Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Quem é amigo, quem é?

por josé simões, em 04.11.08

 

Uma vez que os problemas no BPN não são consequência da crise financeira, antes vinham detrás, com conhecimento do Banco de Portugal, que preferiu a presunção da inocência ao invés de agir, quer-me parecer que esta nacionalização era desnecessária. Bastava ao Estado assegurar os depósitos; deixar o banco falir; criminalizar os responsáveis. Assim, e olhando para a lista de accionistas e responsáveis que já passaram pelo banco e que por lá continuam, cheira-me a favor entre amigos do Bloco Central. Os Pê Pê Dês/ Pê Ésse Dês ficam a dever uma aos amigos Pê Ésses. Ao contribuinte, que é quem vai suportar todas estas diabruras ninguém fica a dever nada. Daqui por uns anos, com os passivos e activos limpos, haverá nova privatização. Tudo está bem quando acaba em bem.

 

E no entretanto, Vítor Constâncio lá vai fazendo pela vidinha, ganhando o ordenado e contando os dias que faltam para a reforma.

 

(Foto fanada no Chicago Tribune)

 

 

 

3 comentários

Comentar post