Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| O índice do situacionismo

por josé simões, em 29.06.09

 

 

 

Não ter vergonha nenhuma na cara é Pacheco Pereira usar um programa de televisão para fazer exactamente aquilo que passa a vida a criticar e a apontar aos outros: condicionar a informação consoante a sua agenda política. Está encontrado o herdeiro de Arnaldo Matos como “Educador da Classe Operária”.

 

Dois em um: a 3 meses de eleições promove amigos e camaradas e malha no PS e no primeiro-ministro. Diz o povo que “quem espera sempre alcança” e Pacheco Pereira alcançou finalmente o seu “momento Chávez”.

 

(Na imagem a loira do regime de então: Monroe In Bed, 1953, by Andre De Dienes)