Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| O ranking

por josé simões, em 08.05.09

 

E por alturas dos rankings é puxar dos galões e até olhar por cima do ombro com sobranceria para aqueles que por uma razão ou por outra têm o rebento na escola pública  não têm o rebento no colégio privado. A mais das vezes pela mesma razão que, ironias do destino, desata agora a bater a quase todas as portas: Money, Money, Money cantavam os ABBA.

 

E agora “O Estado”, essa entidade suprema e milagrosa, ou seja, todos nós que pagamos os nossos impostos e que no fim das contas feitas o dinheiro não nos sobra na carteira para luxos tais como seja matricular o menino e a menina no colégio-privado-que-esse-é-que-é-bom, por portas travessas paga. Exige-se que pague!

 

E o rabinho lavado com água das malvas, também não?

 

Post-Scriptum: Quase de certeza que há uma fábula de La Fontaine que se aplique a esta estória...

 

(Imagem de Margaret Bourke-White via Life Pictures/ Getty Images)

 

 

1 comentário

Comentar post