Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Perfume de Mulher (Índice do PêPêDêismo)

por josé simões, em 27.03.09

 

Do que eu gosto especialmente nestes eventos organizados pelo PSD são as fragrâncias; os aromas no ar. Não é que nos eventos do género, organizados pelos outros partidos políticos, cheire mal ou cheire pior. Simplesmente não cheira.

 

O esmero colocado na produção, não do evento, mas dos participantes themselves. O cuidado, a aparência, e o cuidado com a aparência. Não há subtracções nem multiplicações. Na casta superior do PSD todos têm o exacto conhecimento do cânone, mesmo aqueles que pelos gestos, pelo vocabulário, pelas expressões faciais, pelos pequenos sinais, são facilmente identificáveis como pertencendo às castas inferiores.

 

O PPD “partido mais português de Portugal” PSD é um mito; é uma fábula-conto-de-fadas, uma mentira conveniente. O célebre “circuito da carne assada” é uma cedência oportunista para português ver. E isto ajuda a perceber muita coisa.

 

(Na imagem roubada ao La Repubblica, Coco Chanel)