

 

 

 

|| O vómito

por josé simões, em 06.06.13

 

 

|| Saída com duplo mortal encarpado atrás e ½ pirueta

por josé simões, em 10.05.13

 

 

 

Com quase 40 anos de democracia os eleitores ainda são anjinhos q.b. no momento de fazer a cruz no boletim de voto para a Câmara Municipal?

 

 

 

 

 

 

 

|| Quando se entra logo de rompante e logo com Zeca Afonso

por josé simões, em 29.04.13

 

 

 

Logo "a matar". Logo para arranjar um ponto que permita uma identificação rápida com as gentes de Setúbal. Logo a "queimar etapas". Logo direitinho ao coração:

 

"Sou o meu próprio comité central"

 

Convém não esquecer porque é preciso ter arcaboiço.

 

 

 

 

 

 

|| "Forças de Bloqueio", a sequela

por josé simões, em 15.04.13

 

 

 

Depois de Fernando Seara em Lisboa, depois do[s] Orçamento[s] do Estado no Tribunal Constitucional, Luís Filipe Menezes no Porto. O PSD é um partido de foras-da-lei fora-da-lei?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Insistem fingir não perceber

por josé simões, em 20.03.13

 

 

 

Mais um prego no caixão da credibilidade do sistema político-partidário.

 

[Imagem de Cristina Garcia Rodero]

 

 

 

 

 

 

|| Um microcosmo

por josé simões, em 20.01.13

 

 

 

Há Menezes, um candidato "fora da lei" e campeão nacional do endividamento autárquico, o que por si só é um sério teste à inteligência e sanidade mental dos cidadãos do Porto, e Moreira, que nos intervalos das outras coisas [desde o futebol ao aeroporto de Alcochete], é presidente da Associação Comercial do Porto. É por isso que a gente gosta muuuuuito da democracia, as pessoas podem fazer com o seu voto o que muito bem entenderem.

 

[Imagem]