Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| “Um abraço e vai-te a eles” (*)

por josé simões, em 18.09.09

 

 

 

Continuo a preferir o “estilo” Mário Soares: dizia na cara o que pensava de Cavaco Silva e do seu Governo.

 

A imagem que passa é a de que temos um Presidente camuflado de “cooperante estratégico”, mas na realidade articulado com o maior partido da oposição, que por acaso é o seu, a hostilizar um Governo a um mês das eleições, falsificando notícias e lançando boatos e suspeições. Este senhor não é o Presidente-de-todos-os-portugueses porque ficou lá atrás, no dia 22 de Janeiro de 2006.

 

A frontalidade, e não só na política, é um valor muito bonito. Como me disse o meu pai no primeiro dia em que me apresentei no primeiro emprego: “Entras sempre pela porta da frente e dizes bom dia a toda a gente. Gostes ou não deles”.

 

Sobre o mensageiro não falo. Cada um tem “A Verdade A Que Temos Direito”.

 

(Imagem de autor desconhecido)

 

(*) Imagem via

 

Post-Scriptum: os presidentes pedem a demissão?

 

 

 

 

3 comentários

Comentar post